Fundação Cidade das Artes

Notícias » Bel Kutner anuncia a vinda de ‘O Rei da Vela’ ao Rio, fala sobre o papel na novela e o autismo do filho

Março de 2018

dia 26, Segunda

Bel Kutner anuncia a vinda de ‘O Rei da Vela’ ao Rio, fala sobre o papel na novela e o autismo do filho

Publicado no Jornal O Globo I Blog da Marina Caruso
POR FERNANDA PONTES 26/03/2018 07:45

Ela perdeu a mãe, a atriz Dina Sfat, aos 18 anos. Há 30, acompanha o pai, o ator Paulo José, na luta contra o Parkinson. E, há 12, ajuda o filho Davi a ser feliz convivendo com as consequências de uma síndrome rara e ainda pouco conhecida no Brasil. Além disso, Bel Kutner, 46, é atriz, diretora artística da Cidade das Artes, escreve e produz peças de teatro. Como se não bastasse, faz mediação de debates, estuda o autismo e está sempre no maior alto astral. Na sexta (23), ela conversou com a repórter Fernanda Pontes.

Como foi essa negociação para trazer “O Rei da Vela” para o Rio?

“O Rei da vela” entrou em cartaz no ano passado, no aniversário de 50 anos (da montagem original do Teatro Oficina), em São Paulo. E o Zé Celso, que não consegue ficar parado, disse “temos que levar isso para o Rio logo porque a cidade está precisando de luz!”. Então, eu disse “vem para a Cidade das Artes” (risos). O palco é enorme, tem espaço para o cenário do Hélio Eichbauer, que é lindo de morrer. Mas eles não têm patrocínio nem dinheiro. É um teatro de guerrilha. Aliás, isso é fazer cultura no Brasil. Um desespero. As pessoas armam tudo na cara e na coragem. Nunca tivemos uma política cultural decente. E não existe país sem cultura, sem educação.
 

Como vai ser o financiamento?

Vamos abrir um crowdfunding hoje, e várias pessoas bacanas já estão se mobilizando. Teremos violões assinados por Caetano e Gil, obras de Chico Buarque, Adriana Varejão e Hamilton Vaz Pereira, entre outros... E a peça é pra já. Será no dia 14 de abril, numa curtíssima temporada de duas semanas.
 

Por que acha que esse é o momento de a peça vir para o Rio?

Porque é atual. Mostra como as coisas estão tortas, as pessoas ligadas nos seus interesses. Fala muito sobre violência também. Não só das pessoas que morrem diariamente, no caso do Rio, mas da violência moral e social. Dá até vontade de chorar (emociona-se). A morte de Marielle veio de forma avassaladora. Foi a coisa mais absurda que poderia acontecer. Um ato de ódio, de preconceito. Que imbecil comete uma atrocidade assim? A peça fala dessas pessoas desmascaradas. O Rei da Vela é um escroto.
 

O que achou da discussão dos ministros Luís Roberto Barroso e Gilmar Mendes?

Admiro muito o Barroso já há algum tempo. Ele botou para fora tudo aquilo que eu queria falar para o Gilmar Mendes, mas não posso porque tomaria um processo tão grande que ele ia arrancar de mim um dinheiro que eu não tenho.


Você está há um ano na Cidade das Artes. Qual seu maior desafio?

Fazer as pessoas frequentarem este lugar incrível, esse centro cultural no meio da Barra que tem qualidades técnicas sem igual. Foram mais de 50 espetáculos.
 

Também está na novela “O outro lado do paraíso”...

É só uma participação. A Diva, minha personagem, veio resolver uma questão do passado. A Fernanda Montenegro é maravilhosa, tem uma intensidade incomparável. E esse papel é muito forte, comovente. Lendo os capítulos me peguei chorando.


Já disseram que você está a cara da sua mãe?

Tá todo mundo falando isso. Mas acho que tem uma produção também, o olho pintado, o cabelo com volume. É o estilo dela, uma coisa meio perua. Eu sou mais low profile.


A comparação a incomoda?

Não. Às vezes é engraçada. Em outras, desconcertante. Sou uma geminiana louca, né? Mas é um elogio maravilhoso. Ela era linda, excelente atriz, uma deusa, me dá um orgulho louco.


E está envolvida em outros projetos?

Numa peça infantil que vai estrear em São Paulo, “Missão supersecreta”. Estou germinando uma peça sobre autismo. Aliás, vou mediar uma mesa importantíssima no Dia Mundial do Autismo com o (neuropediatra) Carlos Gadia, referência no assunto.


Por que autismo?

Meu filho Davi (com o músico Fábio Mondengo) sofre de esclerose tuberosa, uma síndrome rara, que provocou o que chamamos de autismo secundário. Ele tem 12 anos, estuda numa escola acompanhado de uma mediadora. Vive uma fase instável e grudado comigo, só quer dormir junto. Quando saio à noite, é um horror. E não estou indo pra balada, é para o teatro mesmo. A vantagem é que ele adora a Cidade das Artes e Orquestra de Câmara.


De onde tira força para aguentar tudo isso?

Fazer exercício para mim é fundamental. Corro, caminho, danço, faço musculação. Já lutei até kung fu, sou adepta da medicina chinesa e adoro acupuntura. Também sou casada com Pedro (De Lamare, dono do Gula Gula) há quase nove anos, mas cada um na sua casa. Moderno né? Tem hora que sinto falta de alguém do meu lado para dar uma aporrinhada, mas é bom ter a novidade, a saudade... E tem dias que acordo com a macaca e me pergunto “o que esse homem está fazendo na minha cama?”


