Fundação Cidade das Artes

Memoria

Memória

A Fundação Cidade das Artes é um espaço concebido para abrigar múltiplas atividades artísticas, como exposições, apresentações de dança, teatro e música. Este complexo cultural também é utilizado para palestras, oficinas, congressos, conversas com autores, lançamentos de livros e outras atividades de formação cultural e artística.

Os eventos que ocorrem neste espaço são filmados e fotografados para que todos os interessados possam ter acesso, através deste site, ao histórico de programação da Cidade das Artes e os programas das peças podem ser pesquisados na Sala de Leitura, local onde serão preservados todos os materiais impressos relacionados à programação.

Eventos Passados

Rio Music Week | Programação Completa 19/09 a 22/09 Música VII SEMANA INTERNACIONAL DE MÚSICA DE CÂMARA 2018 RIO DE JANEIRO   DIREÇÃO ARTÍSTICA SIMONE LEITÃO A Semana Internacional de Música de Câmara do Rio de Janeiro se consolida a cada edição como um evento essencial à vida musical da cidade. É missão da direção artística trazer à cidade novos nomes do cenário internacional, que se engajam em concertos e em atividades didáticas ao lado de artistas de diversas cidades do Brasil. Além disso, a inclusão artística e o desafio da música de câmera são oferecidos a destacados jovens músicos brasileiros, que em selecionados concertos atuam lado a lado às estrelas internacionais. Baseada operacionalmente na belíssima Cidade das Artes, na Barra da Tijuca, com sua arrojada arquitetura e suas salas de concerto e ensaios com acústicas perfeitas, a Semana Internacional de Música de Câmara de 2018 oferece um programa elegante e amplo, simultaneamente universal e brasileiro.   Dia 19 de setembro – 20h    |    REALIZADO Na noite de abertura, a pianista Simone Leitão se une aos dois principais convidados internacionais desta edição, a violinista russa Liana Gourdja, e o violoncelista também russo Dmitrii Maslennikov, para abrirem o festival com o maravilhoso Trio em Dó Maior, de Brahms. Segue-se o rítmico e sensual Le Grand Tango para violoncelo e piano, de Piazzolla, escrito pelo gênio argentino para o mítico Rostropovich, desta vez trazendo a pianista portenha Lorena Eckell para conferir o sabor essencial a esta já icônica obra. O majestoso e intenso Sexteto op 18 em Si Bemol Maior de Brahms completa o concerto. Nesta peça os dois russos se juntam ao violinista grego Yannos Margaziotis, e aos jovens brasileiros Laís Oliveira (violoncelo), Dhyan Toffolo e Ana Luiza Lopes (violas) oferecendo uma sonoridade brilhante e exclusiva.   Dia 20 de setembro – 20h    |    REALIZADO O dia seguinte reserva uma variedade sonoridades em que diversos jovens convidados se revezam para interpretar “hits” da música de câmara como o exótico Assovio a Jato, de Villa-Lobos. O sofisticado duo de violino e violão, com os virtuosos brasileiros Fabio Zanon e Daniel Guedes encanta com A História do Tango, de Piazzolla e em seguida se associam a jovens virtuoses brasileiros num clássico e elegante Quarteto para violão e cordas de Paganini, em Ré menor. O concerto termina com uma das peças mais conhecidas do repertório, o super alegre Trio “Cigano” do fundamental Joseph Haydn, tendo o grego Yannos Margaziotis no violino principal.   Dia 21 de setembro – 20h    |    Comprar Ingresso O Quinteto Lorenzo Fernandez, formado por promissores jovens artistas brasileiros de sopros, oferece um rico repertório que se espalha por de 3 séculos. A noite se abre com uma pérola de Mozart, o belo e elegante Quinteto para piano, oboé, clarineta, trompa e fagote KV 452, que o próprio compositor considerou como uma de suas mais bem sucedidas obras e que conta com a jovem pianista brasiliense Luiza Aquino, recentemente chegada da Suíça. O grupo completo com a flauta realiza um passeio intenso por raras obras brasileiras – uma versão exclusiva da Melodia Sentimental, de Villa-Lobos, e três peças contemporâneas de apelo bastante popular: o sinuoso Piccolo Divertimento, de Amaral Vieira, de 1978, a complexa Serenata a Cinco, de Edino Krieger, de 1968, e para coroar a noite, uma homenagem do cearense Liduíno Pitombeira ao mestre Hermeto Pascoal, com a mais do que nordestina Suíte Hermética, escrita em 2005.   Dia 22 de setembro – 18h e 20h    |    Comprar Ingresso No sábado, o festival se encerra com programa duplo, e com mais diversidade tanto no repertório quanto nos artistas envolvidos, e desta vez na intimidade da Sala de Ensaios da Cidade das Artes. A proximidade propiciada por esta sala de acústica perfeita é um convite para se deliciar com os jovens brasileiros do Trio Porã (Ciro, Maressa e Glenda), que executam o famoso e belo Trio op. 49 de Mendelssohn, e com os dois russos Liana e Dmitrii no virtuosístico e moderníssimo Duo para violino e viola de Kodály, às 18h. O gran finale, às 20 horas, reserva um recital de belas canções de câmera que se inicia com uma seleção do Dichterliebe (O Amor do Poeta), de Schumann, e vai até Gershwin, passando por Händel, Schubert, Fauré e Claudio Santoro, numa belíssima viagem melódica à cargo do talentoso tenor Geilson Santos do pianista. A noite se encerra com mais um encontro dos brasileiros com os internacionais para executar o Quinteto para piano e cordas op 81 de Dvorak. Liderados pelo piano de Simone Leitão, os violinistas Daniel Guedes e Maressa Carneiro, o violista Dhyan Toffolo e o violoncelista Dmitrii Maskennikov dão a sonoridade de cordas que completam a sonoridade desta obra icônica e fundamental do repertorio de câmera universal.   CONCERTOS GRATUITOS A Semana Internacional de Câmera também oferecerá uma série de máster classes gratuitas assim como levará à Cidade das Artes um público especial para 2 exclusivos concertos didáticos, nos dias 20 e 21, às 10h da manhã, em que os artistas abrem os segredos de algumas das mais belas obras para estudantes da Rede Municipal, além de público com pouco ou nenhum acesso às salas de concertos, realizando sua missão de inclusão social. Dia 20/09 Concerto Didático I – 10h – Duraçao 60’ Teatro de Câmara – Cidade das Artes Músicos Participantes: Daniel Guedes e Yannos Margaziotis, violinos André Rodrigues, viola Glenda Carvalho e Tais Oliveira, violoncelos Simone Leitão, piano Fabio Zanon, violão Trechos de obras de Villa-Lobos, Paganini, Piazzolla e Haydn   Dia 21/09 Concerto Didático I – 10h – Duraçao 60’ Teatro de Câmara – Cidade das Artes Músicos Participantes: Quinteto Lorenzo Fernandes Trechos de obras de Villa-Lobos, Edino Krieger e Liduíno Pitombeira [+] saiba mais 6º Show de Corais da ACIJA 22/09 Música Nesta apresentação teremos seis Corais selecionados: 1- Chorus Lux, que representa a ACIJA, Regente Paulo da Hora. 2- Amantes da Música, Regente Fátima Mendonça. 3- Coral SERVIER, regente Thiago Garcia. 4- Coral Vozes de FAR, da Farmanguinhos - Fiocruz, Regente Leônidas Barbosa. 