Fundação Cidade das Artes

Notícias » O Teatro Elisabetano

Junho de 2014

dia 26, Quinta

O Teatro Elisabetano

O Teatro Elisabetano corresponde ao tetro produzido durante o reinado de Elisabeth I da Inglaterra, de 1558 a 1603, tendo como seu grande expoente William Shakespeare. A influência renascentista vinda do continente trouxe as referências da cultura grega, do humanismo e do cientificismo e a autonomia da Inglaterra perante o continente e a Igreja foram definitivas para o nascimento desse movimento teatral tão importante para a cultura ocidental.

No entanto, a influência e o fascínio vindos da Itália não criaram uma cena caracterizada pela reprodução desse modelo, muito pelo contrário. A capacidade de síntese dessas influências - junto à percepção de que o público inglês se interessaria mais pelos assuntos próprios de sua história – fizeram do teatro elisabetano um estilo original de fazer dramaturgia.

Outra característica que afasta a produção inglesa da do resto do continente europeu é o alcance social das peças: enquanto na Itália o teatro estava reservado à elite, na Inglaterra  príncipes, nobres, artesãos e camponeses assistiam e deleitavam-se com as montagens, embora cada um ocupasse seu lugar específico dentro do teatro. Essa fusão de públicos levou também a uma fusão de estilos. Nesse período surgem as  misturas muito particulares entre a tragédia, a comédia e o novelesco.

Inspirados nos circos da época, os teatros elisabetanos inicialmente eram improvisados ao ar livre. Com o aumento da popularidade, foram surgindo os primeiros teatros, que eram construções simples, geralmente circulares ou hexagonais.

Disposta próxima ao palco, a plateia era cúmplice da ação dramática: os atores e o texto se comunicavam nas entrelinhas com o espectador, tornando o Teatro Elisabetano uma espécie de metateatro em sua forma. A ausência de grandes cenários ornamentados também facilitava a relação de intimidade entre personagens e público. Mulheres eram proibidas de atuar, então todos os papeis femininos eram feitos por atores homens.

Maior nome do Teatro Elisabetano, William Shakespeare (1564 – 1616) ainda é considerado  por muitos o maior autor dramático da literatura universal. Entre suas obras mais conhecidas estão “A Tempestade”, “Hamlet”, “Rei Lear”, “Romeu e Julieta” e “A Megera Domada”. Destacam-se também John Lyly (1554-1606), Robert Greene (1560 – 1592), Cristopher Marlowe (1564 – 1593), Philip Massinger (1583 – 1640), entre outros.

Demais notícias

Junho de 2022

dia 01
Quarta

Maior complexo cultural da América Latina recebe o nome de Cidade das Artes Bibi Ferreira

Prefeito Eduardo Paes inaugurou placa comemorativa no dia em que a artista brasileira completaria cem anos A Prefeitura do Rio homenageou, nesta quarta-feira (01/06), Bibi Ferreira, uma das mais importantes artistas brasileiras, ao dar o seu nome ao maior complexo cultural da América Latina, a Cidade das Artes . Batizada como Abigail Izquierdo Ferreira, ela completaria cem anos nesta data

[+] leia mais

Maio de 2022

dia 31
Terça

No ano de seu centenário, Bibi Ferreira ganha biografia e passa a batizar a Cidade das Artes

Por Gustavo Cunha — Rio de Janeiro O Globo - Cultura - 31/05/2022   Bibi Ferreira amou demais . Apesar de o trabalho nos palcos ter sido prioridade máxima em sua vida — foram 93 anos de carreira e mais de 170 espetáculos encenados em 96 anos de vida —, a artista sempre encontrou tempo para abraços e beijinhos e carinhos sem ter fim

[+] leia mais

Abril de 2022

dia 19
Terça

O que muda na Cidade das Artes durante o RIO2C

VACINAÇÃO Entre os dias 21/04 e 01/05, a vacinação SERÁ INTERROMPIDA por conta do evento RIO2C . As atividades retornarão normalmente no dia 02/05

[+] leia mais

Fevereiro de 2022

dia 11
Sexta

Para crianças de 0 a 100: ‘Bichos dançantes’ estreia na Cidade das Artes

"Bichos Dançantes" . Em cartaz na Cidade das Artes até o fim do mês Foto: Divulgação/Manu Tasca Aventura guiada pela dança, que levou duas mil pessoas ao Municipal, terá quatro apresentações na Barra O Globo - 11/02/2022 - 04:00 RIO — O bailarino, coreógrafo e diretor artístico Alex Neoral, da Focus Cia de Dança, sempre sonhou em criar um espetáculo infantil

