Fundação Cidade das Artes

Programação » Queen Experience in Concert | Coro & Orquestra

Queen Experience in Concert | Coro & Orquestra



O espetáculo já foi assistido por mais de 300.000 pessoas por todo Brasil volta em nova montagem com seu novo Show.

Queen Experience apresenta: “Queen Experience Extreme” que traz a experiência Queen no mais alto nível já visto, com um repertório que vai desde os clássicos do Queen como: We Are The Champions e Love of My Life até as músicas de grande sucesso da carreira solo de Freddie Mercury, tais como: How Can I Go On, Great Pretender.

E o melhor está por vir, tudo isso acompanhado por nada menos que uma Orquestra e Coral no palco! A emoção será inevitável!

Dirigido e concebido pelo renomado Diretor Bruno Rizzo que assina outros grandes espetáculos como Abba Experience in concert, Elvis Experience in concert, Embalos de Sábado a noite O Musical, Amazing Tenors, Broadway Nights, dentre outros! Direção musical de Eduardo Pereira, Direção Executiva de Daniela Schiarreta e Produção de equipe de Giovanni Toledo.




Música

Informações Gerais

Datas

18/08/24

Horários

Domingo | 20h30

Plateia
Inteira R$ 220,00
Meia-Entrada R$ 110,00

Frisa Lateral
Inteira R$ 190,00
Meia-Entrada R$ 95,00

Camarote
Inteira R$ 170,00
Meia-Entrada R$ 85,00

Galeria
Inteira R$ 150,00
Meia-Entrada R$ 75,00

Duração

90 Minutos em média

Local

Cidade das Artes

Sala

Grande Sala

Classificação Etária

Livre

Comprar Ingresso

Demais Eventos da Programação

Companhia de Dança Deborah Colker | Espetáculo Sagração 19/07 a 10/08 Dança Criado a partir do clássico 'A Sagração da Primavera", o espetáculo adiciona sons e ritmos brasileiros à partitura de lgor Stravinsky e conta com a energia, vigor e originalidade da linguagem que Deborah Colker desenvolve desde o início da companhia (1994). Em único ato, "Sagração" mergulha numa reflexão sobre nossa origem, evolução e continuidade no planeta Terra.   [+] saiba mais Orquestra Petrobras Sinfônica | Do Clássico ao Baião (concerto com holograma) 31/07 Música Orquestra Petrobras Sinfônica apresenta “Do Clássico ao Baião”, na Cidade das Artes, com participação de holograma de Luiz Gonzaga Prepare-se para uma mistura de música com tecnologia! No dia 31 de julho, às 20h, a Petrobras Sinfônica apresenta “Do Clássico ao Baião”, um concerto totalmente brasileiro com regência do maestro Isaac Karabtchevsky e participação especial de um holograma de Luiz Gonzaga, na Cidade das Artes. O repertório vai desde clássicos de Heitor Villa-Lobos até as canções imortais do Rei do Baião, como "Numa Sala de Reboco", "Boiadeiro" e "Asa Branca". Um espetáculo incrível que celebra a vida e obra de um dos maiores ícones da música nordestina brasileira.   [+] saiba mais ABBA Experience in Concert 17/08 Música ABBA “Abba Experience” traz aos palcos um espetáculo magnífico que conta a história de uma das maiores bandas de todos os tempos, através de seus maiores sucessos. Uma mega produção, com 30 integrantes no palco, num espetáculo totalmente cantado e tocado ao vivo, além de um belíssimo ballet, dos quatro cantores, banda e orquestra, que interpretam com maestria as músicas conhecidas por todos. O cenário, coreografias, trocas de figurinos e uma iluminação de última geração completam este belíssimo espetáculo, que fará com que todos se sintam na era “Disco”, em uma viagem musical e visual que surpreenderá e encantará o público. O espetáculo conta com direção geral do renomado diretor Bruno Rizzo, que assina a direção de grandes espetáculos como “Queen Experience In Concert”, “Elvis Experience Tribute in Concert”, “Pink Floyd Experience In Concert”, “Amazing Tenors, Sings Bocelli”, “Embalos de Sábado à Noite, O Musical”. Direção executiva de Daniela Schiarreta e direção residente de Ewerton Novaes. A turnê já percorreu mais de 70 cidades brasileiras, como São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, João Pessoa, Boa Vista, Brasília, Uberaba, Uberlândia, Belo Horizonte, Foz do Iguaçu, Curitiba, Londrina, Blumenau, Joinville, Balneário Camboriú, Chapecó, Campinas, Ribeirão Preto, Sorocaba, Santos, entre outras. Impactando um público de mais de 100.000 pessoas. [+] saiba mais Parsons Dance | Companhia de Dança 24/08 a 25/08 Dança Fundada em 1985 pelo aclamado dançarino David Parsons e pelo premiado iluminador Howell Binkley, a PARSONS DANCE é considerada uma das principais companhias de dança