Fundação Cidade das Artes

Programação » Recital | Álvaro Siviero

Evento Encerrado

Recital | Álvaro Siviero



Novamente o consagrado pianista brasileiro Álvaro Siviero subirá ao palco da Cidade das Artes, no dia 7 de agosto, às 20:30h, para apresentar o Recital Álvaro Siviero, composto por obras do grande nome da música clássica mundial, Frederic Chopin.

 

Este ano, o ator Juliano Cazarré fará uma participação artística especial no espetáculo.

 

Álvaro Siviero e Cazarré farão uma interação vibrante, ampliando ainda mais a experiência com a música clássica para elevá-la a um patamar de apreciação que transformará o entendimento e gosto do público pela música clássica.

 

O evento, que tem apoio cultural do Colégio Porto Real, tem o objetivo de fomentar a cultura através da música clássica. Ao longo da apresentação, o pianista fará breves exposições sobre as obras e biografias dos compositores e uma interação com o público que gera muito aprendizado e interesse. É uma experiência única e enriquecedora!

 

"Depois do Recital do Álvaro, com suas explicações sobre as obras e as histórias sobre os compositores, fiquei muito interessada em escutar mais música clássica em casa. Hoje a família toda curte muito...cada vez escutamos mais músicas clássicas com as crianças, que pedem para ouvir Beethoven, Chopin...fico feliz com a evolução do bom gosto musical da família”, diz Andrea Ferrari que foi no recital de 2019.

 

“Conhecer o trabalho do pianista Álvaro Siviero foi muito transformador na minha vida. O jeito que o Álvaro expõe a música e a história fazem diferença no entendimento da música. Vai ser uma oportunidade incrível assistir o recital ao vivo, no Cidade das Artes. Depois que começamos acompanhar o trabalho do Álvaro, essas músicas lindas fazem parte do dia a dia da minha família.” Cláudia Scalco, que já garantiu o ingresso da família no Recital


PROGRAMA DO RECITAL CHOPIN

 

Primeira Parte

- Fantaisie Op.49

- Polonaise Op.53 em lá bemol maior “Heróica”

- Estudo Op.10 n.12 em dó menor “Revolucionário”

- Noturno Op.9 n.1 em si bemol menor

- Balada n.1 Op.23 em sol menor

INTERVALO

 

Segunda Parte

- Prelúdio n.17 Op.28 em lá bemol maior

- Grande Valsa Brilhante Op.34 n.1 em lá bemol maior

- Scherzo n.2 Op.31 em si bemol menor

 


Um pouco sobre o pianista Álvaro Siviero:

 

O paulistano Alvaro Siviero é um apaixonado pelo piano, acumulando passagens por países como Alemanha, Portugal, Itália, USA, República Tcheca, Áustria, Polônia, França, Inglaterra, Suíça, Argentina, Chile, África do Sul, Holanda, Espanha, Uruguay e Peru, apresentando-se em turnês com a London Festival Orchestra, Budapest Chamber Orchestra, Russian, Virtuosi of Europe, The City of Prague Philharmonic Orchestra, Orquestra Académica de Madrid, Polska Filharmonia Baltycka, Sinfonia Rotterdam, Wiener Kammersymphonie, Cape Town Philharmonic Orchestra, Salzburg Chamber Soloists e I Musici de Montreal, além  de ser solista convidado de diversas orquestras brasileiras, tais como a Orquestra Sinfônica Brasileira, Sinfônica de Brasília, Sinfônica de Goiânia, Sinfônica do Paraná, Sinfônica de Sergipe, Sinfônica de Santos, Sinfônica de Campinas, entre outras. 

 

Siviero foi o primeiro brasileiro a participar do curso de imersão na obra de Beethoven na Casa Orfeo-Fondazione Wilhelm Kempff, em Positano. Em maio de 2007, realizou recital particular ao Papa Bento XVI, em Aparecida, São Paulo, quando da visita do Romano Pontífice ao Brasil. Em novembro de 2009, foi o artista que representou o Brasil no histórico Encontro Mundial de Artistas, celebrado na Capela Sistina, em Roma. Em abril de 2011, em Maiorca, realizou o recital oficial de reabertura do verdadeiro local onde Chopin residiu na Cartoixa de Valldemossa. Por sua incansável dedicação à cultura e promoção de diversos grupos sinfônicos nacionais e internacionais, recebeu a Comenda da Ordem do Mérito Cultural Carlos Gomes como reconhecimento pelos serviços culturais prestados.