E como está seu pai?

Ele tá bem. Trata há de Parkinson há 30 anos. Acabou de fazer 81 anos. Escreve, sai comigo e, certamente, vai estar na estreia do “O Rei da vela" na Cidade das Artes. Já estou pensando em qual cadeira ele vai sentar.

Demais notícias

Julho de 2018

dia 19
Quinta

Cidade das Artes recebe o restaurante Tasca do Filho d'Mãe

Do dia 19 de julho ao dia 09 de setembro, a Tasca vai oferecer alguns de seus pratos tradicionais na pop up store que está montada na Cidade das Artes durante a temporada do espetáculo musical "A Noviça Rebelde". Para começar o jantar, entradas como os tradicionais pastel (R$14) e bolinho bacalhau (R$26 - 6 unidades; R$40 - 12 unidades), além do bolinho de bacalhau com queijo Serra da Estrela (R$14).

[+] leia mais

Julho de 2018

dia 02
Segunda

Funcionamento da Cidade das Artes na Copa do Mundo em jogos do Brasil

A Cidade das Artes está com funcionamento alterado nos dias dos jogos da Seleção Brasileira durante a Copa do Mundo na Rússia, seguindo o decreto da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. Desta forma, no dia 02 de julho não haverá expediente administrativo na Cidade das Artes.

[+] leia mais

Junho de 2018

dia 28
Quinta

Aviso de Seleção F-ARTES - Nº 02/2018

AVISO DE SELEÇÃO para escolha da melhor proposta de preço para utilização, na modalidade PERMISSÃO  DE  USO, da área destinada à Cafeteria da Grande Sala, localizado na Av. das Américas,  nº 5300 – Barra da Tijuca/RJ.

[+] leia mais

Junho de 2018

dia 20
Quarta

Funcionamento da Cidade das Artes na Copa do Mundo em jogos do Brasil

A Cidade das Artes estará com funcionamento alterado nos dias dos jogos da Seleção Brasileira durante a Copa do Mundo na Rússia, seguindo o decreto que determinou ponto facultativo total no dia 22 (sexta-feira) e parcial no dia 27 (quarta-feira). Desta forma, no dia 22 não haverá expediente administrativo na Cidade das Artes, incluindo o funcionamento da Sala de Leitura.

[+] leia mais

Junho de 2018

dia 08
Sexta

Cidade das Artes realiza sorteio especial no Dia dos Namorados

A Cidade das Artes preparou uma promoção para celebrar o Dias dos Namorados. A casa vai sortear ingressos duplos para a apresentação do Quarteto Brasiliana, que acontece dia 16, no Teatro de Câmara; um voucher de R$ 150,00 para jantar no Restaurante Abraccio; além de uma hospedagem gratuita, com direito a café da manhã, no Hotel Best Western Premier.

[+] leia mais

Maio de 2018

dia 30
Quarta

RIOH2K: Funcionamento da Sala de Leitura, Exposição Permanente da Maquete de LEGO® do Rio de Janeiro e Bilheteria

Informamos que a Sala de Leitura não abrirá de 31 de maio (quinta-feira) a 04 de junho (segunda-feira) devido ao evento RIOH2K, voltando a funcionar normalmente na terça-feira, dia 05 de junho. A exposição de LEGO estará fechada para visitação no período de 31 de maio (quinta-feira) a 05 de junho (terça-feira), retornando na quarta-feira dia 06 de junho.

[+] leia mais

Maio de 2018

dia 26
Sábado

Rio H2K 2018 confirma apresentação do Cão Sem Plumas | Cia Deborah Colker

A produção do evento RIOH2K CONFIRMA a realização dos espetáculos do Cão Sem Plumas da Cia Deborah Colker HOJE, sábado, 26 de maio, às 18h e 21h.   Esperamos por você! .

[+] leia mais

Maio de 2018

dia 26
Sábado

Com instalações renovadas, teatros públicos se reinventam

Cidade das Artes - Marcos de Paula / Agência O Globo Três casas de espetáculos da rede municipal do Rio se destacam positivamente em meio a cenário desolador POR PAULA AUTRAN 26/05/2018 4:30 O GLOBO - Teatro e Dança   RIO - Nem só de dramas vivem os 19 teatros públicos da cidade do Rio de Janeiro. Em meio a um cenário muitas vezes desolador — por conta da escassez de recursos públicos e de casos como o do Villa Lobos, incendiado em 2011 e até hoje não reconstruído —, pelo menos três casas de espetáculos se destacam positivamente: Cidade das Artes (que, além da grande sala, tem um teatro de câmara e a sala eletroacústica), na Barra; o teatro do Centro Cultural João Nogueira (antigo Imperator), no Méier; e a Sala Municipal Baden Powell, em Copacabana, têm administrações diferenciadas, instalações renovadas e programação que vem conquistando público fiel.

[+] leia mais

Maio de 2018

dia 23
Quarta

Rio H2K traz companhias de dança brasileiras e coreógrafos internacionais para workshops no Rio

Oitava edição do festival internacional de dança acontece entre os dias 25 de maio e 3 de junho na Cidade das Artes. Evento também terá espetáculos, 'batalhas' e apresentação de documentários.

[+] leia mais

Maio de 2018

dia 18
Sexta

Empresários discutem potencialidades de Portugal no Rio

Por Igor Lopes Mundo Lusíada ( https://www. mundolusiada.

[+] leia mais