5- Coral da FEIC, da Fraternidade Espirita Irmãos de Cascais, Regente Gabriel Szántó. 6- Coral da A.A.B.B- Rio, da Associação Atlética Banco do Brasil, Regente Yan Guimarães. Os Corais cantarão músicas de Martinho da Vila como homenagem aos seus 80 anos. O 6º Show de Corais da ACIJA já é tido como o melhor Show de Corais do Rio de Janeiro. Os Regentes e os Corais selecionados são os mais conceituados de Canto Coral do Brasil. Na foto, o Regente Wagner Leão, uma homenagem ao falecido maestro. [+] saiba mais Celebração Mundial da Paz Interior 2018 22/09 Festival     Rio de Janeiro sediará o maior evento mundial  de meditação pela Paz   O World Inner Peace Celebration (WIPC 2018), ou Celebração Mundial da Paz Interior será realizado na Cidade das Artes, Rio de Janeiro, e simultaneamente em outros cinco continentes, reunindo mais de um milhão de pessoas meditando juntas em todo o mundo   No próximo dia 22 de setembro, a partir das 12 horas, a Cidade das Artes, no Rio de Janeiro receberá o maior evento do gênero no planeta, reunindo, em seis continentes, um público estimado em mais de 1 milhão de pessoas a fim de promover e estimular a paz e a união entre todos os povos.    Líderes espirituais de diversas religiões e tradições nativas, juntamente com autoridades convidadas, artistas e cidadãos comuns participarão da Celebração Mundial da Paz Interior, numa programação que contará com a presença de profissionais da saúde ligados ao bem-estar, Performances Artísticas, Fórum, Concerto pela Paz e a Grande Meditação, que acontecerá simultaneamente em uma cidade de cada continente do mundo.  São elas: Sydney, Nova Iorque, Cidade de Iloilo, Maputo e Lisboa.   A expectativa dos organizadores é poder levar uma mensagem de paz para um mundo melhor e mais feliz para todos, num momento em que testemunhamos demonstrações de violência, intolerância, guerras, terrorismo e xenofobia. O WIPC 2018 pretende mostrar, mais do que nunca, que é necessário buscar a paz e a harmonia interior de cada ser humano para alcançarmos a verdadeira paz no mundo.   Organizadores  O WIPC 2018 foi idealizado pelo Middle Way Meditation Institute (MMI), com sede na Tailândia e dirigido pelo monge Ven. Burin Thitakusalo. O MMI é uma organização educacional sem fins lucrativos que se dedica ao desenvolvimento da paz interior de cada indivíduo. A instituição oferece Educação para Paz Interior através de vários programas de treinamento para jovens, adultos e empresas com base na confluência espiritual e científica. O MMI incentiva a meditação como uma ferramenta para a sustentabilidade da humanidade, harmonizando corpo, emoções, mente e espírito. Seus membros, monges budistas, pertencem à tradição Theravada e viajam pelo mundo organizando atividades culturais para a promoção da paz e a união entre pessoas de diferentes raças, nacionalidades, religiões e culturas. No Brasil, o WIPC 2018 é realizado pela Inspire Produções, empresa que tem como missão inspirar e motivar as pessoas a alcançarem seu pleno potencial através do despertar e da expansão da consciência.   Edições Anteriores   O evento foi realizado originalmente no ano de 2012, com a denominação Global Light of Peace  (GLOP) com muito sucesso, nas Filipinas, com a adesão de mais de 15 mil pessoas. A iniciativa entrou para o livro Guinness dos Recordes como o evento onde mais balões de luz foram lançados ao céu simultaneamente. Dois anos depois, o evento se repetiu e o número de participantes subiu para 56 mil pessoas, quebrando um novo recorde mundial. O GLOP aconteceu no Brasil pela primeira vez em 2017 na Cidade das Artes, Rio de Janeiro.  O World Inner Peace Celebration (WIPC 2018) ou Celebração Mundial da Paz Interior é uma nova versão do GLOP 2017, e acontecerá este ano no Rio de Janeiro, no mesmo local, em um momento em que a cidade sofre com  altos índices de violência e criminalidade. Considerando a desafiadora situação atual, a Celebração Mundial da Paz Interior (WIPC 2018) será de grande valia, trazendo esperança e paz e abrindo caminho para tempos melhores.   Programação   A Celebração Mundial da Paz Interior (WIPC 2018) acontece em seguida ao Dia Mundial da Paz escolhido pela ONU, 21 de setembro. Ao mesmo tempo em que beneficia inúmeras pessoas com a prática da meditação, o MMI reafirma, neste evento, seu compromisso em divulgar e promover três dos dezessete objetivos de desenvolvimento sustentável estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU). No Rio de Janeiro, a expectativa é de receber um público de mais de 1,000 pessoas, o dobro de pessoas que abraçaram a causa e participaram da primeira versão do evento em  2017. Este ano teremos participações inéditas, com a programação dividida nos seguintes módulos:   •          13:00 – 14: 15h. Fórum da Paz Interior (Mente); •          14:15 – 15:30h. Partilha sobre Bem-estar (Corpo); •          15:30 – 17:00h. Intervalo; •          17:00 – 18:30h. Luz da Paz Interior (Espírito); •          18:30 – 19:30h. Concerto da Paz Interior (Emoções).   EVENTO: Celebração Mundial da Paz Interior (WIPC 2018) LOCAL: Cidade das Artes, Avenida das Américas, 3500, Rio de Janeiro DATA E HORÁRIO: Sábado, 22 de setembro a partir das 12:00 INVESTIMENTO: R$ 50,00 (sem camiseta) / R$75 (com camiseta) INSCRIÇÕES: http://eventos.inspireproducoes.com.br/meditacaopelapaz   Realização: Inspire Produções Apoio Institucional:  Cidade das Artes Assessoria de Imprensa: Karla Marcolino (21) 98070-1228 / Katia Carvalho (21) 99986-1052   [+] saiba mais Comida, Diversão e Arte | Harmonização de café Nespresso e sobremesa Abbraccio 18/09 Projetos CDA    Nesta terça-feira receberemos o grupo Abbracio Cucina Italiana apresentando sua parceria para lá de especial com os cafés da Nespresso! Teremos profissionais no asSunto conversando um pouco mais sobre a harmonização entre as deliciosas sobremesas do restaurante e o nosso clássico e tão adorado cafezinho. Além disso teremos a oportunidade de fazer uma pequena degustação destas sobremesas acompanhadas dos deliciosos e diferentes cafés da Nespresso aprendendo um pouco mais sobre essa junção perfeita entre sobremesa e cafezinho, essencial após cada refeição. Sobre o Abbraccio Cucina Italiana A rede de restaurantes de inspiração italiana Abbraccio veio transformar o comum em extraordinário. Com uma cozinha aberta, que permite aos clientes acompanharem a preparação dos pratos, o conceito une a intensidade do aroma e dos sabores característicos da culinária italiana com uma experiência sensorial única. Destaque para a hospitalidade, atendimento caloroso e um mix de produtos que são releituras de clássicos com um toque contemporâneo. A rede pertence ao grupo Bloomin’ Brands.     