Música

Informações Gerais

Datas

07/08/21

Horários

Sábado às 20h30

Duração

90 Minutos em média

Local

Cidade das Artes

Sala

Grande Sala

Classificação Etária

Livre

Preços

3º LOTE (inteira) : R$ 200,00

Demais Eventos da Programação

Maquete de LEGO® do Rio de Janeiro I Exposição Permanente 08/03 a 31/01 Artes Visuais LEGO® doa ao Rio de Janeiro a maquete feita com 947 mil peças A maquete do Rio de Janeiro feita totalmente em LEGO foi construída para homenagear de forma criativa e inusitada a cidade-sede dos Jogos Olímpicos de 2016 e ficará exposta permanentemente na Cidade das Artes como legado cultural. A construção destaca os 25 importantes ícones da cidade como o Pão de Açúcar, o Cristo Redentor, os Arcos da Lapa, o Maracanã, entre outros. [+] saiba mais Vacinação COVID-19 10/01 a 18/12 Outros A vacinação acontece no 2° andar da Cidade das Artes (Esplanada), é preciso apresentar documento de identidade e número do CPF. O comprovante de vacinação deverá ser guardado e apresentado quando chegar a hora de tomar a próxima dose da vacina.  A vacinação contra a COVID-19 a cada dia é destinada a grupos indicados nos calendários oficiais de vacinação divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, verifique sempre nos sites e redes sociais oficiais da Prefeitura e da Secretaria Municipal de Saúde. O ponto de vacinação (PV), na Cidade das Artes foi inaugurado em 31 de março de 2021, pela Secretaria Municipal de Saúde, para facilitar o acesso da população.   [+] saiba mais Visitinha nas Artes | Visita guiada 13/03 a 18/12 Arte e Conhecimento Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, Riotur e Cidade das Artes através do Programa de Fomento à Cultura Carioca apresentam VISITINHA NAS ARTES O que é ? Visitinha nas Artes é um projeto que se propõe a fazer com que as crianças entendam, conheçam e se apropriem do equipamento cultural e da ideia que está por trás da concepção da Cidade das Artes. Essa experiência levará a compreensão de que as artes são plurais e vitais para a existência humana. A visitinha conta com a Batutinha, personagem que é a alma de um menina negra que almeja ser maestrina e caminha batendo os pés no ritmo das músicas, como se estivesse batendo num tambor. Seu amor pelas artes a levou a se abrigar na Cidade das Artes e aqui ficar, servindo como exemplo de representatividade, inclusão e inspiração para jovens artistas. Como funciona a visitinha? A visita é gratuita mediante agendamento por esse link, sempre aos domingos, às 11h, com grupos de 45 pessoas (20 crianças + 25 responsáveis). Duração de aproximadamente 90 minutos, sendo 45 minutos para a Visita Guiada e os outros 45 minutos para a Oficina. Todos os participantes irão receber fones de ouvido para acompanhar a explicação do guia durante o percurso da visita guiada. 1) Visita guiada O roteiro, que vai percorrer diversos espaços da Cidade das Artes e dura em torno de 45 minutos, foi desenvolvido do ponto de vista das crianças, estimulando o sonho, treinando o olhar para os detalhes e abrindo suas mentes para que se coloquem na posição de artistas. A personagem Batutinha, é inserida nesta parte da visitinha de forma imaginária. Todos os participantes receberão fones de ouvido que serão utilizados para a comunicação entre o guia e os participantes. 2) Oficina A oficina de musicalização infantil com duas professoras. Uma das professoras é a Batutinha e a outra, uma musicista convidada. Existe uma relação entre a Batutinha andar marcando os pés no ritmo das músicas e seu desejo em ser maestrina. Antes do surgimento da figura do maestro, os músicos das orquestras eram "guiados" por uma marcação de tempo, ou seja, a marcação de tempo é, de forma bem simples, a primeira função do maestro em um coro ou orquestra. A aula ensinará de forma lúdica a importância do ritmo através de brincadeiras, percussão corporal e canto. Conceitos musicais como regência, naipe, ritmo, melodia e harmonia também serão apresentados durante a aula. A idade das crianças para participar das oficinas deve ser de 3 a 12 anos. Crianças de colo poderão participar somente da Visita Guiada. Acessibilidade: Um profissional intérprete de libras fará parte da equipe de guias da visitinha. Lembretes: - Credenciamento: Todos devem chegar com 30 minutos de antecedência para fazer o credenciamento. É necessário um documento de identificação original ( RG e/ou CPF) para retirada do equipamento de áudio; - O ponto