Fundação Cidade das Artes

Programação » David Chew | 50 anos na música e 65 anos de vida

Evento Encerrado

David Chew | 50 anos na música e 65 anos de vida



David Chew celebra seus 50 anos de carreira e 65 anos de vida, dia 02/05, quarta-feira, na Cidade das Artes

Lançando seu DVD CHEWFACES e em produção final do Rio Cello Encounter 2018, violoncelista faz concerto de comemoração recebendo no palco grandes amigos, como Linda Bustani e o quarteto LINDARTE, Gilson Peranzetta, Felipe Prazeres, Fernanda Canaud , Blas Rivera e membros do quarteto da UFF, Cecilia Gonzales Andre Carvalho, dentre outros.

Recentemente condecorado pela Rainha da Inglaterra por seu importante trabalho que vem desenvolvendo na área da música, David Chew chega aos seus 50 anos de carreira com fôlego de sobra para dar conta de tantos projetos. Para comemorar a efeméride, o violoncelista inglês, radicado no Brasil há 38 anos, fará um concerto especial celebrando, inclusive, seus 65 anos de vida.

O concerto será no dia 02 de maio, quarta-feira (data do seu aniversário), às 20h, na Cidade das Artes. No programa, obras de  J.S Bach, C.Saint Saens, H,Villa-Lobos e  R.Schumann, além de composições de Gilson Peranzetta e Blas Rivera, que, inclusive, se apresentarão ao lado do violoncelista. Outros grandes amigos não deixarão a data passar em branco e participarão desta grande festa: Linda Bustani, Gilson Perenzzetta, Blas Rivera, Fernanda Canaud, Felipe Prazeres, Michel Bessler, Bernardo Fantini, Tomaz Soares, Ubiritan Rodrigues e bailarinos de tango Cecilia Gonzales e Andre Carvalho. No dia, será lançado o DVD CHEWFACES, com música clássica e popular, cuja venda será revertida para arrecadar fundos para o Rio Cello Encounter 2018.

A edição deste ano do maior festival de violoncelos do país está, até o momento, sem patrocinador, entretanto o violoncelista lança mão de diferentes recursos para poder manter acesa sua grande paixão. Para David Chew, “em tempos de crise e, com a falsa promessa de fornecer serviços tão essenciais como saúde e educação, diversas fontes têm aberto mão de investir em cultura. Com a certeza de considerarmos a Arte algo tão vital para nossa sociedade, toda a família Rio Cello soma esforços para levar esperança e Luz ao nosso povo através da Arte, com mínimos recursos financeiros”. Para o violoncelista, esta ação é “essencial para que vençamos o desânimo e consigamos recuperar o entusiasmo para seguir adiante. Como diria o filósofo Nietzsche, sem a música, a vida seria um erro, uma tarefa cansativa, um exílio”.

Idealizado e capitaneado pelo músico desde a sua primeira edição, em 1994, o Rio Cello Encounter traz em sua programação, além de concertos, espetáculos de dança, exposições de arte, masterclasses e workshops. Tudo inteiramente gratuito. O sonho de Chew apaixonado pelo Brasil, é popularizar a música clássica, além é claro, de homenagear o maestro Villa-Lobos, sua maior inspiração. “Nossa intenção é levar o poder de transformação social da música a espaços públicos e comunidades. No início, era um encontro de violoncelistas, mas o projeto cresceu e hoje recebe diversos instrumentos e múltiplas linguagens artísticas. Desta forma o festival alcança seu principal objetivo que é incluir a música na vida diária de todas as pessoas”, declara o músico.

Teatros, centros culturais, igrejas, museus e parques são os palcos preferencias do Rio Cello. Em 24 anos o festival bateu todos os recordes de público em eventos de música clássica no Brasil. Os números são impressionantes: 550 mil espectadores, 12 mil músicos, 900 concertos, 650 horas de workshops e masterclasses. Ao longo de sua extensa trajetória, o Rio Cello consolidou-se como uma grande plataforma multicultural no qual música, dança, poesia, artes plásticas e cinema que integram um evento de grande sofisticação artística e responsabilidade social.


Sobre o DAVID CHEW 

Começa a tocar profissionalmente aos 15 anos na Orquestra Filarmônica de Hull. Em seguida com os Mozart Players e a Orquestra da BBC, ambos em Londres. Fez seus estudos no Guildhall School of Music de Londres com William e Tony Pleeth e ainda pós-graduação na Universidade de Hull, e fez seu PhD no Kingston University de Londres, onde se especializou em música brasileira. Foi convidado a ser professor da Universidade de Colorado e Doutor Honoris causa na Universidade de Hull.

Inspirado em Villa Lobos, sua maior especialidade, fundou e dirige até hoje, o Rio International Cello Encounter (Rio Cello), que há 24 anos reúne no Rio os maiores nomes do cello e da música, sempre oferecendo a todos gratuitamente, concertos, masterclasses. (www.riocello.com)

Solista / primeiro cellista / Spalla há mais de 35 anos da OSB (desde 1981), é também integrante e do Quarteto da UFF (1LP). Fundou a Orquestra de Câmara Brasil Consort (1LP) e o Rio Cello Ensemble (6 CDs), e Rio Strings (5CDs), o Duo Folia (2CDs), Trio Carioca, Duo com Fernanda Canaud (1CD) Quarteto com Gilson Peranzzetta, Mauro Senise e Paulo Russo (3CDs), Trio com Antonio Meneses e Rosana Lanzelotte (1DVD) e mais recentemente o DVD CHEW FACES, com Blas Rivera, Cristina Braga, Felipe Prazeres, Otto Hanriot e Michele Barsand.