[+] leia mais

Fevereiro de 2022

dia 08
Terça

Abry Gastrobar: viva uma experiência única na Cidade das Artes

Diário do Rio - Por Alan Victor O clima aprazível, uma vista única da Barra da Tijuca e um menu completo que vai do brunch ao jantar, faz do Abry Gastrobar um destino para aqueles que buscam não só por uma excelente gastronomia, mas também por uma experiência diferenciada e intimista . Localizado na Cidade das Artes, complexo cultural carioca, o gastrobar apresenta um salão charmoso e aconchegante, um cardápio completo e diverso, além de uma carta de drinks e vinhos perfeitos para todas as ocasiões

[+] leia mais

Janeiro de 2022

dia 11
Terça

Aviso de Seleção F-ARTES - Nº 01/2022

Aviso de Seleção Fundação Cidade das Artes  F-ARTES - Nº 01/2022 Processo Nº: 12/800 . 291/2021 Data: 25/01/2022 HORÁRIO: 11h

[+] leia mais

Janeiro de 2022

dia 07
Sexta

Nova Vanguarda Carioca reúne trabalhos de artistas emergentes

Mulambö: artista é um dos que têm reprodução de obra na mostra Mulambô/Reprodução Matéria publicada na Veja Rio Por Kamille Viola Atualizado em 7 jan 2022 - Publicado em 6 jan 2022 Exposição com curadoria de Gringo Cardia reúne 20 painéis com reproduções de obras de talentos das periferias brasileiras As periferias brasileiras sempre foram um dos principais polos criativos da música popular no Brasil, influenciando toda a história de nossa produção na área . Nos últimos tempos, alguns nomes vêm furando o bloqueio das artes plásticas, um meio sempre muito restrito

[+] leia mais

Janeiro de 2022

dia 02
Domingo

Artistas periféricos da exposição 'Nova Vanguarda Carioca' mostram talentos, contradições e inquietudes de um Brasil pulsante

Mostra organizada por Gringo Cardia reúne painéis de 6 metros de altura, chega à Cidade das Artes no próximo sábado e fica em cartaz até 20 de março O GLOBO - Eduardo Vanini - 02/01/2022 - 03:30 / Atualizado em 02/01/2022 - 17:28 Minutos depois de conceder uma entrevista sobre o seu trabalho, Wallace Pato decide enviar um áudio pelo WhatsApp para arrematar as falas . “Na arte, só fica o que o povo carrega no colo”, diz, com voz grave

[+] leia mais

Dezembro de 2021

dia 04
Sábado

Dezembro de clássicos no Rio tem volta da Osesp à Cidade das Artes e festival que une música e arquitetura

Osesp na Sala São Paulo, em novembro: formação volta à Cidade das Artes depois de cinco anos Foto: Isadora Vitti/Divulgação Temporada terá ainda apresentação de Bruce Liu, pianista canadense vencedor do 18º Concurso de Piano Frédéric Chopin, acompanhado pela OSB Nelson Gobbi - 04/12/2021 - 03:30 / Atualizado em 04/12/2021 - 09:09 Além das obrigatórias músicas natalinas saindo das caixas de som das lojas de departamento, os sons do Rio em dezembro vão do batuque das rodas de samba, já antecipando o carnaval em alguns meses, à MPB e ao pop rock das (agora reabertas) casas de show . Em 2021, a música de concerto também disputará os ouvidos e a atenção do público da cidade, em uma temporada que seguirá durante o mês, marcando não só as festas de fim de ano, mas também o reencontro das orquestras com o público, após quase dois anos de restrições causadas pela pandemia de Covid-19

[+] leia mais

Novembro de 2021

dia 24
Quarta

Rio Webfest 2021 exibe mais de 200 séries e outros projetos desenvolvidos para a internet

Criadores de conteúdo expõem trabalhos em rodas de conversa Foto: Divulgação   Cidade das Artes recebe entre quinta (25) e domingo (28) a sétima edição do evento, que também terá atrações virtuais Ana Beatriz Marin - 24/11/2021 - 04:00 / Atualizado em 24/11/2021 - 13:08 RIO — Entre os dias 25 e 28, a Cidade das Artes recebe a 7ª edição do Rio Webfest, evento que celebra e premia produções desenvolvidas para a internet e as redes sociais . O público terá acesso gratuito à exibição de 237 projetos inscritos na mostra competitiva, além de palestras, masterclass e oficinas de roteiro, monetização de conteúdo e fotografia e tecnologia

[+] leia mais