Fundação Cidade das Artes

Notícias » Cidade das Artes volta a receber público

Maio de 2021

dia 23, Domingo

Cidade das Artes volta a receber público

Atividades na Sala de Leitura incluem exposição sobre mulheres na música, debates e lançamento de livros; musical 'Elza' e apresentação da Sinfônica Jovem estão previstos para junho

Por Gisele Araújo - 23/05/2021 - 06:00 / Atualizado em 23/05/2021 - 09:40
O GLOBO Barra

Rio — Na última terça-feira, a Sala de Leitura da Cidade das Artes abriu as portas ao público, marcando a volta das atividades presenciais no centro cultural. As mulheres são tema de boa parte da programação, iniciada com a exposição “Mulheres e música”, da artista plástica Lili Rose, com colagens em homenagem a personalidades guerreiras e transgressoras como Chiquinha Gonzaga, Carmen Miranda, Nara Leão e Clara Nunes. E seguirá com atrações focadas no sexo feminino, além dos lançamentos dos livros “#Tarjapreta”, escrito por Bruno Black, jovem morador da comunidade do Fumacê, em Realengo, e “As sete notas do arco-íris”, da cantora Tia Gê, que aborda iniciação musical para crianças. Mulheres, moradores da periferia, crianças. A diversidade, explica o ator Marcelo Serrado, nomeado diretor artístico da casa em janeiro, dará o tom das atividades da Cidade das Artes em 2021.

Serrado afirma que o objetivo é mobilizar toda a cadeia artística e oferecer manifestações plurais.

—Temos muitos profissionais que trabalham tanto em cima dos palcos como nos bastidores, e a roda tem que girar para todos. Desde o início do ano estamos trabalhando não só a segurança, mas também para trazer uma programação com a cara do carioca. Queremos que cada vez mais a sociedade se reconheça na Cidade das Artes — diz.

Várias atrações já estão planejadas para outros espaços, mas o ritmo da retomada vai depender do avanço da imunização contra a Covid-19 — a própria Cidade das Artes funciona como posto de vacinação — e do esperado recuo da pandemia do novo coronavírus. Um show da Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro, que se apresentará presencialmente, e o musical “Elza”, em formato de live, sobre a trajetória de Elza Soares, estão confirmados para junho. Em breve, haverá também apresentações dos gêmeos violoncelistas do Duo Santoro e do espetáculo “Bora rir”, do comediante Paulinho Serra.

“Mulheres e música” fica em cartaz até sexta que vem. Em junho, a Sala de Leitura terá debates sobre feminismo, terapias alternativas, amor, sexo e idade.

— É muito importante que a celebração de artistas mulheres tenha espaço na nossa cultura, assim como também a cultura negra. Em novembro, teremos um mês dedicado a debates sobre a consciência negra e a peças de autores negros — conta Serrado.

O público que quiser participar das atividades propostas pela instituição deve passar por aferição de temperatura e higienização das mãos. Os ingressos são vendidos pela plataforma Sympla e correspondem a 40% da capacidade do espaço, de acordo com as recomendações do último decreto emitido pela prefeitura, que manteve a cidade sob a bandeira vermelha na classificação de risco para a Covid-19.

Segundo o presidente da Fundação Cidade das Artes, Claudio Versiani, a tendência é que cada vez haja mais atividades presenciais.

— Estamos muito confiantes com o retorno de tudo, mas indo com calma e conversando sempre com a Secretaria de Saúde. A prioridade, agora, além da segurança, é a formação de público. E para isso os espetáculos vão priorizar a música, popular ou clássica, seja balé ou dança contemporânea — afirma.

O orçamento da Cidade das Artes para este ano é de R$ 15 milhões, suficientes para cobrir os custos básicos, o que torna importante a receita vinda de patrocinadores e parceiros, e as conversas com eles também vêm determinando a programação.

— Alguns patrocinadores querem eventos presenciais agora, outros não. Ainda estamos consolidando muitas propostas, e os projetos que estão indefinidos não foram colocados na agenda — diz.