Recebeu os títulos de Honra de Cidadão de Estado de Rio de Janeiro e Herdeiro do Zumbi em 2003. Premiado na Alemanha, França e Inglaterra pela sua interpretação das Bachianas Brasileiras no Hyperion em 1986. Em 2005 foi indicado ao Grammy Latino. Recebi o título de Ordem da Império Britânico da HRH Rainha Elizabeth 11.

Juntamente com sua ONG (O-Music), David Chew vem trabalhando e contribuindo com outras importantes ONGs, como a "Grota de Surucucu", Solar Meninos de Luz (Pavão Pavãozinho), e os Projetos Música nas Escolas em Volta Redonda e Barra Mansa.


 

David Chew comemora 50 ANOS de carreira e 65 ANOS de vida

*Concerto para arrecadar fundos para o Rio Cello 2018 (www.riocello.com)

Programa:

Dia 02/05 (quarta-feira)

Fernanda Canaud, piano Felipe Prazeres, violino

David Chew, violoncelo

Camille Saint-Saëns

Carnaval dos Animais

​ - 

O Cisne


Edward Elgar

Salut d'Amour, Op.12


Heitor Villa-Lobos

Bachianas Brasileiras, No. 5

​ - 

Ária

Bachianas Brasileiras, No.2 

​- 

Trenzinho do Caipira


 

​________________________​


 

Lindarte Piano Quartet

Linda Bustani, piano 

Michael Bessler, violino

Bernardo Fantini, viola

David Chew, violoncelo


 

Robert Schumann

Quarteto para Piano em Mi Bemol Maior, Op.47

-Sostenuto assai - Allegro ma non troppo

-Scherzo: Molto vivace - Trio I - Trio II

-Andante cantabile

-Finale: Vivace

                     

[INTERVALO]


 

Gilson Perranzetta, Piano

David Chew, violoncelo


 

Gilson Peranzzetta

Teresa

Quermesse

Canção da Lua

Paisagem Brasileira


 

​________________________​


 

Blas Rivera, piano e saxofone

Tomaz Soeres e  Bira Rodrigues, violinos

Bernardo Fantini, viola

David Chew, violoncelo

Cecilia Gonzalez e André Carvalho, bailarinos ​



 

Blas Rivera

Ranquel

Canción para conquistar a la bailarina

Nocturno

Milonga sudaca

 

PROGRAMAÇÃO GRATUITA. SUJEITA À LOTAÇÃO.