contemporânea de todo o mundo. A genialidade e a visão única de Parsons, saudado pelo New York Times como “um dos grandes impulsionadores da dança moderna”, o trabalho enérgico e atlético desenvolvido em mais de 75 obras que fazem parte de seu repertório, garantiram à companhia um lugar de destaque no panorama da dança mundial, que já a levaram a se apresentar nos cinco continentes e em 445 cidades de 30 países. Gênio das artes coreográficas e apaixonado pela dança e pelo Brasil, David Parsons está de volta ao país após um hiato de 16 anos. Para marcar seu retorno aos palcos brasileiros, ele apresentará um espetáculo que reúne seis diferentes peças – desde dois de seus maiores clássicos até três coreografias inéditas no Brasil. O público também poderá conferir 'Nascimento', peça criada por Parsons para celebrar o Brasil e a arte do gênio Milton Nascimento. [+] saiba mais A Noviça Rebelde | Musical ( Em cartaz ) 05/09 a 06/10 Musical Ministério da Cultura apresenta: A Noviça Rebelde O ELENCO DESTE ESPETÁCULO PODE SER ALTERADO SEM PRÉVIO AVISO. Apresentações Larissa Manoela: 05/09, 20h | 07/09, 15h | 11/09, 20h | 14/09, 15h | 15/09, 15h | 28/09, 19h | 29/09, 19h | 04/10, 20h | 05/10, 19h | 06/10, 19h. Atenção: Nas sessões de 14, 15, 21 e 22 de setembro, às 15h, a personagem ‘Maria Reiner’ será interpretada pela atriz Tabatha Almeida. Nas demais sessões, a personagem será interpretada pela atriz Malu Rodrigues. Malu Rodrigues, Pierre Baitelli, Larissa Manoela e mais 40 atores estão no elenco do musical, com direção de Charles Möeller & Claudio Botelho e produção da Aventura e da Möeller&Botelho Temporada Cidade das Artes - Rio de Janeiro a partir de 05 de setembro ‘A Noviça Rebelde’ é um clássico incontestável: estreou na Broadway em 1959 e nunca mais foi esquecido. A trajetória de sucesso inclui oito prêmios Tony para a montagem original, um longa-metragem (1965) vencedor de cinco troféus no Oscar, incluindo o de Melhor Filme, e incontáveis versões mundo afora ao longo das últimas décadas. A partir de 05 de setembro esta superprodução brasileira com direção de Charles Möeller&Claudio Botelho volta aos palcos cariocas na Grande Sala da Cidade das Artes, na Barra da Tijuca. O espetáculo é apresentado pelo Ministério da Cultura, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, com realização da Aventura, de Aniela Jordan e Luiz Calainho, e da Möeller&Botelho. O musical entra em cartaz na Cidade das Artes (RJ), em uma versão absolutamente inédita, com Malu Rodrigues e Pierre Baitelli vivendo o icônico casal Maria e Capitão Von Trapp e Larissa Manoela no papel de Liesl, além de um elenco formado por mais 40 atores, incluindo um grupo de 18 crianças selecionadas após concorridas audições. Criado a partir do livro de memórias de Maria Augusta Trapp (‘The Trapp Family Singers’), ‘A Noviça Rebelde’ imortalizou definitivamente as canções da dupla Rodgers e Hammerstein, papas do Teatro Musical. Compostas para o musical de 1959, canções como ‘The Sound of Music’, ‘Do-Re-Mi’, ‘My Favorite Things’ e ‘So Long, Farewell’ serão cantadas nas versões em português de Claudio Botelho. O musical contará com orquestra e regência do maestro Marcelo Castro e a coordenação artística de Tina Salles. [+] saiba mais Thiago Ventura | Novo Show 11/10 a 13/10 Outros No novo espetáculo, Thiago aproxima-se mais uma vez da realidade do público, falando sobre os amigos já conhecidos por quem o acompanha, relacionamentos e sexualidade na adolescência, de forma descontraída, objetiva, compartilhando suas experiências e criando um elo direto com a plateia. É certeza de muitas boas risadas. Venha se divertir conosco!!!!  [+] saiba mais Maquete de LEGO® do Rio de Janeiro I Exposição Permanente 08/03 a 31/12 Artes Visuais LEGO® doa ao Rio de Janeiro a maquete feita com 947 mil peças A maquete do Rio de Janeiro feita totalmente em LEGO foi construída para homenagear de forma criativa e inusitada a cidade-sede dos Jogos Olímpicos de 2016 e ficará exposta permanentemente na Cidade das Artes como legado cultural. A construção destaca os 25 importantes ícones da cidade como o Pão de Açúcar, o Cristo Redentor, os Arcos da Lapa, o Maracanã, entre outros. [+] saiba mais SAFE art EM TRÂNSITO | Exposição 27/06 a 28/07 Artes Visuais O Studio Safe Art, formado pelas artistas plásticas Sabrina Corrêa e Fernanda Botelho, apresenta a exposição em trânsito caracterizada por um conjunto