Uma coisa é certa. Atrações que vinham causando polêmica com os vizinhos serão deixadas de lado:

— Não teremos mais espaço para festas como raves. O objetivo é fomentar a cultura carioca com eventos que dialoguem com a população. Em contrapartida, as intervenções artísticas do teatro serão mais dinâmicas.

Versiani também prevê uma parceria com a Secretaria de Educação e a viabilização de espetáculos para o público infantojuvenil.

— Interessa-nos que parte dos ingressos seja voltada para as crianças da rede municipal de educação, para que participem de workshops e peças e tenham mais contato com o mundo artístico — diz.

Assim que a pandemia permitir, já está acertado que o Teatro de Câmara será palco para um musical sobre a bossa nova. Marcelo Serrado conta que alguns espetáculos tiveram que ser remarcados para o ano que vem, como “Marrom, o musical”, dirigido por Miguel Falabella, que contará a história da cantora Alcione.

— À medida em que as coisas forem sendo liberadas, quero dedicar o Teatro de Câmara a músicos recém-formados que não tenham onde se apresentar. É uma casa também deles, principalmente dos artistas da música clássica — afirma o diretor artístico, que planeja ainda criar uma escola de música.

Demais notícias

Junho de 2022

dia 01
Quarta

Maior complexo cultural da América Latina recebe o nome de Cidade das Artes Bibi Ferreira

Prefeito Eduardo Paes inaugurou placa comemorativa no dia em que a artista brasileira completaria cem anos A Prefeitura do Rio homenageou, nesta quarta-feira (01/06), Bibi Ferreira, uma das mais importantes artistas brasileiras, ao dar o seu nome ao maior complexo cultural da América Latina, a Cidade das Artes . Batizada como Abigail Izquierdo Ferreira, ela completaria cem anos nesta data

[+] leia mais

Maio de 2022

dia 31
Terça

No ano de seu centenário, Bibi Ferreira ganha biografia e passa a batizar a Cidade das Artes

Por Gustavo Cunha — Rio de Janeiro O Globo - Cultura - 31/05/2022   Bibi Ferreira amou demais . Apesar de o trabalho nos palcos ter sido prioridade máxima em sua vida — foram 93 anos de carreira e mais de 170 espetáculos encenados em 96 anos de vida —, a artista sempre encontrou tempo para abraços e beijinhos e carinhos sem ter fim

[+] leia mais

Abril de 2022

dia 19
Terça

O que muda na Cidade das Artes durante o RIO2C

VACINAÇÃO Entre os dias 21/04 e 01/05, a vacinação SERÁ INTERROMPIDA por conta do evento RIO2C . As atividades retornarão normalmente no dia 02/05

[+] leia mais

Fevereiro de 2022

dia 11
Sexta

Para crianças de 0 a 100: ‘Bichos dançantes’ estreia na Cidade das Artes

"Bichos Dançantes" . Em cartaz na Cidade das Artes até o fim do mês Foto: Divulgação/Manu Tasca Aventura guiada pela dança, que levou duas mil pessoas ao Municipal, terá quatro apresentações na Barra O Globo - 11/02/2022 - 04:00 RIO — O bailarino, coreógrafo e diretor artístico Alex Neoral, da Focus Cia de Dança, sempre sonhou em criar um espetáculo infantil

[+] leia mais

Fevereiro de 2022

dia 08
Terça

Abry Gastrobar: viva uma experiência única na Cidade das Artes

Diário do Rio - Por Alan Victor O clima aprazível, uma vista única da Barra da Tijuca e um menu completo que vai do brunch ao jantar, faz do Abry Gastrobar um destino para aqueles que buscam não só por uma excelente gastronomia, mas também por uma experiência diferenciada e intimista . Localizado na Cidade das Artes, complexo cultural carioca, o gastrobar apresenta um salão charmoso e aconchegante, um cardápio completo e diverso, além de uma carta de drinks e vinhos perfeitos para todas as ocasiões