Música

Informações Gerais

Datas

02/05

Horários

Quarta - 20h 

Duração

90 Minutos em média

Local

Cidade das Artes

Sala

Teatro de Câmara

Classificação Etária

Livre

Demais Eventos da Programação

Maquete de LEGO® do Rio de Janeiro I Exposição Permanente 01/01 a 31/12 Artes Visuais LEGO® doa ao Rio de Janeiro a maquete feita com 947 mil peças A maquete do Rio de Janeiro feita totalmente em LEGO foi construída para homenagear de forma criativa e inusitada a cidade-sede dos Jogos Olímpicos de 2016 e ficará exposta permanentemente na Cidade das Artes como legado cultural.   A construção destaca os 25 importantes ícones da cidade como o Pão de Açúcar, o Cristo Redentor, os Arcos da Lapa, o Maracanã, entre outros   SOBRE A MAQUETE Com quase 1 metro de altura, cerca de 30 m², mais de uma tonelada e meia e com 947 mil peças, a LEGO® montou a sua maior construção já realizada para a América Latina, reproduzindo em blocos 25 ícones do Rio de Janeiro, escolhidos em conjunto com a Prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Empresa Olímpica Municipal (EOM) em 2016.   Foi a primeira vez que uma construção desse tipo demandou esforços de três equipes de diferentes fábricas da LEGO de forma simultânea, localizadas nos Estados Unidos, Dinamarca e República Tcheca. Foram necessárias mais de 50 pessoas no projeto, comandado pelos Master Builders, designers especializados na criação de esculturas com os blocos da marca.   Durante os Jogos de 2016, a maquete recebeu mais de 85 mil pessoas de diversas nacionalidades e idades, com uma grande presença de famílias inteiras, que a visitaram no Boulevard Olímpico, local onde ficou exposta.   Os 25 ícones representados na maquete de LEGO da cidade do Rio de Janeiro: 1. Cristo Redentor 2. Pão de Açúcar 3. Copacabana Palace 4. Calçadão de Copacabana 5. Arpoador 6. Calçadão de Ipanema 7. Lagoa Rodrigo de Freitas 8. Jardim Botânico 9. Floresta da Tijuca 10. Morro Dois Irmãos 11. Pedra da Gávea 12. Parque Olímpico do Rio 13. Parque Radical 14. Parque Madureira 15. Estádio Olímpico Nilton Santos (conhecido popularmente por Engenhão) 16. Igreja da Penha 17. Avenida Brasil / BRT 18. Estádio do Maracanã 19.  Sambódromo da Marquês de Sapucaí 20. Praça Mauá 21. Arcos da Lapa 22. VLT 23. Aterro do Flamengo 24. Comunidade Dona Marta 25. Catedral Metropolitana   Sobre o Grupo LEGO® O Grupo LEGO® é uma empresa privada com sede em Billund, na Dinamarca, e tem atuação em mais de 140 países. Fundada em 1932, a empresa é de propriedade da família Kirk Kristiansen e, baseada nos blocos da marca, é uma das principais fabricantes mundiais em brinquedos de montar.   AGENDAMENTO ESCOLAR: Favor entrar em contato pelo e-mail saladeleitura.fca@gmail.com  ou pelo telefone 3325-0448 ENTRADA GRATUITA   [+] saiba mais Cursos 01/01 a 31/12 Cursos e Workshops TOUR - CIDADE DAS ARTES    A BRAZILIAN MUSIC EXPERIENCE | IN CONCERT  Data: 07/02 a 19/12 Horário: Quinta - 16h Classificação Etária: 12 Anos Local: Divas 1 Saiba Mais       MEDITAÇÃO   MEDITAÇÃO E DEEKSHA Data: 09/01 a 18/12 Horário: Quarta - 19h30 Classificação Etária: Livre Local: Sala de Ensaio 1 Saiba Mais         MÚSICA   ESCOLA DE MÚSICA DA ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DA CIDADE DAS ARTES Data: 01/01 a 21/12 Horário: Os horários dependem do curso desejado Classificação Etária: Livre Local: Sala de Música Saiba Mais [+] saiba mais Atividades gratuitas 02/01 a 31/12 Arte e Conhecimento LIVRO E LEITURA   COMPULSÃO EM ESPIRAL | PROJETO LÍNGUA VIVA | Janeiro Data: 30/01 Horário: Quarta - 19h Classificação Etária: Livre Local: Sala de Leitura Saiba Mais       O CÉU DE DANTE | INTERLOCUÇÕES, PSICANÁLISE E LITERATURA | Fevereiro Data: 02/02 a 22/02 Horário: Dia 02/02 - Sábado às 18h  |  A partir do dia 08/02 - Sextas às 16h Classificação Etária: 16 Anos Local: Sala de Leitura Saiba Mais       O SUMIÇO DE SILU | LANÇAMENTO DE LIVRO | Fevereiro Data: 09/02 Horário: Sábado - 15h Classificação Etária: Livre Local: Sala de Leitura Saiba Mais       OFICINA LITERÁRIA | LANÇAMENTO DO LIVRO “PRETINHA, EU?” | Fevereiro Data: 16/02 Horário: Sábado - 15h Classificação Etária: Livre Local: Sala de Leitura Saiba Mais       OS 7 PECADOS CAPITAIS​ | INTERLOCUÇÕES, PSICANÁLISE E LITERATURA | Março Data: 23/02 a 22/03 Horário: Dia 23/02 - Sábado às 18h  |  A partir do dia 01/03 - Sextas às 16h Classificação Etária: 16 Anos Local: Sala de Leitura Saiba Mais       WORKSHOP: “A VOZ NAS ARTES” | PRIMEIRO WORKSHOP DE VOZ ARTÍSTICA DA CIDADE DAS ARTES | Março Data:  16/03 Horário: Sábado - 09h Classificação Etária:  16 Anos Local: Sala de Leitura Saiba Mais       [+] saiba mais Colônia de Férias | Arteira 07/01 a 01/02 Projetos CDA     A Colônia de Férias "As Arteiras" acontecerá no período de 7/1/2019 a 1/2/2019, de 8h às 18h na Cidade das Artes e atenderá o público de 3 a 12 anos. Atividades diversificadas, artísticas e culturais estarão sob a responsabilidade de profissionais qualificados, graduados e experientes e sob a coordenação e direção de Binha Lima Cardoso e Marcia Campanario, curadoras da Colônia.   