Fundação Cidade das Artes

Notícias » Adriana Calcanhotto grava 'Margem' quando show voltar a aportar no Rio

Outubro de 2019

dia 31, Quinta

Adriana Calcanhotto grava 'Margem' quando show voltar a aportar no Rio

Adriana Calcanhotto está em cena desde agosto de 2019 com o show 'Margem' — Foto: Murilo Alvesso / Divulgação
Registro audiovisual do espetáculo marinho está programado para 14 de dezembro.
G1


31/10/2019 16h01  Atualizado há um mês
Por Mauro Ferreira, Jornalista carioca que escreve sobre música desde 1987, com passagens em 'O Globo' e 'Bizz'. Faz um guia para todas as tribos

Adriana Calcanhotto escolheu a cidade do Rio de Janeiro (RJ) para fazer o registro audiovisual do show Margem. A gravação será feita em 14 de dezembro, quando o espetáculo aportar na Grande Sala da Cidade das Artes.


Em cena desde agosto de 2019, o último show da trilogia marinha da artista já ultrapassou inclusive os mares do Brasil, tendo sido apresentado neste mês de outubro nos Estados Unidos, de onde parte para a Europa.

O roteiro inclui Futuros amantes (Chico Buarque, 1993), música gravada pela cantora para ser faixa-bônus da edição japonesa do álbum Margem, lançado no Brasil em junho. O disco, aliás, originou o show. Mas o espetáculo Margem balança em onda diferente.

Com a palavra, Calcanhotto, capitã da embarcação tripulada pelos músicos Bem Gil (guitarra e synth), Bruno Di Lullo (baixo e synth) e Rafael Rocha (mpc, bateria, percussão, Handsonic e assovio): “No primeiro ensaio olhei para a banda e falei 'vamos fazer um luau'. Esse foi o primeiro sentimento. Luaus dependem da força do vento, do tempo que ele sopra numa só direção, da maré, e esse show é assim; completamente dependente do mar. Com os ensaios, porém, fui percebendo que o emaranhado de textos do roteiro, que tem muitos ecos e referências literárias, foi se superpondo à ideia de luau, que é a princípio menos complexo. Os arquétipos marinhos foram dando as caras, a meu ver em função da sonoridade que alcançamos tocando juntos tanto tempo depois das gravações do disco. O som do show não quis ser o som do disco, o universo timbrístico teve que se expandir pra conter as canções da trilogia e mais as outras todas, e isso era previsto, mas o som do show resultou mais relaxado, mais vagabundo. Interessante foi notar as ligações que as canções começaram a fazer entre si independentemente da minha ação. De certa forma, fui observando o roteiro se fazer a si próprio, maneira inteiramente nova pra mim de conceber um espetáculo", relata Adriana Calcanhotto.

Demais notícias

Janeiro de 2020

dia 29
Quarta

Sala de Leitura da Cidade das Artes atrai estudantes e pesquisadores

Lauren Poliana comanda a Sala de Leitura da Cidade das Artes Foto: / Roberto Moreyra / Agência O Globo Matéria: Danilo Perelló Sem biblioteca pública na região, espaço absorve demanda RIO — Homenagens a grandes escritores não faltam pelas ruas da Barra. Quem mora na região fatalmente já passou pelas avenidas Erico Verissimo ou Rachel de Queiroz, por exemplo.

[+] leia mais

Janeiro de 2020

dia 19
Domingo

Nova presidente da Cidade das Artes promete manter aposta em grandes musicais

A nova presidente da Fundação Cidade das Artes, Renata Monteiro. Antes, ela foi diretora da Casa de Cultura Laura Alvim.

[+] leia mais

Janeiro de 2020

dia 15
Quarta

Rio2C 2020 vai discutir leitura e educação no século XXI

Rafael Lazarini, idealizador do Rio2C, apresenta as novidades do evento para 2020 Foto: Fernando Souza / Divulgação No evento, escritores poderão fazer pitching de suas obras para produção de filmes e séries de TV Luiza Barros 15/01/2020 - 14:09 / Atualizado em 15/01/2020 - 20:03 / O GLOBO   RIO — O Rio2C, um dos principais eventos de criatividade da América Latina, divulgou nesta quarta-feira as primeiras informações sobre a sua edição de 2020. A conferência acontece entre 5 e 10 de maio na Cidade das Artes, na Barra da Tijuca.