de encontro e o credenciamento fica localizado no receptivo da Cidade das Artes no 2º andar (Esplanada); - O uso de máscara é recomendável; - O comprovante de vacina contra a Covid-19, para maiores de 18 anos, é obrigatório no Rio desde 15 de setembro de 2021 para a visitação e entrada em alguns estabelecimentos e locais de uso coletivo (Decreto Rio nº 49335 de agosto de 2021). - É exigida a presença de uma pessoa responsável por criança durante toda a visita. - Contato: milamusiced@gmail.com   [+] saiba mais Canto das Artes | Oficina de Canto Coral 07/06 a 25/10 Arte e Conhecimento A Oficina Coral Canto das Artes tem como principal foco desenvolver a musicalidade e promover o bem-estar dos seus integrantes e o repertório é voltado para a MPB, Samba e Bossa Nova. Muitos corais de desfizeram durante a pandemia mas o Canto das Artes, apesar de algumas baixas, se manteve firme e o período de junho a outubro de ensaios na Cidade das Artes é um convite para que as pessoas voltem a cantar em coros e para quem nunca participou, que venha conhecer a felicidade de cantar em grupo.  Não é necessária experiência. História da Oficina Coral Canto das Artes A oficina nasceu em setembro de 2018 como parte integrante da escola de música Mi La Música, ligada a Associação de Amigos da Cidade das Artes, e realizou apresentações na Cidade das Artes, no Barra Shopping e no evento Urban Hacking, promovido pelo Sebrae. Durante a pandemia e na impossibilidade de ensaiar de forma presencial, a Oficina Coral operou de forma online, de março de 2020 a maio de 2022, focando no desenvolvimento individual dos coralistas durante os ensaios. Foram usados aplicativos que possibilitaram que os alunos participassem das aulas em grupo, praticando técnicas vocais e fazendo gravações online dos seus naipe e o resultado final foi a gravação de dois clipes musicais e um documentário sobre a história do grupo, a importância da pratica coral na vida dos integrantes e principalmente durante a pandemia. Regente e Professor André Miranda Cantor, arranjador e regente coral. Formado em Licenciatura em Música pela Unirio, e Regência Coral pela Pro-Arte. Foi integrante do grupo vocal Ordinarius, com o qual gravou três discos. Como regente, está á frente do Coro Oficina de Canto APABNDES, Glee Club, Quarteto TPM e Canto das Artes, além de ministrar todos os anos oficinas de canto coral no SESC Rio. Participou de festivais corais no Brasil e no exterior, como o Cantapueblo (Mendoza/ARG), FEPAC (João Pessoa/PB), Cantáguas (São Lourenço/MG) e o Festcoros Bahia (Salvador/BA). Como arranjador, escreveu para diversos coros e grupos vocais. Coordenadora Mila Schiavo Graduada em percussão pela Berklee College of Music (Boston/EUA), Mestrado em Administração pela PUC RJ e MBAs em Gestão Pública e Agenciamento Cultural pela Fundação CECIERJ – SEC/RJ e em Gestão Empresarial pela PUC/RJ Produtora Cultural: Vencedora do edital FOCA 2022 com o projeto Visitinha nas Artes, atualmente em cartaz na Cidade das Artes. Abriu sua escola, Mi La Musica, e durante a pandemia criou os cursos The Brazilian Virtual Choir Lab (Laboratório de Coral Virtual Brasileiro) e o Bossa Nova BootCamp, programas online de imersão cultural na música brasileira voltado para alunos estrangeiros. O curso já teve alunos da Austrália, EUA, França, Holanda, Itália e Brasil. Além dos cursos internacionais, a escola tem cursos de percussão, bateria, Canto Coral, entre outros. Reconhecida no meio musical, Mila Schiavo trabalhou com Roupa Nova, Barão Vermelho, Leny Andrade, The Brooklyn Philharmonic Orchestra, Titãs, Iza, Guilherme Arantes, David Byrne, Howard Levy, Paulo Moura, Virgínia Rodrigues, Caetano Veloso, Nelson Motta, Vinicius Cantuaria, Nico Rezende, Bebel Gilberto, Antonio Adolfo, Roberto Gnattali, entre outros.   Aprovada pela LIESA para atuar como julgadora no quesito bateria nos desfiles das Escolas de Samba do Grupo Especial no Carnaval 2022. Foi a primeira vez, em 90 anos de desfiles, que uma mulher julga o quesito bateria.  Pioneira na divulgação e ensino da percussão no Rio de Janeiro, foi produtora do Festival de Percussão da UERJ no ano 2000, o primeiro no gênero no Rio de Janeiro e fundou no mesmo ano a primeira escola de percussão e bateria da cidade, a Maracatu Brasil.   [+] saiba mais Oficina de Teatro Inclusivo | Um reencontro com a arte 07/06 a 24/11 Arte e Conhecimento Artes cênicas, técnicas de yoga e reiki serão oferecidas, de forma gratuita, aos idosos e pessoas com deficiência intelectual. A Escola Pé na Arte apresenta a Oficina de Teatro Inclusivo, projeto que oferece aulas gratuitas para idosos e pessoas com deficiência intelectual, visando levar a cultura do teatro, além de desenvolver e ampliar as habilidades funcionais. A oficina terá início em junho e será realizada na Cidade das Artes, na Barra da Tijuca (RJ), duas vezes por semana. Sabemos que a arte teatral tem o grande poder de mudar a forma como as pessoas interagem com o mundo, desenvolvendo habilidades, promovendo integração e rompendo as barreiras sociais. Foi pensando nisso que o ator e arte educador Zecarlos Moreno, diretor da Escola Pé na Arte, criou a Oficina de Teatro Inclusivo. A partir de sua experiência com o grupo de teatro inclusivo o qual ministra aulas, e que seguiu online durante a pandemia, Zecarlos imaginou ser esse um caminho para alcançar mais pessoas, promovendo a cultura e a socialização: “Quando falamos de teatro inclusivo, estamos abordando não somente os preconceitos sociais, mas também os relacionados à idade e às deficiências intelectuais. Com a oficina visamos, através das artes cênicas, colaborar para que os alunos inscritos possam se encontrar no ambiente cultural, proporcionando autoconhecimento, equilíbrio, criatividade e entrosamento em grupo.” A Oficina de Teatro Inclusivo reforça que o acesso às artes é relevante para viabilizar a inclusão humana e para o reconhecimento das diferenças como potencialidades. Outro ponto importante é a territorialização do edital, que privilegiou projetos culturais da Zona Oeste. “A oficina estará disponível para todos, mas queremos dar preferência para alunos de Jacarepaguá, em especial aqueles que não teriam condições de pagar por um curso com esta estrutura”, conta Roger Almeida, produtor executivo do projeto. Com aulas de junho à novembro, todas as terças e quintas, das 14h às 17h, a Oficina de Teatro Inclusivo apresenta uma metodologia teórica e prática das artes cênicas com jogos teatrais, improvisação, meditação, exercícios respiratórios, técnicas de yoga e reiki, ministradas por profissionais especializados em educação inclusiva. As inscrições são gratuitas e estão abertas na plataforma Sympla. O projeto conta com patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura e apoio cultural da Cidade das Artes. Oficina de Teatro Inclusivo, transformando vidas através da Arte. [+] saiba mais Que baleia é essa? | Exposição 08/06 a 30/12 Arte e Conhecimento A exposição "Que baleia é essa?" apresenta ao público um grande esqueleto de Baleia-Cachalote pertencente à espécie Physeter macrocephalus. Esta baleia encalhou na Praia de Curimãs, município de Barroquinha-CE, em 1 de janeiro de 2014. Tratava-se de um animal adulto, do sexo masculino, com 15,7 m de comprimento. O cachalote ( Physeter macrocephalus ), ou chacharréu, é o maior dos cetáceos com dentes, bem como o maior animal contendo dentes que existe atualmente (podendo medir até 20 metros de comprimento). Este esqueleto está montado no Foyer na Grande Sala. A parceria para sua aquisição foi feita pela instituição Aquasis junto ao Museu Nacional em dezembro de 2020. A Aquasis representa a única instituição licenciada no Ceará para atendimento de encalhes de mamíferos marinhos, incluindo a autorização para coleta e transporte de amostras biológicas in situ e ex situ. Dessa forma foi possível ter acesso ao espécime que é o foco desta exposição. Através deste exuberante exemplar de baleia cachalote, o Museu Nacional/UFRJ pode explorar alguns aspectos relacionados a Biologia e Biodiversidade, que são temas diretamente relacionados com algumas das pesquisas científicas de excelência desenvolvidas na instituição. A opção em expô-la atende a missão institucional de comunicação e divulgação científica. Conheça um pouco mais sobre o mundo dos cetáceos e das baleias. Agora conheça um pouco mais do universo da baleia que movimentou o romance Moby Dick de autoria do escritor estadunidense Herman Melville, que imortalizou a cachalote na literatura e no cinema, tornando-a um animal que movimenta o imaginário popular. [+] saiba mais @CESSO 2022 | Workshop de produção em eventos culturais 24/08 a 26/10 Arte e Conhecimento As ações de webconteúdo ligadas ao Rio WebFest possibilitam que tenhamos um panorama anual de cerca de 4.000 conteúdos. Através deste recorte mapeamos novos modelos de produção, comunicação, representatividade