Fundação Cidade das Artes

Programação » Sarau Engajado do Jornal Plástico Bolha

Evento Encerrado

Sarau Engajado do Jornal Plástico Bolha



SARAU ENGAJADO DO PLÁSTICO BOLHA

 

 

Eventos no Rio de Janeiro e em Minas Gerais promovem nova edição do jornal literário, editado por Lucas Viriato.

 

Na capital carioca, encontros acontecem nos dias26 de junhono Midrash e7 de julho na Cidade das Artes, com entrada franca.

Criado em 2006 por um grupo de estudantes, o jornal Plástico Bolha tornou-se uma das mais respeitadas publicações de literatura do país. Com tiragem atual de 13 mil exemplares, distribuído em 13 estados do Brasil, o jornal chega à 39ª edição mais engajado do que nunca, refletindo sobre o atual momento político do país. Estão lá textos de Peter Pál Pelbart, Tchello d'Barros, Paulo Henriques Britto, Ricardo Aleixo, Antonio Miranda, Gregório Duvivier, Leoni, entre outros.Uma série de eventos marcam o lançamento.

No dia 7 de julho (sábado), outro sarau, na Cidade das Artes (Barra da Tijuca) celebra o início da parceria do Plástico Bolha com o centro cultural, onde o jornal passa a ser distribuído gratuitamente.A ideia é fazer uma leitura conjunta, com autores e pessoas do público. Estão previstos, ainda, lançamentos em Juiz de Fora e em Tiradentes (MG).

A nova edição do Plástico Bolha destaca-se pela reunião de textos de forte impacto, como resposta à atual situação política do país. Estão lá um artigo inédito do filósofo Peter Pál Pelbart, além de poemas visuais de Tchello d'Barros. Dividem o espaço também poetas consagrados, como Paulo Henriques Britto, Ricardo Aleixo e Antonio Miranda, e autores debutantes, como Geovani Martins e Gregório Duvivier. O músico Leoni estreia no jornal como poeta e imagens a partir de obras da pintora Marina Rheingantz embelezam a edição. 

É possível colaborar com o projeto Plástico Bolha na plataforma de financiamento coletivo Apoia.se: https://apoia.se/plasticobolha.

 

SOBRE O PLÁSTICO BOLHA

Criado em 2006 por alunos do curso de Formação do Escritor da PUC-Rio, o jornal de literatura Plástico Bolha é hoje uma vitrine multimídia que se apresenta através de diferentes plataformas físicas e digitais. Com tiragem de 13.000 exemplares e distribuído em 13 estados do Brasil, o Plástico Bolha já publicou cerca de 500 autores apenas no jornal impresso — além de outras centenas em suas mídias virtuais — formando uma lista que continua crescendo, apresentando lado a lado autores inéditos e já consagrados. Com antologias lançadas em livros, textos publicados diariamente na internet e eventos culturais organizados pela equipe, o Plástico Bolha está sempre em busca das mais diversas formas de comunicação, atuação poética e divulgação da literatura. Em 2015, o projeto desdobrou-se na exposição Poesia Agora, que atraiu cerca de 200 mil pessoas ao Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo. Em 2017, a Caixa Econômica Federal assumiu o patrocínio da exposição, que foi exibida na CAIXA Cultural Salvador, de 14 de março a 27 de maio, e do Rio de Janeiro, de 10 de junho a 6 de agosto.

 

Participação musical: 

SILVIA CASTRO e PAULO BI. 
 