PROGRAMAÇÃO GRATUITA [+] saiba mais Guarde-me | Obra Coreográfica 01/09 a 16/09 Dança MARCIA MILHAZES COMPANHIA DE DANÇA | RIO DE JANEIRO - BRASIL Dança contemporânea, música Barroca e o universo literário de Cartas - (cartas de amor), debate com o público após espetáculo. Melhor espetáculo de Dança de 2017 pelos Jornais O Globo e Estado de São Paulo. Indicada  - Prêmio APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte – 2017) -  Melhor espetáculo em Dança do primeiro semestre de 2017. Segunda parte de uma trilogia inacabada, que aborda o universo de cartas – cartas de Amor, estas escritas por anônimos e que representam uma temática delicada: a existência. A obra  coreográfica  mergulha no campo emocional de um casal. Juntos, sem linha divisória, propõem que o mundo real se confunda com a dos sentidos. Os dois travam tentativas de ligações afetivas. Um espaço livre que os move entre a força de um silêncio barulhento e o mundo que os acolhe. A música de câmara Barroca, com obras raras da primeira fase deste período com cravo, viola da gamba, violino barroco e flautas renascentistas, tecem  a narrativa destes corpos inundados de gestos – palavras. Corpos - cartas [+] saiba mais Sapucaia Ensemble e Michel Pradelli | Violão | Temporada de Câmara 16/09 Música A Sapucaia Ensemble convida o violonista paulistano Michel Pradelli para um concerto especial. Ele executará à frente do grupo o concerto mais famoso para o instrumento, o Concerto em Ré Maior de Vivaldi para violão e orquestra. Além dessa obra inspiradora, ele tocará a Chaconne, BWV 1004 de Bach. A camerata abre o concerto com o famoso Adágio for Strings de Samuel Barber. Outra novidade é o Concerto Grosso de Álvaro Nascimento Vieira, compositor dos tempos atuais, mas que compôs essa obra exatamente como se fazia no período barroco.   A plateia, com certeza terá uma experiência única!   MICHEL PRADELLI Nascido em São Paulo, Michel Pradelli vem de uma família musical. Bisneto do maestro, compositor e pianista italiano Innocenzo Pradelli, e filho do cantor, compositor e guitarrista uruguaio da Soul Music, Don Betto, teve seus primeiros contatos com a música e o violão com seu pai, ainda quando criança, o que fez despertar uma grande paixão por esse instrumento da família das cordas dedilhadas. Atualmente Michel e seu pai apresentam-se juntos em duo de violões. Bacharel em Música pela USP, sob orientação do Prof. Dr. Gustavo Costa, iniciou seus estudos ao violão erudito em 2004 sob orientação do maestro Pedro Cameron, com quem estudou por 7 anos. Em 2005 ingressou no Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos” de Tatuí onde recebeu orientação dos professores Geraldo Ribeiro, Ângela Muner, Ricardo Grion e Dagma Eid. Participou de masterclasses com renomados professores, destacando Fabio Zanon, Zoran Dukic (Croácia), Michael Lewin (Inglaterra), Jose Antonio Escobar (Chile), Henrique Pinto, Gilson Antunes, Reinbert Evers (Alemanha), Enric Madriguera (EUA), Duo Siqueira-Lima, dentre outros. Participou de diversos cursos de especialização, destacando o “41º e 42º Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão” onde foi bolsista do Curso de Violão, “Seminário de Violão Souza Lima”, “I e II Encontro Internacional de Violonistas de Tatuí”, “Seminário de Violão Vital Medeiros”, entre outros. Como intérprete realizou vários recitais, dentre eles 1ª e 2ª Mostra de Violões do Conservatório de Tatuí, I e II Mostra de Música de Câmara de Sorocaba, Projeto Intercâmbio de Recitais no Auditório da Universidade de Uberlândia, Projeto Concertos do Meio Dia “ARS MVSICA”, “Terças Musicais” no Departamento de Música da FFCLRP-USP, auditório “Dr. Mário Cândido de Oliveira Gomes” em Sorocaba, dentre outros. É integrante do Tasto Guitar Trio, trio que se dedica a revisitar o repertório já consagrado para a formação, transcrever e encomendar novas obras.   [+] saiba mais Nadja Daltro e Amigos | Temporada de Câmara 15/09 Música Nadja Daltro estreia na Cidade das Artes com concerto “Nadja Daltro & Amigos”   Soprano se apresenta no sábado, dia 15, às 20h, no Teatro de Câmara.   A artista Nadja Daltro estreia na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro, em grande estilo. No sábado, dia 15, a soprano se apresenta no Teatro de Câmara para o recital de “Nadja Daltro & Amigos”. Nadja Daltro integrou o Corpo Artístico do Theatro Municipal e atuou como solista acompanhada por orquestras de renome.  Na ópera, interpretou papéis como Musetta (La Bohème), Marcelinna (Le Nozze di Figaro), Nella (Gianni Schicci), Gianetta (Elisir d’Amore), Sophie (Werther), Leila (Pescador de Pérolas), Paquette (Candide), entre outros. No repertório sinfônico e oratório destacam-se obras de Mozart, Fauré, Bach, Vivaldi, Stravisnky e Haendel, além de participações como solista em grandes projetos como, por exemplo, o Projeto Aquarius.   No repertório de “Nadja Daltro & Amigos”, músicas que já se tornaram clássicos na voz do soprano, como Summertime, Valsa da Musetta e Melodia Sentimental, entre outras.   Nadja Daltro será acompanhada pelo barítono Marcelo Coutinho, o piano de Flávio Augusto, o violino de João Daltro, a flauta de Igor Levy e os violoncelos de Ricardo Santoro e Davi de Oliveira.   Marcelo Coutinho, barítono, professor, formou-se em Canto na UFRJ com o título Magna cum Laude, fez Música de Câmara na Áustria e já foi solista em diversos espaços de ópera e concerto, incluindo o Theatro Municipal do Rio de Janeiro.   Flávio Augusto, pianista e professor, foi o único pianista brasileiro a vencer o Concurso Internacional Villa-Lobos e já se apresentou nas Américas, Europa, África e Oceania.   João Daltro, violinista, foi solista da Orquestra do Theatro Municipal do RJ, Spalla da Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB) durante 20 anos e Primeiro violinista do Quarteto da UFRJ, tendo feito turnê internacional na Orquestra de Paul Mauriat, onde foi solista em 56 concertos pela Europa, Japão, Coréia e China.   Ricardo Santoro, violoncelista da OSB e UFRJ, atua com frequência em conjuntos de ponta como o Duo Santoro, Trio Aquarius, Harmonitango e Trio Mignone.   Igor Levy, flautista, é professor, músico de câmera e requisitado concertista.   Davi de Oliveira, violoncelista, é um talento promissor, tendo sido o primeiro colocado no vestibular 2017 para a classe de Violoncelo da UNIRIO.   [+] saiba mais Língua Viva I Literatura 13/09 Arte e Educação DA ESTÁTUA À PEDRA - INVENÇÃO E ESTILO EM SARAMAGO No rastro de nossa poética língua e a luz da psicanálise, o projeto Língua Viva parte da literatura, dos autores e de suas obras, compostas em português, para promover o debate sobre temas que estão constantemente em causa para escritores e psicanalistas, interessando o público em geral.    Ler é uma grande aventura. Nunca mais se é o mesmo depois do encontro com uma grande obra. O escritor, através de sua escrita e estilo, crava as unhas no corpo do leitor, deixando neste últimos as suas marcas, como propõe José Castelo. É no leitor que se reconhece os vestígios, a invenção e o estilo do autor. O leitor faz da literatura "coisa viva".    "...o que realmente me preocupa é o Passado, é sobretudo o destino da onda que se quebra na praia, a humanidade empurrada pelo tempo sempre regressa, levando consigo, no refluxo, uma partitura, um quadro, um livro ou uma revolução. Por isso prefiro falar de vida do que de literatura, sem esquecer que a literatura está na vida e que sempre teremos perante nós a ambição de fazer da literatura vida". (José Saramago em "Da Estátua à Pedra).  COORDENADORES DO PROJETO: ABÍLIO RIBEIRO ALVES E MARÍLIA FLORES    Abílio Luiz Ribeiro Alves, Graduação e Especialização pela PUC-RJ; psicanalista membro da ELP-RJ; coordenador do seminário Política e Ética na Psicanálise; autor do romance Siboney, publicado pela Editora Verve. Marília Flores, graduada e pós-graduada em psicologia pela UFF; psicanalista membro titular da SPID; professora colaboradora da SPB; co-autora do livro "Escritos sobre Psicanálise e Literatura", Ed. Companhia de Freud. Apaixonada por literatura, vem há anos dedicando-se a pesquisar a interface deste campo com a psicanálise, tendo idealizado e coordenado por quatro anos o projeto Interlocuções: Psicanálise e Literatura na Cidade das Artes. [+] saiba mais Comida, Diversão e Arte | Pizza 11/09 Projetos CDA Nesta terça-feira, dia 11/09, a partir de 16h, o nosso colaborador Fábio Mehlem do nosso educativo, vai promover nessa edição do "Comida Arte e Educação'' uma uma incrível experiência de preparar suas próprias pizzas!   Nesta semana iremos compartilhar a experiência de fazer do início a preparação e montagem de uma das receitas italianas mais conhecidas pelo mundo, a Pizza! Desde o preparo da massa, até a finalização com alguns ingredientes orgânicos e totalmente naturais colhidos no dia na Horta da Cidade das Artes.      Esperamos  a todos para este dia de experiência gastronômica!     CONVIDADO: Fabio P. Mehlem   ***** ENTRADA FRANCA ***** [+] saiba mais Comida, Diversão e Arte | Degustação de Canapés 04/09 Projetos CDA Degustação de Canapés      Nessa terça-feira, receberemos o Chef Carioca Ecio Cordeiro de Mello. Paladar e bom gosto são as palavras que melhor definem seu trabalho. Um apaixonado pela gastronomia que, desde 1990, realiza eventos que têm como característica a criatividade e a inovação, o grande diferencial que atribui às Festas de seus clientes. Com ingredientes simples e de fácil acesso, o Chef fará diferentes tipos de canapé, transformando-os em receitas sofisticadas e práticas para que todos possam servir, da melhor forma possível, seus convidados em qualquer tipo de evento. O Chef irá preparar canapés de peito de peru com ervilha e dip de curry e uva com gorgonzola e amêndoas, além de compartilhar um pouco de sua extensa experiência relacionada à gastronomia voltada para eventos.   Convidado: Ecio Cordeiro de Mello [+] saiba mais A Noviça Rebelde | Musical - *ESGOTADO* 19/07 a 02/09 Musical ‘A NOVIÇA REBELDE’ CHEGA AO RIO DE JANEIRO APÓS MAIS DE 100.000 ESPECTADORES EM SÃO PAULO O Atelier de Cultura e a Möeller & Botelho trazem ao Rio de Janeiro o clássico dos clássicos. Apresentado pelo Ministério da Cultura e pela Brasilprev, o espetáculo estreia no Cidade das Artes com Gabriel Braga Nunes, Malu Rodrigues, Marcelo Serrado e Larissa Manoela   Desde que estreou na Broadway, em 1959, ‘A Noviça Rebelde’ se tornou um fenômeno à parte. Nenhum outro espetáculo conquistou uma trajetória de sucesso tão duradoura como a deste musical, inspirado na real história de amor entre uma jovem noviça e um capitão viúvo, pai de sete filhos. Após ganhar oito prêmios Tony, a montagem gerou o famoso longa-metragem (1965) vencedor de cinco Oscars – incluindo o de Melhor Filme – e se instalou para sempre na memória afetiva das gerações que vieram a seguir. Para matar a saudade dos fãs e também apresentar a história para os mais novos, uma nova versão deste clássico estará em cartaz a partir de 19 de Julho no Cidade das Artes. Com direção de Charles Möeller e Claudio Botelho e produção do Atelier de Cultura em parceria com a M&B, o musical é apresentado pelo Ministério da Cultura e pela Brasilprev. À frente de 45 atores e 18 músicos, Malu Rodrigues terá o desafio de viver a protagonista eternizada por Julie Andrews no cinema. Gabriel Braga Nunes interpretará o Capitão Von Trapp, herói da resistência à ocupação nazista sob a Áustria. A superstar Larissa Manoela, que viveu a filha mais nova dos Von Trapp na versão de 2008, retorna ao elenco no papel de Leisel, filha mais velha da família Austríaca. Marcelo Serrado e Alessandra Verney, viverão o casal Tio Max e Baronesa Von Schrader, no contraponto entre o conformismo e a resistência e convenções sociais e o amor. Todos foram selecionados após uma maratona de audições com mais de três mil inscritos. Tal grandiosidade não fica restrita apenas ao elenco e se estende por todo o projeto, que contará com cenografia de David Harris e figurinos de Simon Wells. Os britânicos Harris e Wells são colaboradores de Cameron Mackintosh e vão passar uma temporada no Brasil especialmente para a empreitada. Alguns efeitos especiais inéditos em palcos nacionais, como projeções e um sofisticado design de som, vão também marcar a superprodução. Möeller & Botelho, que assinaram uma elogiada montagem de ‘A Noviça Rebelde’ em 2008, planejaram um trabalho absolutamente diferente do passado, com uma gama maior de recursos técnicos e profissionais especializados. ‘Será algo realmente novo, tanto na concepção artística como na realização. O mais interessante é observar como a história está ainda mais atual e que os valores passados pela Noviça, como lealdade, verdade e bondade, são mais necessários do que nunca. Maria Von Trapp é uma das mulheres mais empoderadas de seu tempo. Ela consegue, sempre com amor e música, amolecer corações e enfrentar inimigos tão desumanos embrutecidos pelo nazismo ascendente da época’, observa Charles Möeller. Criado a partir do livro de memórias de Maria Augusta Trapp (‘The Trapp Family Singers’), ‘A Noviça Rebelde’ imortalizou definitivamente as canções da dupla Rodgers e Hammerstein, papas do Teatro Musical. Compostas para o musical de 1959, canções como ‘The Sound of Music’, ‘Do-Re-Mi’, ‘My Favorite Things’ e ‘So Long, Farewell’ serão cantadas nas versões em português de Claudio Botelho. ‘São Paulo e Rio de Janeiro podem esperar uma superprodução que reunirá um texto e músicas repletos de romantismo e heroísmo, um elenco estelar, combinado com os mais envolventes recursos de luz, projeção e design de som’, afirma Cleto Baccic, presidente do Atelier de Cultura. “Patrocinar a realização dessa montagem é motivo de muito orgulho para a Brasilprev, que tem como diretriz apoiar projetos culturais e esportivos voltados ao entretenimento de toda a família. A história é um clássico que traz mensagens valiosas e, com certeza, irá encantar o público.”, afirma Ângela Beatriz de Assis, diretora Comercial e de Marketing da Brasilprev, empresa patrocinadora do espetáculo.   ‘A NOVIÇA REBELDE’ (‘The Sound of Music’) Música de Richard Rodgers e letra de Oscar Hammerstein II Libreto de Howard Lindsay e Russel Crouse Um espetáculo de Charles Möeller & Claudio Botelho Versão Brasileira: Claudio Botelho Direção: Charles Möeller Direção de Produção Associada: Vinícius Munhoz Coordenação Artística: Tina Salles Cenógrafo: David Harris Figurinista: Simon Wells Direção Musical: Marcelo Castro Direção Residente: Glaucia da Fonseca Coreógrafo: Alonso Barros Visagista: Simone Momo Design de Som: Marcelo Claret Design de Luz: Drika Matheus Design de Projeção: Maze FX Produção: Atelier de Cultura e M&B   Apresentado por: Ministério da Cultura e Brasilprev Patrocínio: EMS e VIVO Apoio: Alelo   Informações para a Imprensa: Loures Comunicação Ana Augusto (ana.augusto@loures.com.br ) + 55 11 2391.5005   + 55 11 97113.5097 [+] saiba mais Duba Grupo Vocal - Pétalas | Temporada de Câmara 02/09 Música "Pétalas" é um show dedicado àquelas canções românticas que falam diretamente ao coração, em belas poesias, eufóricas declarações ou simples palavras tímidas. O repertório traz uma seleção de consagradas composições de Djavan, Lenine, Nando Reis, Stevie Wonder, Jason Mraz e muitas outras, todas cuidadosamente arranjadas pelas próprias integrantes, com uma instrumentação diferente do que o público já espera do Duba! Complementando o quarteto, além dos já conhecidos Diogo Moura (violoncelo) e Victor Santos (percussão), o time aumenta com Renato Reis (contrabaixo e clarineta) e Samuel Azevedo (violoncelo), todos amigos queridos e músicos de Niterói! Sobre o grupo Duba é um grupo vocal feminino de Niterói, recém chegado ao cenário musical da cidade, com a promessa de repaginar músicas populares já conhecidas através de um olhar harmônico e delicado! Formado inicialmente em 2015 na Universidade (UNIRIO) sob a orientação da Professora de Canto Doriana Mendes, o grupo começou com formação mista (homens e mulheres) e repertório que abrangia erudito e popular. No ano seguinte o trabalho prosseguiu na formação de um quarteto feminino, cumprindo então a proposta original do projeto. Desde 2016, o grupo segue como quarteto feminino, atuando de forma independente na produção de arranjos vocais próprios e na montagem de seus shows, e já se apresentou em diversos espaços, como o Solar do Jambeiro, Casa França Brasil, Sala Leila Diniz e Scuola di Cultura. Com seu repertório dinâmico traz Djavan, Coldplay, Los Hermanos, Beyoncé, Dorival Caymmi, Nando Reis, Leonard Cohen e muito mais, a capela ( vozes sem acompanhamento instrumental) , com acompanhamento de violão, piano, violoncelo, ukulele e percussão, com sonoridade rica e vibrante! REPERTÓRIO Certas coisas - Lulu Santos/ Arranjo: Carolina Ferreira All star - Nando Reis/ Arranjo: Leila Telles Trevo - Anavitoria/ Arranjo: Isabella Rollim Minha felicidade - Roberta Campos/ Arranjo: Leila Telles Lucky - Jason Mraz/ Arranjo: Rifftide Acapella e adapt: Lethicia Telles Pra você guardei o amor - Nando Reis/Arranjo: Carolina Ferreira As - Stevie Wonder/Arranjo: Carolina Ferreira Dia branco - Geraldo Azevedo/ Arranjo: Leila Telles Oceano - Djavan/ Arranjo: Leila Telles Céu de Santo Amaro - Flávio Venturini e Caetano Veloso/ Arranjo: Isabella Rollim Pétala - Djavan/ Arranjo: Leila Telles Último Romance - Los Hermanos/ Arranjo: Carolina Ferreira [+] saiba mais Trio Mignone | Temporada de Câmara 01/09 Música TRIO MIGNONE   Afonso Oliveira, flauta Ricardo Santoro, violoncelo Miriam Grosman, piano   O Trio Mignone foi criado em 2002 com o objetivo de promover o registro inédito em CD de duas belíssimas obras do Maestro Mignone: os Trios para flauta, violoncelo e piano. Lançado em 2006 na Sala Cecília Meireles, o CD obteve a condecoração máxima de 5 diapasons da prestigiosa Revista “Diapason”. Devido à grande afinidade entre os músicos, todos profissionais da Escola de Música da UFRJ, o Trio Mignone vem mantendo ao longo desses anos, uma trajetória constante de apresentações nas principais salas de concertos do Brasil. Com grande receptividade do público e da crítica especializada, o Trio tem como um dos seus principais objetivos a divulgação da música brasileira de concerto, em especial a de Francisco Mignone. AFONSO OLIVEIRA (flauta) Graduou-se em flauta na Escola de Música da UFRJ e concluiu o mestrado na mesma instituição, onde leciona desde 1999. Estudou flauta e interpretação musical com grandes professores do cenário musical brasileiro como Eduardo Monteiro, Celso Woltzenlogel e Noel Devos. Atuou em diversas formações instrumentais, dentre elas a Banda Sinfônica do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro, a Orquestra Sinfônica Brasileira, a Orquestra Petrobras Sinfônica e a Orquestra Sinfônica da UFRJ. Dedicou-se à performance da música barroca com participação em diversas apresentações com o grupo “Brasil Barroco – coro e orquestra”, com o conjunto instrumental “Núcleo XVIII”, dirigido pelo cravista Marcelo Fagerlande, além de ter se apresentado como solista da Suíte nº2 - BWV 1067 - de J. S. Bach com a Orquestra Sinfônica da UFRJ. É integrante do Trio Mignone, grupo que já recebeu diversos artigos elogiosos da crítica especializada, com o qual gravou o CD “Francisco Mignone – obras para flauta, violoncelo e piano. Apresenta-se com regularidade em importantes salas de concertos do Rio de Janeiro. RICARDO SANTORO (violoncelo) Iniciou seus estudos musicais com seu pai, o contrabaixista Sandrino Santoro. É Mestre pela UFRJ e violoncelista da Orquestra Sinfônica Brasileira e da Orquestra Sinfônica da UFRJ. Como solista, se apresentou à frente de várias orquestras, entre elas a Orquestra Sinfônica Brasileira por quatro vezes. Faz parte dos conjuntos: Duo Santoro (violoncelos), Trio Aquarius (piano, violino e violoncelo), Trio Mignone (piano, flauta e violoncelo), e Harmonitango (piano, gaita e violoncelo), com os quais se apresenta regularmente por todo o Brasil. Com o prestigiado Duo Santoro, já se apresentou no famoso Carnegie Hall de Nova York e lançou o CDs “Bem Brasileiro” e “Paisagens Cariocas”. Gravou também os CDs “Trios Brasileiros” e “Peace to thecity”, com o Trio Aquarius; “Francisco Mignone - Obras para flauta, violoncelo e piano”, com o Trio Mignone; e “Harmonitango”, com o Harmonitango. É responsável pela primeira audição mundial de obras de alguns dos maiores compositores brasileiros, tais como Edino Krieger, João Guilherme Ripper, Ronaldo Miranda, Villani-Côrtes, Ricardo Tacuchian, entre outros. MIRIAM GROSMAN (piano) Doutora em Artes Musicais (DMA), título concedido pela Catholic University of América, em Washington DC, é também Mestre em Música pela UFRJ. Professora Titular da UFRJ, realiza Master Classes e Cursos voltados para aspectos didáticos e interpretativos. Vários de seus ex-alunos vêm se destacando como intérpretes e professores, no cenário musical nacional e internacional. Paralelamente à docência, desenvolve atividade artística relevante como solista e camerista, com apresentações no Brasil, Portugal, Espanha, Áustria, Itália e Estados Unidos, onde o repertório apresentado no exterior, assim como o de alguns de seus CDs, contempla em especial a música brasileira para piano. Integra o Trio Francisco Mignone com o violoncelista Ricardo Santoro e o flautista Afonso Oliveira, com gravações que incluem os dois trios inéditos do compositor para esta formação. Sobre a interpretação dos 6 Estudos Transcendentais de Francisco Mignone, Carlos Dantas declara: “a pianista Miriam Grosman nos dá uma versão que prima pela dinâmica filigranada, pela conduta técnica dominada senhorilmente. Performance nota 10”. (Tribuna da Imprensa, 3 de maio de 2006).     [+] saiba mais Esclerose Múltipla e a Qualidade de Vida I Encontro 01/09 Arte e Educação Dando continuidade ao “Agosto Laranja”, no dia 01/09 o Projeto 50 metros em parceria com a Cidade das Artes realizará um grande evento para falar sobre a Esclerose Múltipla (EM), doença autoimune, crônica e sem cura onde as células de defesa do organismo atacam o próprio sistema nervoso central, provocando lesões cerebrais e medulares. Acreditando que deve se falar sobre a EM durante todo o ano em eventos e encontros, teremos uma manhã com grandes profissionais que debaterão diversas questões em torno da doença. Idealizado pelo profissional de Educação Física e Personal Trainer, diagnosticado com a doença, Wellington Oliveria, o Projeto 50 metros, propõe o exercício físico regular como grande aliado na luta contra a Esclerose Múltipla. Inspirado na história do filme “100 Metros”, Wellington teve a ideia de criar para si, para médicos e outros pacientes o projeto, onde se desafia diariamente a uma rotina regrada e desgastante de treinos de bicicleta, corrida e natação em conjunto com uma dieta equilibrada e meditação para participar do Ironman 70.3, uma prova que para completá-la será preciso nadar 1.900 metros em mar aberto, pedalar 90 km e depois disto tudo, correr 21 km. Venha fazer parte dessa manhã e entender como pessoas diagnosticadas com Esclerose Múltipla podem ter mais qualidade de vida por meio de exercícios físicos.     Programação: 08h45 – Abertura               Wellington Oliveira (Prof. Esp. Ed, Física)   09h00 – Meditação e terapias complementares               Lyana Salomão (Coach e Terapeuta)               Prática de meditação               Andressa Miranda (Prof. Esp. Ed. Física)   09h30 – Dieta e Esclerose Múltipla (EM)                Bianca Genoese (Nutricionista)   10h00 – A importância da conduta terapêutica e tipos de tratamento para a EM               Marcos Alvarenga (Neurologista)   10h40 – Coffee Break e Socialização   11h00 – A importância da Autoestima na EM               Juliana Menezes (Escritora)   11h20 – Os benefícios do exercício de força na EM               Tarcísio Maia (Prof. Esp. Ed. Física)   11h50 – Reabilitação em função dos exercícios proprioceptivos e funcionais              Wellington Oliveira (Prof. Esp. Ed. Física)   12h20 – Espaço conhecer: momento livre para interação com participantes do evento em prol da qualidade de vida               Mesa Redonda   12h40 – Encerramento  [+] saiba mais Scrapbooking | Oficina da Lolli 01/09 Arte e Educação Nesse sábado, dia 01/09, a Oficina da Lolli, com o apoio do blog Mãe de Três RJ, promoverá uma atividade artesanal para as crianças. A oficina de artes manuais ensinará a arte do scrapbooking para exercitar a criatividade dos pequenos. As crianças farão duas peças: um cartão e um marcador de livro.   O Scrapbook é, basicamente, um álbum de recordações feito com recortes para registrar momentos de forma criativa. Não são usadas apenas fotos, mas sim qualquer item que possa trazer à lembrança esses momentos, como bilhetes, ticket aéreo, textos, etc. Essa técnica é usada há mais de 100 anos, tendo evoluído e se desdobrado para diversas áreas do artesanato. Dessa forma, quando estamos dando vida aos recortes de papel, já podemos dizer que estamos fazendo scrap.   Inscrições: cursos.cidadedasartes@gmail.com ou (21) 3325-0448  * Vagas Limitadas *   Instagram: @oficinadalolli   Realização:   Apoio: [+] saiba mais Zona Oeste Viva | O Valor da Cultura e do Esporte para a Saúde Pública 29/08 Arte e Educação Zona Oeste Viva!   Iniciativa busca articular e fortalecer a rede de artistas e empreendedores sociais da zona oeste.   A zona oeste do Rio de Janeiro é a região com a maior população da cidade (41% dos cariocas vivem aqui), onde a Cidade das Artes é o maior equipamento público. Paradoxalmente, a zona oeste também lidera os piores Índices de Desenvolvimento Humano do Rio. Como garantir os direitos sociais fundamentais a essa parcela da população? Qual o papel da cultura nesse processo?  Um equipamento –cidade pode otimizar e potencializar a organização e o fluxo da vida criativa na região? Dessas provocações nasce o "Zona Oeste Viva!", um espaço de contato democrático, dinâmico, interativo e cocriativo de trocas de saberes e fazeres entre artistas, intelectuais, coletivos, produtores, educadores e o público, de modo horizontal, gratuito, olho no olho. É um espaço para pensar e agir na zona oeste e que agrega uma conexão com a cidade inteira.   Segundo pesquisa publicada pelo Instituto do Coração Edson Saad- UFRJ, "o risco de um morador de Santa Cruz ter um AVC é dez vezes maior do que o morador da Gávea". A partir disso, vamos bater um papo com o Dr. Nelson Albuquerque de Souza Silva, Dr. Vitor Pordeus, Daniela Fontan e Flávio Marimba, trazendo o tema: O valor da cultura e do esporte para a saúde pública. O encontro será dia 29 de agosto de 2018 às 19h, na sala de leitura da Cidade das Artes, na Barra.    O Zona Oeste Viva é uma realização da Trilhos Produções Artísticas em parceria com a Fundação Cidade das Artes e apoio da Editora Malê e da Casa Fluminense.   Convidados:   Nelson Albuquerque de Souza e Silva, médico e professor Emérito da UFRJ. Professor Titular de Cardiologia do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina – UFRJ e Diretor do Instituto do Coração Edson Saad - Universidade Federal do Rio de Janeiro.     Vitor Pordeus, nascido e criado em Realengo e Ator desde os 9 anos de idade, formou-se em medicina na UFF em 2005, especializou-se em imunologia com os professores Nelson Vaz na UFMG-Belo Horizonte, Yehuda Shoenfeld na Universidade de Tel Aviv e Irun Cohen no Instituto Weizmann ambos em Israel. Foi coordenador fundador do Núcleo de Cultura, Ciência e Saúde na Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura do do Rio de Janeiro, e do Hotel e Spa da Loucura no Instituto Municipal Nise da Silveira (ex-Centro Psiquiátrico Pedro II, Engenho de Dentro) de 2009 a 2016. É Fundador da Universidade Popular de Arte Ciência UPAC.com.br, do Teatro de DyoNises, e é Professor Associado da Divisão de Psiquiatria Transcultural da Universidade McGill em Montreal - Canadá onde acaba de concluir tese de doutoramento em psiquiatria transcultural e social sob orientação dos renomados psiquiatras culturais Jacques Arpin, Laurence Kirmayer e Jaswant Guzder.     