e networking. Assim criamos uma metodologia para formação de lideranças. Dez encontros, agendados por três meses, nos quais debatemos os princípios do Empreendedorismo Digital. Nosso desejo é que cada aluno venha a ser um vetor de empreendedorismo dentro de suas comunidades. O Projeto @cesso nasceu em 2018, em parceria com o setor de Arte Educação, como contrapartida do Rio WebFest à Cidade das Artes. Em 2022 realizaremos a 5º Edição. Pré-Inscrições: 05/08 a 19/08 30 vagas Link: https://forms.gle/jVdsmsWtqqa5gyjt7   Chamada dos participantes selecionados: 20/08 a 22/08 Data de Início do projeto: 24/08/2022 - 10 encontros de 3h30 Horário: 09h às 12h30 Em parceria com a Cidade das Artes, o maior festival internacional de webseries do mundo - Rio WebFest, apresenta a chamada para quinta turma do projeto @cesso, um curso de qualificação com o objetivo de instrumentalizar pessoas com noções inicias de produção em eventos culturais através dos princípios do empreendedorismo digital. Todos os alunos receberão passaportes para os eventos do festival que acontece na Cidade das Artes em novembro. Os alunos receberão certificado de participação que será entregue na Abertura Oficial do evento, além de haver uma seleção de talentos para integrar a equipe do Rio WebFest 2022. O Projeto atenderá prioritariamente jovens provenientes das comunidades carentes da Zona Oeste, mas está aberto a inscrições de todo município do Rio de Janeiro. É importante informar se houver casos de necessidades especiais para avaliarmos e nos prepararmos para uma possível adaptação das aulas ao aluno. O fundador do Rio Webfest, Sp WebFest e Rio Web Mercado, Daniel Archangelo, estará à frente do @cesso. Daniel também é proprietário da Dendrobates Cultura, é diretor formado pela Escola de Comunicação da UFRJ e ator formado pela Escola de Teatro Martins Pena, sócio da Charlote Produções Culturais e da Tentáculos Espetáculos.   Bonificação aos participantes: > Mentoria com profissionais do mercado, autoridades e empresários. > Certificação de conclusão recebido no palco da Abertura Oficial do Rio WebFest. > Destaques da turma são convidados a integrar a equipe do Rio WebFest em novembro. Equipe Auxiliar Glenda Severo - Diretora de Comunicação em eventos. Palestrantes Leandro Silva - Audiovisual Douglas Vidal - Estratégias e Recursos Beatriz Santa Rita  -  Iluminadora e Produtora. Deuza Souza - Composição de Equipe. Conteúdo Encontro 1 - Realização Encontro 2 - Produção Encontro 3 - Comunicação Encontro 4 - Imagem Encontro 5 - Dinheiro e Recursos Encontro 6 - Liderança  Encontro 7 - Linguagens Encontro 8 - Projetos Encontro 9 - Mentoria  Encontro 10 - Ações Resultados Esperados Cada indivíduo que faz o projeto torna-se um agente potencial de transformação e realização. Instrumentalizado com as diretrizes do empreendedorismo, e ciente das ferramentas de criação de conteúdo, irá reverberar estes conhecimentos em seus projetos e em suas comunidades. Mais detalhes sobre o evento: (21) 3325-0448 [+] saiba mais BORA RIR | Meu fracasso é o meu sucesso 30/09 Outros O Borarir é um projeto de Stand Up Comedy itinerante. A ideia é ocupar todo o Rio de Janeiro com os melhores humoristas do cenário nacional, valorizar a cena carioca e servir de palco para revelação de novos talentos.   Sempre um Show diferente: Além de dirigir Paulinho Serra também se apresenta nas edições do Bora Rir, junto com humoristas consagrados da comédia nacional, que se revezam pelos shows, fazendo com que cada espetáculo seja sempre diferente. O décimo elenco da temporada 2022 do “Bora Rir” Rir STAND-UP COMEDY trás “ Meu fracasso é o meu Sucesso” com Bruna Campello . É um show de stand-up comedy que  pretende contar as desventuras vividas pela humorista Bruna Campello de forma muito divertida. Relacionamento, maternidade, futebol, carreira, são alguns dos temas que levam o público à gargalhada. SOBRE BRUNA CAMPELLO Bruna Campello Pós-graduada em Preparação Corporal de Atores. Possui oito prêmios de melhor atriz em Festivais Nacionais de Teatro. Fez diversas participações em programas humorísticos da TV Globo, como: Os Caras de Pau, Zorra Total, Junto e Misturado, Mister Brau e Tá no Ar. Participou das novelas : A Dona do Pedaço, Império, Babilônia e A Regra do Jogo. Foi Vice-campeã no Quadro “QUEM CHEGA LÁ?” do Domingão do Faustão. No Multishow, foi elenco fixo do programa Treme Treme durante três temporadas, Participou de “Tocs de Dalila” e “Vai que Cola” e 220 volts. Esteve em cartaz por quatro anos com a peça Pé na Porta Comedy Show, com direção Geral de Fernando Caruso. Hoje faz parte do Elenco fixo no projeto “Bora Rir” de Stand Up Comedy, com direção de Paulinho Serra e coordena a noite Comédia de Vênus, um show de stand up feminino com direção de Cláudio Torres Gonzaga.   