Silvia é atriz, contadora de histórias, educadora, poeta. Desenvolve há mais de vinte anos projetos diversificados na área leitura e produção de textos. Esteve em Cuba, Colômbia, México representando o Brasil como narradora de contos. Acredita que contar é estar aqui, mas ir além. Conheça seu livro de poemas PRIMEIRO. Acesse o link:  https://issuu.com/silviacastrocantaeconta/docs/primeiro

 

Paulo músico, intérprete, compositor, contador de histórias. A poesia e meio para as suas composições e é ponte para a releitura de poemas, quando coloca música en alguns deles, explorando-lhes a sonoridade e o ritmo. Esteve no Peru, Uruguai, Colômbia divulgando seus trabalhos. Para saber mais, acesse: 

 

www.paulobi.com

 

Contatos:

21-99968-8257

paulobi@paulobi.com

 

Projetos CDA

Informações Gerais

Datas

07/07

Horários

Sábado - 18h

Local

Cidade das Artes

Sala

Sala de Leitura

Classificação Etária

Livre

Programação Gratuita

Demais Eventos da Programação

Acompanhe nossa Programação On-line 17/04 a 28/12 Projetos CDA Você #ficaemcasa e a gente te entrega ao vivo: CULTURA, EMPREENDENDORISMO, CONHECIMENTO, ARTE, GASTRONOMIA, MÚSICA E MUITO MAIS.   Acompanhe a programação online que preparamos para você em nossas redes sociais: Facebook: cidadedasartes Instagram: cidadedasartes_ Twitter: fundcda Youtube: CidadedasArtes   Você é nosso convidado! Vem com a gente! [+] saiba mais Drive-in das Artes | Vendas Abertas 18/06 a 30/11 Outros Cine Drive-in das Artes é a mais nova opção de diversão para os cariocas A tela de mais de 200m² foi montada no estacionamento da Cidade das Artes e o local pode receber até 100 automóveis simultaneamente, com duas pessoas para sessões adultas e quatro, sendo duas crianças, para os filmes infantis. Todas as regras de segurança e higiene por causa da pandemia da Covid-19 serão seguidas e as vendas só acontecerão online. "A Palonvitas se uniu à Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da Cidade das Artes para oferecer ao carioca mais uma opção de lazer em meio a esse momento delicado que vivemos. Queremos trazer de volta o prazer das pessoas verem um filme sem ser em casa. E tudo com a máxima segurança", explicou Felipe Palermo, um dos idealizadores do projeto e sócio da Palonvitas.  Para a prevenção de riscos à saúde de visitantes e funcionários, a novidade que se tornou símbolo da retomada das atividades culturais da pasta conta com um planejamento elaborado a partir de normas higiênico-sanitárias, como as Regras de Ouro e o protocolo específico para eventos criados pela Subsecretaria de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses. "Desde o início das restrições nós refletimos com outros órgãos da Prefeitura, setor cultural e a sociedade civil, as formas de oferecer entretenimento e arte à população. Durante esse tempo, a secretaria realizou atividades online com um empenho incrível de nossas equipes. Só nas nossas redes, cerca de 370 mil pessoas curtiram projetos de sucesso como o Vira Rio Cultural no Dia do Trabalhador, ou o Cinema nas Janelas da RioFilme. A Cultura nunca parou, mas agora o Drive-In simboliza a retomada com todo o charme do cinema dos anos 70, em um momento que discutimos protocolos sanitários para a reabertura dos equipamentos com segurança", explicou o secretário municipal de Cultura, Adolfo Konder. A venda exclusiva de ingresso online é uma das medidas de prevenção e combate ao novo coronavírus. Na entrada do drive-in, um funcionário usando equipamentos de proteção individual (EPIs) vai orientar o público sobre a localização da vaga comprada pela internet. Os lanches serão entregues através da janela do carro e somente com a utilização das máscaras. E para ir ao banheiro, o visitante será transportado em um carrinho de golfe. Não haverá filas e os sanitários serão higienizados a cada uso. "Assim que saiu o decreto em março, nós pensamos que o Drive-In seria uma alternativa realmente viável porque o contato pessoal é zero, você não sai do carro. Começamos a buscar parcerias e hoje temos muita alegria de realizar esse projeto para a cidade do Rio de Janeiro. Idealizamos todos os detalhes para trazer o charme do drive-in dos anos 70, e agora a ideia é expandir e pensar em novas atrações ao ar livre, considerando o excelente espaço que temos", resume a presidente da Cidade das Artes, Renata Monteiro. [+] saiba mais