de obras desenvolvidas a partir de 2020, ano este de junção da dupla. As artistas têm como ponto de partida questões envolvendo segurança, proteção e compartilhamento de afetos materializados pela exploração de técnicas e formatos variados desde o uso do acrílico, azulejo, miniaturas e palavras 3D à criação exclusiva da Toy Art, cujo personagem é sinônimo não somente de proteção, simbolizado pelos pés invertidos em referência ao Curupira, entidade mítica guardiã das matas brasileiras, bem como assume outras características sujeitas a intervenções de toda ordem. em trânsito propõe um percurso não linear pela exposição convidando o espectador a criar o seu próprio caminho entre as toys, dispostas assimetricamente pela galeria, e com as obras instaladas nas paredes refletindo sobre fluxos, movimentos contínuos e descontínuos que tangenciam relações humanas, de trabalho e lazer, amor e amizade, sonho e realidade, fantasia e concretude, prazer e imaginação, experenciadas por diferentes gêneros, classes e etnias. O conjunto reunido das toys apresenta as séries recentes produzidas em parceria com a artista Anna Bella Geiger e a poeta e atriz Isabelle Nassar, firmando um interesse da Safe com narrativas produzidas por artistas mulheres atestadas também nas obras em homenagem à Tarsila do Amaral e Wanda Pimentel. Por outro lado, a ampliação dos processos artísticos e interesse por temas que tangenciam a cultura popular, o artesanato, a moda, o design e a arte contemporânea, de modo geral, resultam em uma variedade de personagens que a toy vai incorporando a cada nova peça. Nesse sentido, essa diversidade também abarca os trabalhos bidimensionais, dos papeis e lonas, aos azulejos envolvendo certa objetividade como elementos construtivos, embora fraturados pelas intervenções em grafitti, tinta spray, objetos e miniaturas É com prazer que o Studio Safe Art compartilha com o público da Cidade das Artes um recorte significativo de obras reunidas para este espaço. Que seja uma ótima experiência [+] saiba mais Latitudes dos Cavalos | Teatro 06/07 a 14/07 Teatro A peça narra o encontro entre dois homens em conflitos amorosos: um deseja terminar um relacionamento falido, enquanto o outro busca reconquistar aquela que ele jura ser o amor de sua vida. Ao se conhecerem em circunstâncias inusitadas, os dois selam um acordo para se ajudar e passam a interpretar cada um a mulher do outro, numa tentativa de ensaiar o que irão falar para elas. À medida que a relação entre os dois avança, os ensaios e as memórias do passado se embaralham para colocar em xeque as suas certezas e elucidar futuros possíveis, enquanto características elementares do universo masculino são expostas em cena, propondo reflexões sobre as cicatrizes herdadas do patriarcado.  Indicada ao prêmio APTR e a 3 categorias no prêmio Cenym, vencendo uma.  [+] saiba mais Mania de Bilhetes | Lançamento de Livro 13/07 Arte e Conhecimento Mania de Bilhetes mostra a importância do quanto uma boa conversa consigo mesmo e com o outro pode aliviar, confortar e ampliar horizontes sobre aquilo que se sente. Através da brincadeira em escrever bilhetes essa conversa é realizada de forma lúdica e criativa. SOBRE O LIVRO “Mania de Bilhetes” conta a história de uma mochila, que ficou encantada com uma mania muito especial da sua nova dona, uma menina de cabelos encaracolados. Todos os dias, antes de ir para a escola, a menina escrevia em um bilhete o que gostaria de levar para ter um bom dia, e coloca o bilhetinho na mochila - ela aprendeu essa mania com a avó. A mochila ficava toda satisfeita, pois não servia apenas para levar cadernos e livros; ela carregava os sonhos daquela menininha. Cada bilhete tinha uma intenção diferente. No primeiro dia de aula, por exemplo, ela escreveu que gostaria de levar “Alegria”, afinal iria encontrar os amigos. Mas também “Atenção”, pois não queria perder nenhuma orientação da professora. Um certo dia, porém, a menina deixou de escrever os bilhetes. Os colegas estavam zoando dela por causa da mania de bilhetes, e a mochila virou sua única companhia no recreio. A mochila, então, bolou um plano. Como ela se sentia tão bem com os bilhetes que guardava, acreditava que outras pessoas poderiam sentir o mesmo, decidiu derrubar os bilhetes da menina no chão da classe, para que as outras crianças os encontrassem. O plano não deu certo. A criançada começou a rir ainda mais da menina, e