Obs.: O elenco está sujeito a mudanças sem aviso prévio. Fique atento aos canais de comunicação oficiais para possíveis alterações. Grato pela compreensão.   Direção Artística: Paulinho Serra Direção Executiva: André Binnios Produção Executiva: A Costa [+] saiba mais Concertos da Independência 01/10 Música O Coro Sinfônico da Associação de Canto Coral faz homenagem a José Maurício Nunes Garcia no Concerto Independência, neste domingo, 1 de outubro, às 19h. Solistas e coro apresentarão a Missa de Nossa Senhora do Carmo, uma das principais obras do mais importante compositor brasileiro do período colonial e imperial. A Missa, composta em 1818, foi apresentada em 1ª audição pelo Coro da ACC e Orquestra Camerata do Rio de Janeiro, sob a regência de Henrique Morelenbaum, em 05/04/1986, na Igreja da Candelária, no Rio. A partitura foi recentemente restaurada a partir de manuscritos e será levada ao público após vários anos fora das temporadas. O programa, sob a regência de Miguel Torres, terá como solistas, a soprano Maria Gerk, a mezzo-soprano Helena Lopes, o tenor Ivan Jorgensen, o baixo 1 João Marcos Charpinel e o baixo 2 David Rasga. No órgão, André Torres. A  Associação de Canto Coral, por sua vez, é uma das mais importantes instituições musicais do Rio de Janeiro, fundada na década de 1940 pela professora e regente Cleofe Person de Mattos (1913-2002). Ao longo de sua história a ACC foi conduzida por compositores e maestros de renome, como Villa-Lobos, Stravinsky, Karl Richter e Francisco Mignone, dentre outros. Em oitenta anos de atuação, a Associação se dedicou à obra de José Maurício Nunes Garcia, o mais importante compositor brasileiro do período colonial, tendo produzido inúmeras gravações e edições de suas obras. A Missa foi gravada em LP pela ACC e Orquestra Camerata na Escola de Música da UFRJ, em setembro de 1986, com produção da Funarte/INM-UFRJ e Clio [+] saiba mais NINGYŌ: Arte e Beleza da Boneca Japonesa | Exposição 07/10 a 20/10 Arte e Conhecimento Consulado do Japão no Rio apresenta exposição internacional na Cidade das Artes Bibi Ferreira A palavra japonesa para boneca é NINGYŌ que, ao pé da letra, significa “forma humana”. Através destas formas, a cultura japonesa celebra sua história e folclore sob quatro olhares diferentes: símbolos de oração pelo crescimento saudável das crianças; ricos ornamentos representativos das belas-artes; arte popular e artesanato; e toda a diversidade da cultura pop. De 7 de outubro a 20 de novembro, o Consulado-Geral do Japão no Rio de Janeiro apresenta na Cidade das Artes Bibi Ferreira a exposição NINGYŌ: Arte e Beleza da Boneca Japonesa, um oferecimento da Fundação Japão. Esta exposição itinerante já correu o mundo e chega pela primeira vez ao Rio de Janeiro, trazendo obras que retratam a delicadeza e maestria da boneca japonesa e tudo o que ela representa. Também serão oferecidas oficinas culturais de origami (dobradura de papel) e mangá. No dia 7 de outubro, a partir das 16h, haverá visita guiada e bate-papo sobre os costumes japoneses representados pelas bonecas desta exposição. Esta realização faz parte do MÊS DO JAPÃO, uma série de eventos culturais sob a tutela do Consulado-Geral do Japão no Rio de Janeiro.  Sobre a Fundação Japão A Fundação Japão é uma organização vinculada ao Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão, estabelecida em 1972, com o objetivo de promover o intercâmbio cultural e a compreensão mútua entre o Japão e outros países. Saiba mais em https://fjsp.org.br/   Realização Consulado-Geral do Japão no Rio de Janeiro | Fundação Japão | ArtBrasil Logística | Prefeitura do Rio de Janeiro   [+] saiba mais Bosques da memória - Plantar, transformar e ressignificar | Roda de conversa e lançamento de livro 08/10 Outros A campanha Bosques da Memória, desenvolvida de forma participativa e colaborativa, é uma promoção conjunta da Rede de ONGs da Mata Atlântica - RMA, da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica - RBMA e do PACTO pela Restauração da Mata Atlântica. No início de 2022, iniciamos o projeto do Livro do Bosque da Memória, onde acreditamos ser o primeiro livro a ser lançado que irá contar sobre as pessoas relevantes da nossa história como Sandra Alvim, Burle Marx e Gianni Patuzzi , pois o memorial abriga uma escultura tombada, sobre a ideia do Bosque, dados e fatos da pandemia contada pela Dra. Margareth Dalcolmo e mais de 100 histórias de familiares sobre os seus entes queridos que estão homenageados no bosque.  