As turmas de alunos serão organizadas por faixa etária: Turma A – 3-4 anos / Turma B – 5-6 anos / Turma C – 7-9 anos / Turma D – 10 -12 anos   Por que ARTEIRA?  Consideramos que o processo de criação, o ressignificar, trazer o novo, o diferencial, saber reaproveitar, é o olhar que toda criança precisa para acompanhar e trazer inovações para o mundo em total e acelerado processo de transformação e crescimento. Este fazer voltado para a criança precisa ser divertido, prazeroso, alegre e com muitas novidades a cada momento. Esta é uma proposta de Colônia de férias totalmente diferenciada, com suas atividades voltadas para as artes, para a criação. Binha Cardoso e Márcia Campanário com anos de vivência na área pedagógica e mundo das artes se uniram para criar a ARTEIRA – uma colônia de férias dentro do espaço inteiramente voltado para a arte, moderno, atual, amplo, disponibilizando diferentes espaços para que as crianças possam mergulhar neste mundo da criação através do teatro, música, dança, corpo e movimento, mundo literário, culinária, jardinagem. Programação por faixa etária estará disponível no início da colônia. Algumas atividades da colônia arteira:   *Musicalização *Orquestra Latofônica - percussão *Construção Instrumento *Musicalidade do Texto *Show de Talentos *Pinturas diversos materiais *Pintura coletiva em painéis *Colagem *Pintura com os Pés *Pintura Corporal *Cenários para histórias com material reciclado *Fantasias e Personagens *Criação de Bonecos/ História *Teatro de Sombra *Cineminha *Aprendendo a arte de decorar e fazer quitutes *Brigadeiros, Cupcake, sanduiches artesanais, saladinhas, mandala de frutas *Arte de plantar *Yoga e meditação *Capoeira *Banho de mangueira *Bolha de Sabão             *Circuito Sensorial          *Gincanas *Apresentações culturais           *Passeios nos dias 21 e 22 de janeiro VALORES: Período: 01 semana | Integral - R$547,00 | Parcial Manhã R$291,00 | Parcial Tarde - R$367,00 02 semanas | Integral - R$984,00 | Parcial Manhã R$511,20 | Parcial Tarde- R$639,00 03 semanas | Integral - R$1.365,00 | Parcial Manhã R$712,00 | Parcial Tarde - R$890,00 04 semanas | Integral - R$1.849,00 | Parcial Manhã R$997,60 | Parcial Tarde - R$1.247,00 DAYUSE | Integral - R$123,00  | Parcial Manhã R$68,00 | Parcial Tarde - R$83,00 *Lanches e almoços inclusos;      A equipe que desenvolverá as atividades consta de seguinte formação: 01 professor permanente por turma 01 Recreador permanente (Turmas A e B) 07 profissionais especializados nas áreas artísticas, sendo cada profissional com atividades 02 vezes nas semana em média. Apoio: 01 Volantes / 02 auxilares / 01 Servente   Enfermagem Total de 24 funcionários As inscrições poderão ser feitas através dos email: coloniadeferias.arteira@gmail.com ou na sede da escola Artemúsica – Av. das Américas, 2300 Bl A Sl 203 – Ed Blue Sky – Barra da Tijuca.   Curadoria   Binha Lima Cardoso Graduação em Pedagogia, Pós graduada em Psicopedagogiaa e Docência;  MBA em Gestão Educacional binhalimacardoso@hotmail.com Tel: 21-98175-6046   Márcia Campanário Fundadora e diretora da Escola Artemúsica 1985 ...;  Bacharelado em Piano pelo CBM, Graduada em Licenciatura em Música UNIRIO , graduada em Musicoterapia pelo CBM,  Pós Graduada em Educação Musical Infantil pelo  CBM. * CBM Conservatório Brasileiro de Música. marcia@artemusica.com.br Tel: 21-99951-9520  e 3325-8155 [+] saiba mais Espetáculo Teatral | O Lado B 11/01 a 17/02 Teatro Nova peça da companhia teatral Água Benta, "O Lado B" mergulha nas sombras dos indivíduos contemporâneos com projeções ao vivo, karaokê em cena e cenário articulado, a quarta criação do grupo foi escrita por Gustavo Damasceno e dirigida por Marcéu Pierrotti.   Em janeiro, a sala eletroacústica da Cidade das Artes, na Barra da Tijuca (Rio de Janeiro/RJ), será invadida por personagens ambíguos, atormentados e vulneráveis - como afinal, somos todos nós. No enredo de "O Lado B", entretanto, eles estão frente a situações limite, que exigem escolhas radicais e podem mudar os rumos de suas vidas. E é justamente isso que vai prender o espectador ao longo das quatro histórias que compõem a peça.   "Corpos anestesiados pelos abusos externos e pela autocrítica diária vão implodir ou explodir em algum momento. Esses personagens estão buscando uma saída para suas dores, mas que agora - por as terem sufocado durante muito tempo - podem vir descontroladamente", avisa o diretor Marcéu Pierrotti, que buscou humanizar os dramas de cada personagem, e escolheu estéticas bem diferentes para abordar cada trama.   