Daniela Fontan, atriz. Formada em Belas Artes pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), contabiliza uma série de peças e novelas em seu currículo. Seu primeiro papel na televisão, foi Suzana. Em 2007, a atriz fez parte do elenco da novela Eterna Magia de Elizabeth Jhin. Desde 2009, interpreta a palhaça Azeitona de Oliveira, no Roda Gigante, grupo de palhaços que visita hospitais e casas de saúde. Na TV Globo, a atriz também trabalhou na minissérie Dalva e Herivelto - Uma Canção de Amor de Maria Adelaide Amaral no papel de Edith, em Escrito nas Estrelas, Além do Tempo e recentemente na novela O Outro Lado do Paraíso no papel de Janete, uma empregada fofoqueira.     Flávio Marimba é professor formado em Educação Física pela Universidade Moacyr Sreder Bastos. Ex- atleta de vôlei e árbitro de vôlei de praia e futevôlei pela Confederação Brasileira de Voleibol. Possui ampla experiência em projetos de promoção da aptidão física e qualidade de vida para todas as idades. Atua como personal trainner em academias, treinamento funcional e preparador físico para concursos públicos; também é coaching e influenciador digital em qualidade de vida.   Mediador   Pablo Ramoz é ator, produtor cultural e morador de Santa Cruz, zona oeste do Rio. Pesquisa e atua em periferias e favelas da cidade metropolitana. Universidade das Quebradas- UFRJ. Cursando a Especialização em Gestão Cultural Contemporânea,- Itaú Cultural . Mediador.     Performances artísticas   Missão Artística Casa Projeto sem partido político ou religião formado pelo CASA – Coletivo Artístico Sustentável e Alternativo e artistas voluntários a fim de questionar e subverter o acesso à arte na periferia do Rio de Janeiro.   ACAPS - Trupe Anima Circ - Unicirco Marcos Frota. Projeto promove aulas e oficinas teóricas e práticas de habilidades circenses e trabalha a inclusão social através do circo.   Ambos os coletivos são da Favela do Aço, em Santa Cruz, onde a maior parte da população está em situação de risco social, abaixo da linha da pobreza.     Conheça mais sobre o Zona Oeste Viva: https://globoplay.globo.com/v/6679826/?utm_source=facebook&utm_medium=share-bar https://globoplay.globo.com/v/6688077/program [+] saiba mais Nefelibato | Monólogo 04/08 a 26/08 Teatro   Luiz Machado leva sua atuação visceral a lindo espetáculo. Monólogo é dirigido por Fernando Philbert com supervisão de Amir Haddad “Luiz Machado encarna com força e maestria um homem visceral” Claudia Chaves (site Lu Lacerda, IG)   ...“texto reflexivo, atuação competente e uma história que nos comove” Marcelo Aouila (blog Aouila no Teatro)   SINOPSE Era o ano de 1990, e o país voltava a ter um governo eleito democraticamente. A inflação galopante exigia medidas drásticas. A saída da nova equipe econômica foi confiscar parte da caderneta de poupança da população. Tal medida levou milhares de brasileiros ao desespero e à bancarrota. Muitos enlouqueceram. Esse é o caso de Anderson, que amargou outras perdas em sua vida: seu negócio (uma agência de viagens), um ente querido e um grande amor. Isso tudo o leva a perambular pelas ruas. Esse andarilho é a figura central de Nefelibato, monólogo de Regiana Antonini que Luiz Machado leva à cena para celebrar seus 20 anos de carreira. A montagem tem direção de Fernando Philbert, supervisão de Amir Haddad e reabriu, em 2016, o porão da Casa de Cultura Laura Alvim. Findas as sessões, era comum o ator receber, demorados abraços do público, emocionado com sua entrega cênica. Esse trabalho, tido por muitos como visceral, poderá ser visto num outro palco: o da Cidade das Artes na Sala Eletroacústica, na Barra da Tijuca, onde cumprirá, a partir de 4 de agosto, sua quarta temporada na cidade. O quanto de loucura é necessário para o ser humano não perder a própria vida? Essa pergunta perseguiu o diretor Fernando Philbert ao longo do processo da montagem. “Quis tratar do instinto de sobrevivência que o ser humano tem e que ele esquece que tem”, salienta o diretor antes de chamar a atenção para um certo grau de consciência que o personagem tem de sua condição: “Para não se matar ou matar alguém ele vai para a rua. Viver na rua é o caminho que ele encontrou para continuar vivo”. Anderson é alguém que vive situações limite.  Um equilibrista no fio tênue entre lucidez e loucura, vida e poesia.   Mais sobre Luiz Machado: Luiz Machado formou-se ator pela Universidade do Rio de Janeiro (Uni-Rio) em 1994. No teatro, trabalhou em 32 peças, tendo produzido quatro delas. Nesse meio, trabalhou com grandes nomes como João Bethencourt (de quem foi também assistente em “Como matar um playboy”), Maria Clara Machado, Domingos Oliveira (com quem trabalharia também na TV e no cinema) e João Fonseca, entre outros. Na TV, integra a segunda temporada da série “Magnifica 70” (HBO), com direção de Claudio Torres, e está no ar na série “Família imperial”, co-produção do Canal Futura com a TV Globo e direção de Cao Hamburguer. Só nesta última emissora, atuou em mais de 30 produções, entre novelas (“Flor do Caribe” e “América”), humorísticos (“Zorra total”, “A grande família”, “A diarista” e “Sob nova direção”, entre outros) e seriados. Atuou também em cinco novelas da Record (“Poder paralelo” e “Chamas da vida”, entre outras) e em filmes como “Paixão e acaso”, de Domingos Oliveira, “Transeuntes”, de Eric Rocha e “Nosso lar”, de Wagner de Assis, baseado na obra homônima de Chico Xavier.   Ficha técnica: Texto: Regiana Antonini Interpretação: Luiz Machado Supervisão artística: Amir Haddad  Direção: Fernando Philbert Cenografia e figurino: Teca Fichinski Iluminação: Vilmar Olos Direção de movimento: Marina Salomon Preparação vocal: Edi Montechi Assistência de direção: Alexandre David Assessoria de imprensa: Fábio Amaral Design gráfico: Claudio Sales Direção de produção: Joaquim Vidal Realização: LM Produções Artísticas e Melhor a Doi2   Mais informações: Minas e Ideias (Assessor de Imprensa) Fábio Amaral (21) 98635-5636         [+] saiba mais Junta local de Inverno | Feira 25/08 e 26/08 Feira A Junta Local estará de volta à Barra da Tijuca em sua temporada de inverno de feiras. Esta será a quarta feira do coletivo de pequenos produtores que promove a comida boa, local e justa na Cidade das Artes.    As feiras da Junta Local são uma oportunidade única para comer bem e conhecer os produtores que fazem parte da plataforma de aproximação e mudança do sistema alimentar proposta pelo projeto (http://www.juntalocal.com), originado em agosto de 2014 em Botafogo.    