ela acabou jogando todos os bilhetes no lixo. No outro dia, a menina teve uma supressa: a professora criou um painel com os bilhetinhos que ela havia jogado no lixo, e convidou todos os alunos a escolherem o bilhete que mais tocasse seus corações. A professora, então, fez uma roda de conversa, onde cada criança contou o que estava escrito no bilhete escolhido. Algumas crianças ficaram tão animadas, que escreveram novos bilhetes. Foi uma conversa muito divertida! No fim, todos bateram palmas para a menina, e a mochila, não precisou mais fazer companhia para ela no recreio. [+] saiba mais Orquestra Petrobras Sinfônica | Caixinha de Música 14/07 Música Orquestra Petrobras Sinfônica leva o concerto ‘Caixinha de Música’ para a Cidade das Artes no dia 14 de julho Lá vem o pato. Pata aqui, pata acolá. Com um programa diverso e com canções emblemáticas do universo infantil, a Orquestra Petrobras Sinfônica apresenta o ‘Caixinha de Música’, concerto de câmara que promete encantar o público de todas as idades. O programa inclui uma variedade de composições cativantes, desde clássicos como "O Pato", de Toquinho, Vinicius de Moraes e Paulo Soledade, até músicas contemporâneas como "Pula, Pipoquinha", de Alberto Romualdo Júnior e João Walter Plinta. Cada arranjo, cuidadosamente preparado por Vittor Santos, promete envolver os pequenos e os adultos. [+] saiba mais A Dança e suas Relações na Educação: Percepções e Processos no Ensino e Aprendizagem | Lançamento de Livro 14/07 Arte e Conhecimento A Dança e suas relações na educação, refletindo sobre os processos de ensino e aprendizagem dos saberes da Dança e suas contribuições no desenvolvimento de corpos mais conscientes de suas histórias pessoais e culturais. SOBRE O LIVRO Este livro busca refletir sobre o ensino da Dança na Educação Básica, buscando perceber as relações entre os corpos e os contornos estruturais que envolvem os processos de ensino e aprendizagem da Dança como componente curricular. Na qualidade de saber, a Dança contribui para a formação de corpos conscientes criticamente de suas histórias e dos seus papéis na sociedade, reconhecendo a diversidade de corpos nos processos de ensino e aprendizagem. SOBRE A AUTORA Mestra em Dança na Linha de Pesquisa de Dança-Educação do Programa de Pós-Graduação em Dança - UFRJ, Pós-Graduação em Psicomotricidade, com Licenciatura Plena em Dança, Artista Docente, Coreógrafa, Maitre de Ballet, Docente da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro – SME/RJ, Docente da Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro – SEEDUC/RJ, integrou o Grupo de Trabalho e Pesquisa Currículo da GTP/Currículo - SME/RJ (2022), o Grupo de Pesquisa. Investigações sobre o Corpo Cênico DAC/UFRJ (2020-2021) e o Grupo Pesquisa Saberes Docentes e Saberes da Dança GEPEDANCE/UFRJ (2020-2021). [+] saiba mais Interlocuções | Literatura Arte e Psicanálise 19/07 Arte e Conhecimento 19/07/2024 Tema: Relação conjugal e saúde mental   CONVIDADOS Marcia Esteves Agostinho Historiadora das emoções. Atuando como escritora, professora e pesquisadora interdisciplinar, ela une ciência e história para refletir sobre questões do cotidiano. Mestre e Doutoranda em História das Emoções pela Universidade de Rochester, NY-EUA, Marcia também é Doutora em Engenharia pela UFRJ, com pós-doutoramento na PUC-Rio, e foi pesquisadora visitante na Universidade de Nottingham, na Inglaterra. Além de publicações científicas no Brasil e no exterior, Marcia é autora do livro Por que casamos: sexo e amor na vida a dois, publicado pela editora Almedina, 2023. @marciaestevesagostinho Deonísio da Silva escritor e professor aposentado da Universidade Federal de São Carlos (SP), é Doutor em Letras pela USP. É membro da Academia Brasileira de Filologia, da qual é o atual vice-presidente. É também membro brasileiro da Academia das Ciências de Lisboa. Publicou durante 25 anos a coluna de Etimologia na revista Caras e desde 2011 apresenta a coluna semanal Sem Papas na Língua, na Rádio Bandnews. [+] saiba mais Série Músicos da OSB 20/07 Música Ministério da Cultura e Instituto Cultural Vale apresentam Orquestra Sinfônica Brasileira realiza concertos da Série Músicos da OSB, dias 20 e 21 de julho, na Cidade das Artes   Grupo de cordas da OSB se apresenta no Teatro de Câmara Nos dias 20 e 21 de julho, um grupo de cordas da Orquestra Sinfônica Brasileira sobe ao palco do Teatro da Câmara da Cidade das Artes