Inspirações como os filmes Relatos Selvagens e Um dia de fúria estiveram presentes durante o período de pesquisa dos atores da companhia para este trabalho. Através de improvisações e composições coletivas, eles criaram um repertório de cenas curtas que foi o material de base utilizado pelo dramaturgo Gustavo Damasceno para criar a estrutura do espetáculo, que é dividido em quatro atos, cada um contando uma história diferente. Regina (Flavia Pucci) é uma mulher sufocada pela rotina. Ana (Paula Moreno) é uma mulher solitária, viciada em sexo. Jonas (Charles Asevedo) é um marido fiel que se encanta por Jaqueline, o lado mulher do cross-dresser Roberto (Ciro Sales). Marco (Joelson Medeiros) é um homem inconformado com o fim de seu relacionamento. Todos eles nos revelam um pouco de quem somos.     Mergulho contínuo Pesquisar o comportamento de homens e mulheres nas sociedades contemporâneas, aliás, é a tônica da companhia Água Benta. Formado pelos atores Charles Asevedo, Flavia Pucci, Joelson Medeiros e Paula Moreno, o grupo se debruça sobre as contradições que permeiam a vida e o cotidiano dos seres humanos. Nas três montagens anteriores - "Antiga", do próprio Damasceno, com direção de Charles Asevedo, "Uma noite sem o aspirador de pó", de Priscila Gontijo, também dirigida por Charles, e "Olho de Vidro", de Renata Mizrahi, dirigida por Vera Holtz, Guilherme Leme e Flavia Pucci - a Água Benta tem investigado o indivíduo, suas ações, pensamentos e paradoxos. "A vida em sociedade pode ser dividida em dois pilares: aquilo que mostramos ao outro e o que escolhemos não mostrar", opina Flavia Pucci. " Em cada história d'O Lado B, exploramos toda a potencialidade humana, desde os comportamentos corriqueiros até os segredos mais sombrios da mente", completa. Assim, esse trabalho é a continuidade e o amadurecimento de um processo continuado, e traz para a companhia relevância, aprofundamento e novos encontros e parcerias.     Encontros frutíferos Além de Gustavo Damasceno, colaborador da companhia desde o início, "O Lado B" também retoma parcerias já realizadas. A primeira delas é com Carla Berri – cenógrafa premiada com o Prêmio Shell do último ano pelo cenário de "Hamlet", criação da Armazém Companhia de Teatro - que propõe para esse trabalho uma cenografia modular, em cabines articuladas que os atores manipulam e modificam de acordo com o avançar da história.   Em seguida, é importante ressaltar o encontro com a atriz e artista plástica Maureen Miranda (que está no ar em “O Sétimo Guardião”, novela da Rede Globo, como a personagem Dida), outra antiga colaboradora da cia. Maureen seguiu a proposta do diretor e reforça com suas criações as diferenças estéticas entre os atos da peça. Na primeira trama, toques de realismo fantástico e referências a histórias em quadrinhos. Na história seguinte, linguagem cinematográfica e tons mais realistas. " Exagero é a palavra de ordem das peças que compõem o terceiro bloco de O Lado B", brinca a figurinista, que explora todas as possibilidades do universo de Jonas e Roberto. Já para a narrativa final, ela adotou uma estética mais seca, que beira o estilo militar. “ É um espetáculo em que posso deixar a criatividade fluir. São universos bem distintos um do outro, não precisei ficar presa a uma estética apenas, já que são blocos independentes. E o resultado ficou muito interessante no palco”, conta Maureen. Conduzindo a companhia pela primeira vez, Marcéu Pierrotti se vale neste trabalho de sua pesquisa das linguagens cênica e cinematográfica, iniciada durante a sua graduação em direção teatral pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e aprofundada em "Moléstia", sua primeira criação em teatro, a partir do texto de Herton Gustavo Gratto, que esteve em cartaz em temporadas na Sala Vianinha, no Reduto e no Teatro Gláucio Gill, ao longo do ano.   E o encontro inédito com Marcéu vem a partir de outro encontro também inédito: o com Ciro Sales, que completa o elenco. O ator, que esteve recentemente na novela “Segundo Sol” da Rede Globo vivendo o garoto de programa Du Love, estava sendo dirigido por Marcéu em Moléstia quando começou a colaborar com a companhia. Aqui, Ciro vive Jaqueline, e mudou radicalmente o visual para esta composição, conciliando os ensaios com as gravações da novela e a temporada de "Galáxias I", espetáculo da Polifônica Cia.   O ator se une ao grupo junto com outros criadores e técnicos para levar ao palco suas percepções dessa pesquisa em uma narrativa que mistura humor, drama e tragédia. E que, agora, aguarda o encontro com o público carioca.     Ficha Técnica Dramaturgia: Gustavo Damasceno Direção: Marcéu Pierrotti Assistência de direção: Filipe Leon Elenco: Joelson Medeiros, Flavia Pucci, Charles Asevedo, Paula Moreno e Ciro Sales Figurino: Maureen Miranda Cenografia: Carla Berri Trilha sonora: Leonardo Netto Direção de movimento: Toni Rodrigues Iluminação: Luan de Almeida Fotografia: Nanah Garcia Criação gráfica: Otimistas Produção: Made In Lu Criação e Arte Ltda Direção de produção: Joelson Medeiros Produção e realização: Água Benta Cia de Criação [+] saiba mais Tropicalinha | Caetano e Gil para Crianças 26/01 a 27/01 Musical   Sucesso absoluto de público e crítica, “Tropicalinha – Caetano e Gil para Crianças” terá curtíssima temporada na Barra da Tijuca!    