Nos dias 25 e 26 de agosto, mais de 50 pequenos produtores ocuparão a Praça da Cidade das Artes, com enorme variedade de produtos, desde hortifrúti orgânicos, pães e queijos artesanais, vinhos, cervejas artesanais e comidas feitas com os melhores ingredientes locais haverá uma ala com produtores veganos com curadoria do Coletivo Primavera.    Como parte da programação, haverá música ao vivo, oficina de horta urbana e de teatro.    Convidamos a todos a trazerem suas toalhas e cestas para realizarmos piqueniques e curtir o pôr do sol no jardim da Cidade das Artes. Animais de estimação bem-vindos.     ENTRADA GRATUITA   [+] saiba mais Palestra Cuidar de Quem Cuida 25/08 Arte e Educação O Grupo Decolei, especializado no Desenvolvimento Coletivo de Educação Inclusiva, vai apresentar, no dia 25 de agosto, a palestra “Cuidar de quem cuida”, oferecida para apoiar pais, responsáveis e cuidadores de crianças e jovens com deficiência e necessidades especiais.   As expectativas que envolvem o desejo de ter um filho envolvem, muitas vezes, o planejamento de como será essa criança e quais características físicas e psicológicas marcam sua presença na dinâmica familiar. Quando falamos de um filho com deficiência, o medo, a raiva, a culpa e outros sentimentos podem fazer parte do repertório de emoções no período pré e pós-natal. Reconhecer e aceitar a condição do filho por mais difícil que seja é necessário para que os vínculos sejam fortalecidos.   Para cuidar de alguém, é necessário cuidar de si mesmo, suprir as próprias necessidades, reconhecer suas limitações e dores. Dentro desta proposta, o grupo de educadores tem o propósito de desenvolver práticas inovadoras na educação inclusiva, voltada para professores engajados que desejam impactar a relação ensino/aprendizagem através de modelos concretos de educação alternativa.   Na palestra, viremos abordar os temas que circundam o acompanhamento de pessoas com necessidades especiais e deficiência, o meio das relações como se desenvolvem, e a importância de buscar vias de expressão emocional e suporte para lidar com a enorme gama de situações vividas. Durante a atividade, as crianças e adolescentes que vierem na companhia de seus pais, serão bem-vindos e poderão participar das oficinas de brinquedos com sucatas, contação de histórias e oficina de artes coordenadas por nossa equipe de psicopedagogas: Ana Claudia Rente e Joyce Fernandes.   Convidadas: Gisele Baptista e Catarina Pereira Atividade infantil: Ana Claudia Rente e Joyce Fernandes     PALESTRANTES Gisele Baptista é psicóloga escolar, possui formação em Educação Parental e atua no contexto clínico, com especialização em Educação Especial e Inclusiva. É mestranda em Educação Especial pela Universidade Fernando Pessoa Portugal.     Catarina Pereira é pedagoga com especialização em psicopedagogia, foi coordenadora de equipe do Instituto Helena Antipoff da Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro e responsável pela formação de professores.   [+] saiba mais MAKTUB | Contação de História, Danças e Teatro 25/08 Arte e Educação No dia 25 de Agosto, a Maktub Escola de Artes e a Cidade das Artes prepararam um espetáculo voltado para o público infantil com as seguintes apresentações: -          Contação de História com Inserções Teatrais. A história apresentada será “Tuca, não morda a professora!” -          Coreografias feitas por nossos alunos infanto-juvenis (Ballet, Danças Comerciais e Jazz) -          Espetáculo Teatral “Sonho de Uma Noite de Verão” realizado pela cia. Criançar de teatro infanto-juvenil da Maktub   Conhecendo a Maktub Escola de Artes A Maktub Escola de Artes traz uma proposta inovadora para o mercado carioca, seguindo o padrão americano e reunindo várias atividades artísticas em um único local. Oferecemos aulas de diversas modalidades de Dança, Instrumentos Musicais, Teatro, Canto, Artes Plásticas, Modelo e Manequim e tudo o mais que estiver relacionado a arte em um espaço moderno, confortável, com salas espaçosas e tecnologia de primeiro mundo. Cuidamos com muito carinho da nossa Escola, por isso investimos em pisos flutuantes, para proteger as articulações de nossos alunos, profissionais altamente preparados, e muito espaço e conforto. Acreditamos que a Arte pode transformar as pessoas, e que temos muito o que aprender com a Arte do outro.   Realizadoras Somos uma família com anos de engajamento nas pesquisas artísticas.     Maria Elizabeth Mendonça dos Santos Professora, Psicóloga com formação em análise maiêutica – existencial, Mestre em Educação Especial e Atriz. Atuando diretamente com crianças há mais de 40 anos. Trabalhou no Instituto Helena Antipoff aonde foi coordenadora psicopedagógica e assessora de direção. Dirigiu a Escola Especial Dr. Ulisses Pernambuco no Hospital Pedro II. Ministrou cursos e participou como palestrante em congressos. Autora de artigos publicados. Formou-se em teatro buscando a Arte como facilitadora nos processos psicológicos, criando o NÚCLEO CRIANÇAR, método de pesquisa auxílio ao desenvolvimento infantil através das histórias infantis. Especializou-se em Contação de História na CAL e participou de espetáculos teatrais adultos e infantis. Coordenadora do Núcleo Infanto-Juvenil da Maktub. CRP 05/6729 DRT 48209     Camila dos Santos Ferreira       Médica formada pela Universidade Gama Filho, com residência em Ortopedia no Hospital de Força Aérea do Galeão (HFAG) e especialização em Ortopedia Infantil no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (INTO). Cursou, também, marcha normal e patológica na AACD SP. Iniciou suas aulas de dança aos 5 anos de idade e nunca mais parou. Sapateia há 28 anos e totaliza 12 anos de ensino. Premiada como coreógrafa e sapateadora em festivais nacionais e internacionais, por exemplo, no festival de dança de Joinville, Performing Arts na Disney e All Dance Brasil. É coordenadora da parte artística da Maktub Escola de Artes. CRM 5287369-1 DRT 32597     Carolina dos Santos Fernandes Atriz, Cantora, Bailarina, Roteirista e Apresentadora do programa Surfland no SBT Rio. Formada em Teatro Musical pela New York Film Academy e Técnicas Teatrais pela Stella Adler em Los Angeles. Cursou Tablado, ArtCênicas, CAL, Laura Alvim e Wolf Maya. Professora de Teatro, Modelo e Manequim e de Dança há mais de 10 anos. Já atuou em diversas peças e musicais como Dias de Luta Dias de Gloria CBJr, Universo Íntimo, Rapsodia, Minha Adorável Verde Vida e The Odd Ball em New Jersey. Participou do filme EAS Esquadrão Antissequestro e na Tv fez Divertics na Globo. Integrou algumas companhias de dança ao longo de sua carreira e é formada em Comunicação Social pela Puc-Rio. Diretora teatral da Maktub Escola de Artes. DRT 34889   Site: www.maktubescoladeartes.com.br Contato: contato@maktubescoladasartes.com.br   Contato: (21) 31903587 ou  (21) 993771200 Facebook: Maktub Escola de Artes  Instagram: @maktubescoladeartes [+] saiba mais