para mais um espetáculo da Série Músicos da OSB. O conjunto de músicos interpreta obras de Johannes Brahms e Felix Mendelssohn. No domingo, a récita será no formato Concertos para Juventude – apresentações comentadas com cunho didático. Em parte afetado por seu severo perfeccionismo, em parte assombrado pelo fantasma de Beethoven, Johannes Brahms levou alguns anos até trazer a público seus ensaios em certos gêneros consagrados de composição. Sua primeira sinfonia começou a ser concebida no início da década de 1855, mas só foi de fato concluída em 1876; seus primeiros quartetos de cordas, publicados em 1873, foram antecedidos por outros 20, todos descartados por não serem bons o bastante segundo a severa autocrítica do compositor. Por conta desses obstáculos psicológicos, certas formações musicais menos exploradas acabaram por se revelar um território mais propício para a imaginação criativa de Brahms, como atesta o seu Sexteto No. 1, Op. 18, que abre estes concertos da Orquestra Sinfônica Brasileira. A composição consorcia o sofisticado rigor formal do jovem alemão com certo frescor e espontaneidade reminiscente dos divertimenti clássicos, resultando em uma criação de profundo equilíbrio. Na obra que será ouvida em seguida, surpreende o contraste entre a qualidade do conteúdo musical e a pouca idade de seu criador: Felix Mendelssohn tinha apenas 16 anos quando completou o seu Octeto em Mi Bemol Maior, Op. 20. Embora à primeira vista a composição possa sugerir ser fruto de pura e absoluta inspiração, sabe-se que Mendelssohn trabalhou exaustivamente nela, mesmo após a sua publicação, em 1832. Para escrever esta obra-prima – por vezes apontada como ponto inicial de sua maturidade artística – Mendelssohn tomou por modelo o Quarteto Duplo Op. 65, de Louis Spohr. No entanto, enquanto esta obra apresenta uma natureza antifonal, o Octeto revela certa vocação sinfônica: o próprio compositor indica na partitura que a peça deve ser "tocada por todos os instrumentos no estilo de uma sinfonia". A ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA: Fundada em 1940, a Orquestra Sinfônica Brasileira é reconhecida como um dos conjuntos sinfônicos mais importantes do país. Em seus 83 anos de trajetória ininterrupta, a OSB já realizou mais de cinco mil concertos e é reconhecida pelo pioneirismo de suas ações, tendo sido a primeira orquestra a realizar turnês pelo Brasil e exterior, apresentações ao ar livre e projetos de formação de plateia. Composta atualmente por mais de 70 músicos brasileiros e estrangeiros, a OSB contempla uma programação regular de concertos, apresentações especiais e ações educativas, além de um amplo projeto de responsabilidade social e democratização de acesso à cultura. Para viabilizar suas atividades, a Fundação conta com a Lei Federal de Incentivo à Cultura, tem o Instituto Cultural Vale como Mantenedor Amazônia, Shell como Patrocinador Cerrado, NTS - Nova Transportadora do Sudeste como Patrocinador Mata Atlântica, Itaú - Redecard e Volvo como Patrocinadores Caatinga, Brookfield e Sergio Bermudes Advogados como Patrocinadores Pampa, CYMI como Patrocinador Pantanal e Bradesco como Patrocinador da Série Mundo, além de um conjunto de apoiadores culturais e institucionais. [+] saiba mais Série Músicos da OSB | Concertos para a juventude 21/07 Música Ministério da Cultura e Instituto Cultural Vale apresentam Orquestra Sinfônica Brasileira realiza concertos da Série Músicos da OSB, dias 20 e 21 de julho, na Cidade das Artes   Grupo de cordas da OSB se apresenta no Teatro de Câmara Nos dias 20 e 21 de julho, um grupo de cordas da Orquestra Sinfônica Brasileira sobe ao palco do Teatro da Câmara da Cidade das Artes para mais um espetáculo da Série Músicos da OSB. O conjunto de músicos interpreta obras de Johannes Brahms e Felix Mendelssohn. No domingo, a récita será no formato Concertos para Juventude – apresentações comentadas com cunho didático. Em parte afetado por seu severo perfeccionismo, em parte assombrado pelo fantasma de Beethoven, Johannes Brahms levou alguns anos até trazer a público seus ensaios em certos gêneros consagrados de composição. Sua primeira sinfonia começou a ser concebida no início da década de 1855, mas só foi de fato concluída em 1876; seus primeiros quartetos de cordas, publicados em 1873, foram antecedidos por outros 20, todos descartados por não serem bons o bastante segundo a severa autocrítica