Em sua segunda edição, o projeto “Férias dos Grandes Músicos para Pequenos na Cidade das Artes” apresenta seus espetáculos mais recentes e comemora as novas indicações a prêmios de teatro infantil! Vistos por mais de 150 mil pessoas, o premiado projeto “Grandes Músicos para Pequenos” também já levou à cena as peças ‘Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para Crianças’ e ‘O Menino das Marchinhas – Braguinha para Crianças’. Criado com o objetivo de homenagear e preservar a memória de grandes nomes da música popular brasileira, o premiado projeto ‘Grandes Músicos para Pequenos’ estará novamente curtindo Férias na Cidade das Artes em uma temporada especial que reúne os dois musicais infantis mais recentes da produtora Entre Entretenimento.   As Férias Musicais dos Grandes Músicos para Pequenos traz o espetáculo ‘Tropicalinha – Caetano e Gil para Crianças’ pela primeira vez na Barra (26 e 27/01), e ‘Bituca – Milton Nascimento para Crianças’ (02 e 03/02). Mais recente montagem do projeto, ‘Tropicalinha’ celebra cinco indicações ao prêmio CBTIJ de Teatro para Crianças. “É uma oportunidade de as famílias que estão passando as férias no Rio assistirem a um espetáculo que agrada tanto às crianças quanto aos adultos. A ideia é apresentar o legado de uma cultura quase esquecida para as novas gerações, com um conteúdo atraente para todas as idades”, ressalta o diretor do projeto, Diego Morais. “E é também a chance de reunir aqueles espectadores que não conseguiram se deslocar a outros pontos da cidade para assistir aos espetáculos”.   Tropicalinha – Caetano e Gil para Crianças – Com texto de Pedro Henrique Lopes, direção de Diego Morais e direção musical de Guilherme Borges, o musical infantil presta homenagem aos baianos Caetano Veloso e Gilberto Gil, dois ícones do movimento tropicalista e da música mundial, em uma história que enaltece a amizade e desperta o sentimento de responsabilidade social. O espetáculo conta a história do Reino de Pindorama, governado por uma rainha autoritária (Martina Blink), que toma o poder e baixa decretos proibindo a música e as cores no lugar. Dois amigos, Cae (Pedro Henrique Lopes) e Gil (Orlando Caldeira), se unem para trazer sons e cores de volta ao reino, em alusão ao movimento tropicalista e à resistência artística que o citado movimento representou no momento de sua criação. Completam o elenco ainda Rafael de Castro, Hamilton Dias e Flora Menezes. O musical não é biográfico, mas é inspirado em momentos vividos por Caetano Veloso e Gilberto Gil na juventude. No repertório, estão 43 músicas compostas por eles individualmente ou em parceria, entre elas Tropicália, Força estranha, Alegria, alegria, Vamos fugir, Andar com fé, Divino Maravilhoso, Expresso 2222 e Você é linda. A peça esgotou todas as suas apresentações até hoje e está indicada a Melhor Figurino, Melhor Visagismo, Melhor Direção de Produção e Melhor Ator Coadjuvante (Hamilton Dias).     Serviços: 26 e 27/01/2019 Tropicalinha – Caetano e Gil para Crianças. Musical infantil. De Pedro Henrique Lopes. Dir. Diego Morais. Dir. Musical Guilherme Borges. Com Pedro Henrique Lopes, Orlando Caldeira, Martina Blink, Rafael de Castro, Flora Menezes e Hamilton Dias. Dois amigos se unem para destronar uma rainha autoritária que proibiu a música no reino onde vivem. (55 min). Cidade das Artes / Grande Sala, Av. das Américas, 5.300 - Barra da Tijuca. Telefone: 3328 5300. Sábado e Domingo, às 17h. R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). Classificação Livre. Capacidade: 1.222 pessoas.     Assessoria de imprensa: Racca Comunicação Rachel Almeida | (21) 3579-1352 | (21) 99196-1489 | racca.almeida@gmail.com [+] saiba mais Bituca | Milton Nascimento para Crianças 02/02 a 03/02 Musical   Sucesso absoluto de público e crítica, “Bituca – Milton Nascimento para Crianças” terá curtíssima temporada na Barra da Tijuca!   Em sua segunda edição, o projeto “Férias dos Grandes Músicos para Pequenos na Cidade das Artes” apresenta seus espetáculos mais recentes e comemora as novas indicações a prêmios de teatro infantil!   Vistos por mais de 150 mil pessoas, o premiado projeto “Grandes Músicos para Pequenos” também já levou à cena as peças ‘Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para Crianças’ e ‘O Menino das Marchinhas – Braguinha para Crianças’.   