[+] leia mais

Janeiro de 2022

dia 11
Terça

Aviso de Seleção F-ARTES - Nº 01/2022

Aviso de Seleção Fundação Cidade das Artes  F-ARTES - Nº 01/2022 Processo Nº: 12/800 . 291/2021 Data: 25/01/2022 HORÁRIO: 11h

[+] leia mais

Janeiro de 2022

dia 07
Sexta

Nova Vanguarda Carioca reúne trabalhos de artistas emergentes

Mulambö: artista é um dos que têm reprodução de obra na mostra Mulambô/Reprodução Matéria publicada na Veja Rio Por Kamille Viola Atualizado em 7 jan 2022 - Publicado em 6 jan 2022 Exposição com curadoria de Gringo Cardia reúne 20 painéis com reproduções de obras de talentos das periferias brasileiras As periferias brasileiras sempre foram um dos principais polos criativos da música popular no Brasil, influenciando toda a história de nossa produção na área . Nos últimos tempos, alguns nomes vêm furando o bloqueio das artes plásticas, um meio sempre muito restrito

[+] leia mais

Janeiro de 2022

dia 02
Domingo

Artistas periféricos da exposição 'Nova Vanguarda Carioca' mostram talentos, contradições e inquietudes de um Brasil pulsante

Mostra organizada por Gringo Cardia reúne painéis de 6 metros de altura, chega à Cidade das Artes no próximo sábado e fica em cartaz até 20 de março O GLOBO - Eduardo Vanini - 02/01/2022 - 03:30 / Atualizado em 02/01/2022 - 17:28 Minutos depois de conceder uma entrevista sobre o seu trabalho, Wallace Pato decide enviar um áudio pelo WhatsApp para arrematar as falas . “Na arte, só fica o que o povo carrega no colo”, diz, com voz grave

[+] leia mais

Dezembro de 2021

dia 04
Sábado

Dezembro de clássicos no Rio tem volta da Osesp à Cidade das Artes e festival que une música e arquitetura

Osesp na Sala São Paulo, em novembro: formação volta à Cidade das Artes depois de cinco anos Foto: Isadora Vitti/Divulgação Temporada terá ainda apresentação de Bruce Liu, pianista canadense vencedor do 18º Concurso de Piano Frédéric Chopin, acompanhado pela OSB Nelson Gobbi - 04/12/2021 - 03:30 / Atualizado em 04/12/2021 - 09:09 Além das obrigatórias músicas natalinas saindo das caixas de som das lojas de departamento, os sons do Rio em dezembro vão do batuque das rodas de samba, já antecipando o carnaval em alguns meses, à MPB e ao pop rock das (agora reabertas) casas de show . Em 2021, a música de concerto também disputará os ouvidos e a atenção do público da cidade, em uma temporada que seguirá durante o mês, marcando não só as festas de fim de ano, mas também o reencontro das orquestras com o público, após quase dois anos de restrições causadas pela pandemia de Covid-19

[+] leia mais

Novembro de 2021

dia 24
Quarta

Rio Webfest 2021 exibe mais de 200 séries e outros projetos desenvolvidos para a internet

Criadores de conteúdo expõem trabalhos em rodas de conversa Foto: Divulgação   Cidade das Artes recebe entre quinta (25) e domingo (28) a sétima edição do evento, que também terá atrações virtuais Ana Beatriz Marin - 24/11/2021 - 04:00 / Atualizado em 24/11/2021 - 13:08 RIO — Entre os dias 25 e 28, a Cidade das Artes recebe a 7ª edição do Rio Webfest, evento que celebra e premia produções desenvolvidas para a internet e as redes sociais . O público terá acesso gratuito à exibição de 237 projetos inscritos na mostra competitiva, além de palestras, masterclass e oficinas de roteiro, monetização de conteúdo e fotografia e tecnologia

[+] leia mais