do compositor. Por conta desses obstáculos psicológicos, certas formações musicais menos exploradas acabaram por se revelar um território mais propício para a imaginação criativa de Brahms, como atesta o seu Sexteto No. 1, Op. 18, que abre estes concertos da Orquestra Sinfônica Brasileira. A composição consorcia o sofisticado rigor formal do jovem alemão com certo frescor e espontaneidade reminiscente dos divertimenti clássicos, resultando em uma criação de profundo equilíbrio. Na obra que será ouvida em seguida, surpreende o contraste entre a qualidade do conteúdo musical e a pouca idade de seu criador: Felix Mendelssohn tinha apenas 16 anos quando completou o seu Octeto em Mi Bemol Maior, Op. 20. Embora à primeira vista a composição possa sugerir ser fruto de pura e absoluta inspiração, sabe-se que Mendelssohn trabalhou exaustivamente nela, mesmo após a sua publicação, em 1832. Para escrever esta obra-prima – por vezes apontada como ponto inicial de sua maturidade artística – Mendelssohn tomou por modelo o Quarteto Duplo Op. 65, de Louis Spohr. No entanto, enquanto esta obra apresenta uma natureza antifonal, o Octeto revela certa vocação sinfônica: o próprio compositor indica na partitura que a peça deve ser "tocada por todos os instrumentos no estilo de uma sinfonia".   A ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA: Fundada em 1940, a Orquestra Sinfônica Brasileira é reconhecida como um dos conjuntos sinfônicos mais importantes do país. Em seus 83 anos de trajetória ininterrupta, a OSB já realizou mais de cinco mil concertos e é reconhecida pelo pioneirismo de suas ações, tendo sido a primeira orquestra a realizar turnês pelo Brasil e exterior, apresentações ao ar livre e projetos de formação de plateia. Composta atualmente por mais de 70 músicos brasileiros e estrangeiros, a OSB contempla uma programação regular de concertos, apresentações especiais e ações educativas, além de um amplo projeto de responsabilidade social e democratização de acesso à cultura. Para viabilizar suas atividades, a Fundação conta com a Lei Federal de Incentivo à Cultura, tem o Instituto Cultural Vale como Mantenedor Amazônia, Shell como Patrocinador Cerrado, NTS - Nova Transportadora do Sudeste como Patrocinador Mata Atlântica, Itaú - Redecard e Volvo como Patrocinadores Caatinga, Brookfield e Sergio Bermudes Advogados como Patrocinadores Pampa, CYMI como Patrocinador Pantanal e Bradesco como Patrocinador da Série Mundo, além de um conjunto de apoiadores culturais e institucionais. [+] saiba mais Conversando sobre Autismo e TDAH | Primeiro Ciclo de Palestras 27/07 Arte e Conhecimento Primeiro Ciclo de Palestra conversando sobre o autismo e TDAH será Ministrado por dois psicólogos: Valdemir Francisco, Estevão Rodrigues, a pedagoga Rosemeri Viana e o Terapeuta das Emoções Carlos Assis PALESTRANTES Valdemir Francisco da Silva Júnior, Psicólogo, Ditetor Tecnico da Humanizer Centro de Terapias Integradas e Saúde. Mestre em pela UERJ, onde pesquisou o comportamento suicida em adolescentes negras. Especialista em Gestão de Saúde Mental. Especializando em ABA para autismo e Deficiência Intelectual (CBI Of Miami). Faz parte dos estudos desenvolvidos no GHIEDNEBR- Grupo de Pesquisa de História da Educação do Negro na Educação Brasileira com o projeto guarda-chuva chamado Velhos Sujeitos, Novos Problemas: Negros na História da Educação, da FEBF-UERJ. É Presidente do Grupo de Trabalho Municipal Intersetorial da Política Sobre Drogas em Guapimirim. Foi Coordenador do CAPS de Guapimirimim e gestor em saude mental em municipios da Baixada Fluminense. É Psicologo Escolar em Guapimirim. Também é escritor, palestrante e consultor no âmbito de políticas públicas. [+] saiba mais Viento Yoga para todos | Bem estar e saúde através da prática de yoga 28/07 Arte e Conhecimento Bem estar e saúde através da prática de yoga 1. Boas-vindas: ● Iniciaremos com uma breve apresentação, onde me apresentarei e explicarei os objetivos da aula de yoga. ● Criarei um ambiente acolhedor e receptivo para que todos se sintam confortáveis e à vontade. 2. Adaptação para todos os níveis: ● Realizaremos um diálogo aberto para identificar as necessidades e restrições de cada participante. ● Com base nas informações coletadas, adaptarei as posturas de yoga para atender às individualidades de cada pessoa. 