Criado com o objetivo de homenagear e preservar a memória de grandes nomes da música popular brasileira, o premiado projeto ‘Grandes Músicos para Pequenos’ estará novamente curtindo Férias na Cidade das Artes em uma temporada especial que reúne os dois musicais infantis mais recentes da produtora Entre Entretenimento. As Férias Musicais dos Grandes Músicos para Pequenos traz o espetáculo ‘Tropicalinha – Caetano e Gil para Crianças’ pela primeira vez na Barra (26 e 27/01), e ‘Bituca – Milton Nascimento para Crianças’ (02 e 03/02). Mais recente montagem do projeto, ‘Tropicalinha’ celebra cinco indicações ao prêmio CBTIJ de Teatro para Crianças. “É uma oportunidade de as famílias que estão passando as férias no Rio assistirem a um espetáculo que agrada tanto às crianças quanto aos adultos. A ideia é apresentar o legado de uma cultura quase esquecida para as novas gerações, com um conteúdo atraente para todas as idades”, ressalta o diretor do projeto, Diego Morais. “E é também a chance de reunir aqueles espectadores que não conseguiram se deslocar a outros pontos da cidade para assistir aos espetáculos”.   Bituca – Milton Nascimento para Crianças – Com direção de Diego Morais, texto de Pedro Henrique Lopes e direção musical de Guilherme Borges, o musical se inspira na vida e na obra de Milton Nascimento para expor em cena a ternura e os desafios inerentes ao processo de adoção e as dificuldades de inserção de uma criança negra em um ambiente majoritariamente branco. Os atores Udylê Procópio (Milton), Martina Blink (Mãe), Aline Carrocino (Maricota), Anna Paula Black (Mãe Maria), Marina Mota (Professora) e Pedro Henrique Lopes (Salomão) contam a história do pequeno Milton que, ao ficar órfão aos 2 anos de idade, é adotado pelos patrões de sua avó. Chegando a Minas Gerais, o menino precisa lidar com o preconceito da sociedade por ser negro e ter pais brancos. Na trilha sonora, sucessos como “Coração de estudante”, “Travessia” e “Canção da América”. A peça recebeu os prêmios de melhor Espetáculo Infanto-juvenil, Melhor Direção, Melhor Roteiro e Melhor Atriz Coadjuvante no Prêmio Botequim Cultural 2017, e Melhor Ator no Prêmio CBTIJ 2017. Além disso, recebeu outras 10 indicações.   Serviços:   02 e 03/02/2019 Bituca – Milton Nascimento para Crianças. Musical Infantil. De Pedro Henrique Lopes. Direção: Diego Morais. Direção Musical: Guilherme Borges. Com Udylê Procópio, Martina Blink, Aline Carrocino, Anna Paula Black, Marina Mota e Pedro Henrique Lopes. Chegando a Minas, o pequeno Bituca enfrenta, com bom-humor e determinação, o bullying dos colegas de escola por ser negro e ter pais brancos. (55 min). Cidade das Artes / Grande Sala, Av. das Américas, 5.300 - Barra da Tijuca. Telefone: 3328-5300. Sábado e Domingo, às 17h. R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). Classificação Livre. Capacidade: 1.222 pessoas.     Assessoria de imprensa Racca Comunicação Rachel Almeida | (21) 3579-1352 | (21) 99196-1489 | racca.almeida@gmail.com     [+] saiba mais BLITZ Para Menores | Matinê 10/02 Música   Blitz faz shows para crianças Cidade das Artes recebe o grupo em matinê para os pequenos   A Blitz vai mostrar uma cara diferente no dia 10 de fevereiro (domingo): o ‘Blitz para Menores’, às 19h, será uma matinê voltada para o público infantil com todos os sucessos da banda. “Desde os anos 80 percebemos que muitas crianças curtiam nosso som, fizemos matinês no antigo Roxy Roller, na Lagoa, e até em São Paulo”, conta empolgado Evandro Mesquita.   Com 35 anos de carreira e os lançamentos recentes do álbum ‘Aventuras II’ e do DVD ‘Blitz no Circo Voador’ (Deck), a Blitz segue em frente com sua mistura de rock, pop, funk, reggae, samba e blues.   Aventuras II   ‘Aventuras II’, que teve dois anos de produção, foi lançado no momento em que o grupo comemora uma formação estável há cerca de dez anos, com estúdio próprio (Toca da Onça), entre viagens inspiradoras pelo Brasil, EUA, Portugal, Japão e vários outros países. O CD teve a produção gráfica de Gringo Cardia, que também, foi o responsável pela arte de ‘Aventuras da Blitz’, primeiro álbum da banda, lançado em 1982.   Estão em ‘Aventuras II’ parceiros da mesma geração do BRock como Paralamas do Sucesso, Frejat, Arnaldo Brandão, George Israel e Dadi, assim como amigos de outras paragens como Seu Jorge, Sandra de Sá, Zeca Pagodinho, Alice Caymmi, Andreas Kisser, Pretinho da Serrinha e MC Cert.   Blitz no Circo Voador   ‘Blitz no Circo Voador’ é o quarto DVD do grupo, a atmosfera de festa característica dos shows da Blitz foi reforçada com a participação do Afroreggae e de músicos como Alice Caymmi, George Israel e Milton Guedes. O palco ferve com a mistura de rock, pop, funk, reggae, samba e blues da banda carioca e de seus convidados. O vídeo é uma parceria da banda com a gravadora Deck e o Canal Brasil.   Um pouco de história   Em 1982 a lona foi esticada sobre o Arpoador. Surgiu um espaço multicultural e democrático conhecido como Circo Voador. Naquele palco praiano nasce a BLITZ.     Em julho daquele ano a banda gravou o compacto ‘Você não soube me amar’. Em três meses o compacto vende 100 mil cópias e atinge a marca de um milhão de cópias vendidas em plena crise da indústria fonográfica. Na sequência, lança o primeiro LP ‘As Aventuras da Blitz’, com venda mais impressionante que a do compacto.    