Roda de conversa com os convidados:   - Dra. Margareth Dalcolmo – Médica, pesquisadora da Fiocruz, presidente da Sociedade Brasileira de Pneumologia - Tisiologia; Bruno Oliveira – Filósofo, Teólogo e Capelão do INCA -  Vladimir Fernandes – Geógrafo especialista em Planejamento e Gestão Ambiental da Secretaria Municipal de Ambiente e Clima - Mariana de Abreu – Voluntária dos Bosques e Psicóloga do INCA - Kelly Simões - Voluntária dos Bosques e Psicóloga - Marly de Castro Gutierrez; Fátima Maria Viana Monteiro, Ângela Barbosa Dias, que fizeram parte do projeto plantando árvores para seus entes queridos -  Vera Aragão representa o movimento Viúvas da Covid-19 -  Antonina Buriti e Isabelle de Loys (Coordenadoras do Livro Bosques da Memória). Apresentação: A Quarta Corda é um projeto criado e conduzido por jovens músicos de comunidades do Rio de Janeiro que tem como principal objetivo manter o sonho de jovens de comunidades, compartilhando conhecimento e viabilizando oportunidades. Lançamento do livro: Bosques da memória - Plantar, transformar e ressignificar. Editora Patuá. [+] saiba mais Orquestra Sinfônica Brasileira - Concerto Especial John Williams 90 anos 08/10 a 09/10 Música Ministério do Turismo e Instituto Cultural Vale apresentam: Música de cinema: OSB apresenta clássicos de John Williams na Cidade das Artes Bibi Ferreira, dias 8 e 9 de outubro Trilhas de filmes como “E.T. – O Extraterrestre”, “Jurassic Park”, “Harry Potter” e “Star Wars” estão no programa Um dos compositores mais premiados da história do cinema, John Williams assina obras contribuíram para o sucesso de mais de 100 filmes. Algumas delas estão no programa que a Orquestra Sinfônica Brasileira leva ao palco da Cidade das Artes Bibi Ferreira nos dias 8 e 9 de outubro. Músicas que marcaram as trilhas sonoras de longas como “E.T. – O Extraterrestre”, “Jurassic Park”, “Harry Potter”, “Star Wars”, entre outros, estão no repertório do concerto “John Williams 90 anos”, que contará com regência do maestro convidado Javier Logioia Orbe. As Aventuras na Terra, de E.T - O Extraterrestre, que rendeu ao compositor seu quarto Oscar, entre outros prêmios importantes, abre o programa e fará o público relembrar a história do pequeno alienígena esquecido na Terra e sua luta para voltar para casa. Na sequência, a trilha de “Harry Potter e a Pedra Filosofal”, com Tema de Hedwig, A Pedra do Feiticeiro, Nimbus 2000 e O mundo maravilhoso de Harry. Marcha dos Caçadores, música tema de Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida aparece a seguir. Com suas melodias poderosas, a trilha ajudou a narrar as peripécias do destemido arqueólogo por selvas escuras e cheias de armadilhas em uma das maiores aventuras cinematográficas de todos os tempos. O público também poderá reviver a tensão de Tubarão, a partir da premiada trilha sonora de tom soturno e misterioso. Apesar do clima de terror que pontua a história, a música tema de Jurassic Park é uma melodia suave e lírica, com orquestração grandiosa (marca registrada do trabalho de Williams). Na ocasião, ela precederá a execução de uma das trilhas sonoras mais marcantes de todos os tempos: Star Wars, com “Tema Principal”, “Tema da Princesa Leia”, “Marcha Imperial - Tema de Darth Vader”, “Tema de Yoda”, “Sala do Trono & Tema Final”. A música tema de Superman encerra o concerto. A ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA: Fundada em 1940, a Orquestra Sinfônica Brasileira é considerada um dos conjuntos sinfônicos mais importantes do país. Em seus 82 anos de trajetória ininterrupta, a OSB já realizou mais de cinco mil concertos e é reconhecida pelo pioneirismo de suas ações, tendo sido a primeira orquestra a realizar turnês pelo Brasil e exterior, apresentações ao ar livre e projetos de formação de plateia. Composta atualmente por mais de 70 músicos brasileiros e estrangeiros, a OSB contempla uma programação regular de concertos, apresentações especiais e ações educativas, além de um amplo projeto de responsabilidade social e democratização de acesso à cultura. Para viabilizar suas atividades, a Fundação conta com a Lei Federal de Incentivo à Cultura, tem o Instituto Cultural Vale como mantenedor, a NTS - Nova Transportadora do Sudeste, como patrocinadora master, Brookfield como patrocinador, e Vibra, Sergio Bermudes Advogados e Telemont como copatrocinadores, além de um conjunto de apoiadores culturais e institucionais.   