3. Aula de yoga de 1 hora: ● Mergulharemos em uma prática de yoga fluida e relaxante, com duração de 1 hora. ● As posturas serão cuidadosamente selecionadas para promover flexibilidade, força, equilíbrio e bem-estar geral. ● Oferecerei instruções claras e precisas, com modificações para diferentes níveis de experiência. 4. Momento de meditação: ● Ao final da aula, desfrutaremos de um momento de meditação guiada para acalmar a mente e integrar os benefícios da prática. ● Essa etapa proporcionará um estado de paz interior e profunda conexão consigo mesmo. 5. Encerramento e registro da experiência: ● Dedicaremos um tempo para tirar fotos e registrar esse momento especial de conexão e bem-estar. ● Será uma oportunidade para compartilhar experiências e fortalecer os laços entre os participantes. Observações: ● As posturas de yoga serão adaptadas para atender às necessidades de todos os participantes, desde iniciantes até praticantes experientes. ● A aula será conduzida em um ambiente tranquilo e acolhedor, com música relaxante para promover a imersão na prática. ● Todos os participantes são bem-vindos, independentemente de seu nível de flexibilidade ou experiência com yoga.   [+] saiba mais O Misterioso Sumiço - contado por Bruxa Horrenda | Lançamento de Livro 03/08 Arte e Conhecimento O Misterioso Sumiço — contado por Bruxa Horrenda chegou! Uma incrível história de mistério e com muita aventura, protagonizada por Paty e Deco, os mesmos heróis de “O Segredo do Teatro Abandonado”. Venham e embarquem nessa viagem e descubram o que aconteceu com a Paty, após o seu misterioso sumiço. SOBRE A AUTORA Patricia Bahiense é uma escritora brasileira, carioca, casada e que tem os livros desde muito pequena ao seu redor. Escrevia letras de música e histórias desde que aprendeu a ler. Apaixonada por livros, literatura infantil e infanto-juvenil, escreveu seu primeiro livro em 2008, e, em 2009, ele chegou, “Jacks Jacaré e o destino no Rio Paraíso”. Inspirada em uma música de seu falecido pai, surgiu “Uma Historinha Torta” em 2016. Em 2020, “O segredo do teatro abandonado chegou e foi lançado na Bienal do Livro/RJ, em 2021. Em 2023, a autora lançou mais dois livros. Em julho, o segundo volume do Jacks, “Jacks Jacaré e o Tesouro Perdido” e em dezembro, ”Histórias de uma tricolor de vários corações”. Início de 2024 foi a vez de “Super Afta e o Mosquitão”, ajudando a combater o mosquito da dengue. [+] saiba mais Ser Capoeira | Capacitação de professores em capoeira 04/08 Arte e Conhecimento O mestre Amaz, integrante do grupo Senzala e criador da metodologia infantil "Ser Capoeira", convida para um evento exclusivo focado em sua inovadora abordagem de ensino. Inspirada pela longa trajetória do grupo Senzala, a metodologia "Ser Capoeira" é destaque em de cerca de 50 instituições de ensino, promovendo um crescimento contínuo e impactante. Mestre Amaz, educador brincante, percussionista e pesquisador da cultura popular, liderará este evento que celebra sua contribuição singular à capoeira. O destaque será o curso de capacitação para professores de capoeira infantil, ministrado pelo próprio mestre Amaz, proporcionando uma imersão profunda em sua metodologia revolucionária. Além disso, o evento contará com a participação especial dos professores Braço e Feijoada, alunos formados por Amaz. O professor Braço conduzirá uma oficina de percussão e musicalidade, essencial para a capoeira, enquanto o professor Feijoada, artesão e idealizador do projeto Varanda do Berimbau, oferecerá uma vivência prática de confecção do berimbau, revelando todas as técnicas para a produção deste instrumento icônico. [+] saiba mais Livros no Tatame 10/08 Arte e Conhecimento Livros no Tatame, uma leitura acompanhada pela escuta psicanalítica O Projeto Livros no Tatame são encontros que acontecem com a participação espontânea de crianças e adolescentes, de 5 a 14 anos, para a leitura de pequenos de livros infantis, crônicas e fábulas, cuidadosamente selecionados. O principal objetivo é inserir e motivar a leitura na rotina deste público, acompanhada do olhar e da escuta psicanalíticos, em que toda leitura propicia uma roda de conversa com as crianças falam de suas vivências e sentimentos. É um encontro que se dá com crianças e adolescentes com suas histórias, aventuras e desventuras. É um projeto independente, pode acontecer em qualquer lugar que possamos sentar num tatame e ler com o público infanto-juvenil. O Projeto possibilita a escuta das demandas dos tempos atuais que