[+] leia mais

Dezembro de 2019

dia 19
Quinta

A Cidade das Artes entra em manutenção preventiva 2019/2020

Informamos que, a partir do dia 21/12/2019, a Cidade das Artes entrará em período de manutenção preventiva, voltando ao funcionamento normal no dia 06/01/2020. SALA DE LEITURA E MAQUETE DE LEGO A Sala de Leitura e a Exposição Maquete de LEGO do Rio de Janeiro estarão fechadas durante este período, retornando suas atividades no dia 07 de janeiro (Sala de Leitura) e no dia 08 de janeiro (LEGO) de 2020.

[+] leia mais

Novembro de 2019

dia 29
Sexta

Movimento cultural Fair Saturday, em resposta à Black Friday, chega ao Rio

Os capoeirista contramestre Amaz (com o berimbau) e Marmita, que participarão do evento Fair Saturday Foto: Domingos Peixoto / Agência O Globo   Evento na Cidade das Artes terá eventos infantis, exibição de séries, palestras, exposição e DJs Danilo Perelló 29/11/2019 - 17:47 / Atualizado em 29/11/2019 - 18:21 RIO — Paulinho da Viola já dizia que dinheiro na mão é vendaval, na letra do sucesso “Pecado capital”. Mas depois da tempestade (ou da gastança), vem sempre a bonança.

[+] leia mais

Novembro de 2019

dia 12
Terça

As melhores peças em cartaz no Rio

Remontagem de "Roda viva" e musical da dupla Möeller e Botelho estão entre destaques da programação O Globo 12/11/2019 - 14:01 / Atualizado em 12/11/2019 - 14:02 Musical, comédia ou drama? Qualquer que seja a sua escolha, há boas opções em cartaz nos teatros cariocas. Lista inclui peça embalada por sucessos da bossa nova, espetáculo da dupla Charles Möller e Claudio Botelho e  remontagem do clássico "Roda viva", entre outros.

[+] leia mais

Novembro de 2019

dia 11
Segunda

Depois dos 80, tem que acelerar, diz Francis Hime, que comemora aniversário com novo álbum

O compositor Francis Hime Foto: Divulgação/Nana Moraes Bolívar Torres O Globo - 11/11/2019 - 04:30 / Atualizado em 11/11/2019 - 09:38 RIO — Oitenta anos completados em agosto, Francis Hime não quer olhar para trás. É o momento presente que alimenta o seu mais novo álbum, “Hoje”, que será lançado nesta quarta-feira, às 20h, na Grande Sala da Cidade das Artes.

[+] leia mais

Novembro de 2019

dia 07
Quinta

'Roda viva' volta ao Rio com o Grupo Oficina em esquema de guerrilha com crowdfunding e hospedagens improvisadas

Alvo de violência e censura quando estreou há meio século, o musical de Chico Buarque reestreia na cidade nesta sexta-feira Pedro Tinoco, Especial para O GLOBO Foto: Alexandre Cassiano / Agência O Globo 07/11/2019 - 04:30 / Atualizado em 07/11/2019 - 11:08 RIO — Só podia ser 1968 . Nos tempos beligerantes de ditadura, a peça de estreia do jovem astro da MPB ganhou montagem provocadora, e militantes à direita sentiram-se à vontade para silenciar os atores na base do sarrafo.

[+] leia mais

Novembro de 2019

dia 07
Quinta

Exposição 'O dia seguinte' aborda emergência climática e futuro dos centros urbanos na Cidade das Artes

Mostra é gratuita e termina no domingo (10/11). Mais de 25 mil pessoas já passaram visitaram o evento gratuito.

[+] leia mais

Outubro de 2019

dia 25
Sexta

Funcionamento da Sala de Leitura durante o HACKTUDO

Devido às múltiplas atrações do festival HACKTUDO, nossa sala de leitura estará fechada neste final de semana (26 e 27/10).     O espaço volta à sua programação normal na próxima terça-feira (29/10), de 10h às 18h.

[+] leia mais