PROGRAMA: JOHN WILLIAMS E.T. – O Extraterrestre | As Aventuras na Terra Harry Potter e a Pedra Filosofal 1- Tema de Hedwig 2 - A Pedra do Feiticeiro 3 - Nimbus 2000 4 - O mundo maravilhoso de Harry Indiana Jones – Marcha dos caçadores Tubarão - Suíte Jurassic Park Star Wars – Suíte para orquestra 1- Tema Principal 2 - Tema da Princesa Leia 3 - Marcha Imperial 4 - Tema de Yoda 5 - Sala do Trono e Tema Final Superman March [+] saiba mais Orquestra Sinfônica Brasileira - Concerto Especial Dia das Crianças 15/10 a 16/10 Música Ministério do Turismo, Instituto Cultural Vale, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura apresentam: OSB apresenta concerto em homenagem ao Dia das Crianças, dias 15 e 16 de outubro, na Cidade das Artes Blim-Blem-Blom, de Tim Rescala, e Pedro e o Lobo, de Sergei Prokofiev, estão no programa Com repertório voltado para o público infantil, em homenagem ao Dia das Crianças, a Orquestra Sinfônica Brasileira se apresenta no Teatro de Câmara da Cidade das Artes Bibi Ferreira nos dias 15 e 16 de outubro. No programa, que será conduzido pelo maestro Ubiratã Rodrigues, estão Blim-Blem-Blom, de Tim Rescala, e Pedro e o Lobo, de Sergei Prokofiev. A narração ficará a cargo de José Mauro Brant. O concerto tem início com a suíte orquestral para crianças Blim-Blem-Blom, de Tim Rescala. Cada um dos cinco movimentos desta peça propõe uma brincadeira diferente, transmitindo noções básicas de música de forma subliminar e lúdica. Na sequência o público ouvirá Pedro e o Lobo. Com texto e música assinados por Sergei Prokofiev, a composição narra a história de um menino, Pedro, que vive com seu avô próximo a uma floresta. Em um dia ensolarado em que tudo parecia correr bem, o jovenzinho e seus amigos animais se veem em perigo, diante de um lobo ameaçador. O enredo é uma celebração da amizade, da coragem e do trabalho em grupo e ganha ainda mais cor e vitalidade com a música que o acompanha. O enlace entre os sons dos instrumentos da orquestra, os personagens e a ação narrativa unificam música e texto. Cada um dos personagens da obra é associado a um instrumento ou grupo de instrumentos: Pedro é associado às cordas; o pássaro, à flauta; o gato, ao clarinete; o pato, ao oboé; o avô, ao fagote; o lobo, às trompas; os caçadores, à percussão.   [+] saiba mais Quarteto Atlântico | Concerto 22/10 a 23/10 Música Concerto do Quarteto Atlântico, quarteto de cordas formado por dois violinos, viola e violoncelo. Essa apresentação leva ao público um repertório marcante, com momentos de muita emoção, beleza e intensidade. Um encontro de renomados músicos do cenário nacional com preços populares. Quarteto Atlântico Violinos: Ivan Scheinvar e Thiago Teixeira Viola: Luiz Felipe Ferreira Violoncelo: Bruno Valente Programa: Quarteto No. 2, em Lá menor, Op.13 - Felix Mendelssohn IV. Presto - Adagio non lento Bachianas Brasileiras No. 5 - Heitor Villa-Lobos Ária - Cantilena Quarteto No. 14, em Ré menor, D.810 "Morte e a Donzela" - Franz Schubert I. Allegro II. Andante con moto III. Scherzo: Allegro molto IV. Presto [+] saiba mais Canta o Brasil | Coros 15/12 Música O Projeto Canta o Brasil, idealizado pelo Maestro Luiz Lima (arranjador, pianista, cantor lírico e regente de importantes coros no Rio de Janeiro), já tendo se apresentado em vários locais do Brasil e do Exterior, reúne todos os seus corais para uma única apresentação. Em 2022, apresentará o melhor da música popular brasileira reunido composições de renomados compositores, como: Djavan, Tom Jobim, Vinicius de Moraes, Davi Nasser, entre outros. O evento conta também com a participação do grupo de canto e dança, da Kumpania Rosa de Fogo, sob a coordenação da Professora Marta Coelho, colorindo e abrilhantando o evento. O evento será apresentado em 06 atos, sendo 05 de canto e dança e 01 de dança. Corais participantes: GRUPO DE CANTO E DANÇA ROSA DE FOGO, CORAL DA COMUNITÁRIA DA BARRA, CORAL DO CLUBE DE REGATAS DO FLAMENGO, CORAL DE LORETO, CORAL MATER NOSTRA, CORAL ZACCARIA, CORAL ENCANTA RIO2, GRUPO VOCAL CLAVE DE SOL,  CORAL RAMATIS. [+] saiba mais