A BLITZ era inclassificável. Com sua origem no grupo teatral Asdrúbal Trouxe o Trombone, o grupo ganha capas de revistas importantes como Veja, Manchete e Isto É. Evandro & Cia arrombaram as portas do Rock Brasil, a MPB nunca mais seria a mesma. O sucesso da banda mudou o panorama das rádios e das gravadoras do Brasil.   A banda fez grandes shows em ginásios e estádios, e invade espaços como o extinto Canecão, onde batia recordes com a juventude do Rio se vendo no palco, representada pela Blitz.   Três apresentações merecem destaque: no primeiro Rock In Rio, em 1985; na Praça da Apoteose, em 1984, quando foi o primeiro grupo a se apresentar naquele palco para mais de 50 mil pessoas. Outra apresentação marcante foi no mais recente Rock in Rio, em setembro de 2017.   A formação atual da Blitz é Evandro Mesquita (vocal, guitarra e violão), Billy Forghieri (teclados), Juba (bateria), Rogério Meanda (guitarra), Cláudia Niemeyer (baixo), Andréa Coutinho (backing vocal) e Nicole Cyrne (backing vocal).     Serviço   “BLITZ PARA MENORES – MATINÊ” 10/02 (domingo)- Cidade das Artes Horário: 18h INGRESSOS Plateia - R$ 100 / R$ 50 Camarotes e Frisas - R$ 80 / R$ 40 Galerias - R$ 60 / R$ 30       Assessoria de Imprensa Ana Paula Romeiro: (21)99601-3908 – ana.romeiro@globo.com   [+] saiba mais Cores de Villa-Lobos | Música de Câmara 10/02 Música Cores de Villa-Lobos - Música de Câmara    A soprano Marina Cyrino lança o seu CD Cores de Villa-Lobos. O CD conta com arranjos originais do compositor e arranjos para cordas e sopros de Lipe Portinho. O show terá direção de arte do artista visual Marc Kraus.   A música de Heitor Villa-Lobos destaca-se por sua linguagem única e traz nuances das culturas regionais brasileiras, com elementos de canções populares e indígenas. O CD traz repertório abrangente, com canções populares, como “Nesta Rua”, as canções compostas para a Broadway, como “Bon Soir Paris”, além das canções “Estrella é Lua Nova”, “Viola Quebrada” e as canções da grande obra “Floresta do Amazonas”.     Ficha técnica   Cores de Villa-Lobos   Duração: 60 minutos   Direção geral: Marina Cyrino   Direção de Arte: Marc Kraus   Músicos:   Soprano: Marina Cyrino Regente: Lipe Portinho Piano: Flavio Augusto Violino: Nikolay Sapoundjiev Viola: Samuel Passos Violoncelo: Emilia Valova Contra-Baixo: João Rafael Clarineta: Cristiano Alves Flauta: Paula Martins Violão: Max Riccio   Contato: marinacyrino.soprano@gmail.com [+] saiba mais Bloco do Bita | Musical Infantil 17/02 Musical O BLOCO DO BITA ANIMA O CARNAVAL DA CRIANÇADA NA CIDADE DAS ARTES    "A atração conta com Bloco do Bita 14h (Esplanada) e 16h o Show do Bita (Grande Sala)"      Podem preparar a fantasia, o confete e a serpentina. No Bloco do Bita, a criança é a grande protagonista, mas toda a família se diverte ao som das canções que conquistaram o Brasil pela originalidade, criatividade e foco na educação com inclusão.   A experiência tem início em atividades lúdicas, coordenadas por brincantes do bloco. Não demora e lá vem o estandarte do Bigode Laranja, puxando o boneco gigante do Bita e uma orquestra que entoará grandes clássicos do Mundo Bita em ritmo carnavalesco para arrastar os pequenos por todo o espaço.   A seguir, é hora da apoteose, com o Show do Bita Especial de Carnaval, em que a Lila, o Tito e o Dan, com suas fantasias preferidas, apresentam no palco, junto ao Bita, 15 músicas do repertório dos seis álbuns – Bita e os Animais, Bita e as Brincadeiras, Bita e o Nosso Dia, Bita e o Corpo Humano, Bita e a Natureza e Bita e o Nosso Mundo. Claro, não vai faltar a canção Carnaval do Bita, um hino à alegria e à valorização da cultura brasileira. A interpretação fica a cargo da personagem Flora, que guia a aventura e garante muita interação com a plateia. Para Chaps Melo, um dos criadores do Mundo Bita, “Estar junto às famílias em um momento de alegria como o carnaval é sempre motivo de muita satisfação. É uma forma de intensificarmos ainda mais a relação com os fãs, pequenos e grandes, em meio ao clima de alto astral que toma conta do nosso país.”   No evento, as famílias terão ainda área de alimentação, espaço com trocador e cantinho da soneca. Este ano, o Bloco do Bita fará a festa das crianças em cidades como Rio de Janeiro, Natal, Recife, São Paulo e Brasília.     Sobre o Mundo Bita Idealizado pela Mr. Plot, o Mundo Bita é o resultado de uma combinação mágica de músicas, cores, aprendizado e alegria. Por meio de clipes musicais autorais, modernos e educativos, se tornou conhecido em todo o Brasil e faz a alegria das famílias através de canais como Discovery Kids, Netflix, PlayKids e YouTube, onde já acumula mais de 2 bilhões de visualizações. Este ano, a empresa iniciou seu processo de expansão internacional, levando o Mundo Bita também para a América Latina e Portugal. Já são 30 vídeos publicados no canal Mundo Bita Español e onze com sotaque luso, lançados no canal Mundo Bita Portugal. A animação também foi indicada ao Grammy Latino 2018, sendo a única representante brasileira do universo infantil.     [+] saiba mais