torna a nossa psicanálise viva e criativa, com a estratégia comunitária de criar espaço de encontro que possa preencher de sentido, ao mesmo tempo em que esvazia para abrir novas possibilidades de produção de sentidos. Criado como possibilidade de um diferente dispositivo clínico que vem sendo pensado com um olhar para fora de nossas instituições e da classe social de seus membros, levando a dar-nos conta do sofrimento que se apresenta diante de nós. A leitura tornou-se a chave para um encontro com muitas possibilidades. Todos ali têm histórias para contar, muito além daquelas que ouvimos sobre as comunidades do Rio de Janeiro. Ler para eles tornou-se ler com eles e uma possibilidade de levá-los ao potencial criativo de cada um. O espaço potencial se expandiu e, eventualmente, os pais participam espontaneamente. [+] saiba mais Oficina Musical Popular com garrafas pet 10/08 Arte e Conhecimento Curadoria: Luis Aragão e Lucas Urubatan O setor Arte e Conhecimento da Cidade das Artes, em parceria com o Museu do Pontal, gostaria de chamar à todas as crianças para uma agradável manhã em família fazendo confecção de instrumentos musicais com garrafa pet. Após a criação dos instrumentos, as crianças participarão de uma “orquestra rítmica” utilizando os instrumentos confeccionados em ritmos de manifestações populares, canto e percussão corporal. Viva a parceria Cidade das Artes e Museu do Pontal!!! [+] saiba mais Celebrando o Dia do Folclore | Bumba meu Boi 25/08 Arte e Conhecimento ​Curadoria: Cecilia Einsfeld, Pedro Sayd e Luizão Santos O Bumba meu Boi é uma festa popular que acontece em vários lugares do Brasil. De acordo com a região em que a festa ocorre e conforme cada grupo de boi, a história se adapta e se apropria de narrativas que giram em torno da morte e da ressureição de um boi que pertence a um patrão. Catirina, que está grávida de Pai Francisco, deseja comer a língua do boi predileto do Patrão. Chico, portanto, consegue esta língua para sua esposa e quando o boi morre, outros personagens entram na história para ressuscitar este novilho. Esta contação do auto do boi é uma atividade pedagógica que ocorre dentro de um contexto educativo que se relaciona com o acervo de cultura popular. Dentro desta atividade teatral, musical e educacional, os arte-educadores do Museu do Pontal, colocam os visitantes para serem os personagens da história. E viva o Bumba meu Boi! E viva a parceria Cidade das Artes e Museu do Pontal!!! [+] saiba mais Os 50 são os novos 30 | Lançamento de Livro 31/08 Arte e Conhecimento O tema do livro é a autoestima. A coragem de buscar a felicidade independente da idade, que em nossa sociedade muitas vezes é vista como um impecilho. Iniciaremos com uma roda de conversa sobre coragem, autoestima, sonhos pessoais e prosseguiremos para a venda e autógrafo de livros. SOBRE O LIVRO "Os 50 são os novos 30" fala das minhas experiências ao superar adversidades, inclusive a separação de um casamento de 20 anos para então me reconstruir e ir em busca da realização de meus sonhos. SOBRE A AUTORA Simone Lima é poeta, socióloga, terapeuta holística, professora das redes municipal e estadual de educação do RJ, apaixonada pela vida, que acredita no poder das relações de afeto e alguém em constante processo de aprendizado e crescimento. Contato: Simone Lima (21) 99851-0505 Email: monelimasilva@hotmail.com Instagram @simonelimapoesia   [+] saiba mais Encontro de Corais da Barra da Tijuca 28/09 a 29/09 Música A Câmara Comunitária da Barra da Tijuca apresenta no palco da Cidade das Artes/Fundação Bibi Ferreira, uma tarde muito especial, com o melhor do Canto Coral, no Encontro de Corais da Barra da Tijuca, visando prestigiar aos coros e seus respectivos maestros que, ao longo do tempo, oferecem ao Bairro, um colorido especial aos seus moradores, com o que de melhor faz a música, ecoando em harmonia e vibrações salutares, por seus corais, cada canto deste elegante bairro. O evento será realizado no Teatro de Câmara da Cidade das Artes, nos dias 28 e 29 de setembro, às 16h. A abertura do evento será feito com o coral convidado do Clube de Regatas do Flamengo no dia 28, e a Kumpania de canto e dança Rosa de Fogo abrirá o evento no dia 29. Os corais participantes, apresentarão 04 peças cada um, não excedendo o tempo de 20 minutos ( tempo máximo a ser utilizado por cada coro). O espetáculo terá a duração de 2 horas, cada dia. [+] saiba mais